TECNOLOGIA_4G

June 7, 2018 | Author: Jose Chaves Silva | Category: Wi Max, 4 G, Lte (Telecommunication), Digital Television, Mobile Phones
Share Embed Donate


Short Description

Descrição: O artigos faz um breve estudo sobre o implementação da Tecnologia 4G...

Description

TECNOLOGIA 4G Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Grupo: Silva •  José Chaves da Silva • Kayton Pedro Garcia • Thiago Souza Santos • Willian ansour

Tecnologia Celular GSM e suas evoluções

2G

3G TDMA

2,5G

T&'& "e tr&(s#iss!o

TDMA -> Acesso Múltiplo por Diis!o "e Te#po  $-CDMA -> Wide!"and Code!#ivision ultiple $ccess  $-CDMA

3,5G

O%DMA

Cria uma célula...

4G - LONG TE)M E*OL+TION

3G -> Prioridade voz

4G -> Prioridade dados

Na eoria...

! em"o de res"osa do #T$ é visivelmene mais %ai&a 'ue a 3G( e em condições normais a la)ncia da rede c*ega no m+&imo 3, ms em"o de res"osa.

Na eoria...

#T$ os dis"osiivos conecados "ode ransmiir e rece%er simulaneamene "ois eles usam di/erenes /re'u)ncias "ara esas are/as. 0ivide sinal e alguns /lu&os de dados "aralelos. ! #e am%ém im"lemena ouro méodo c*amado mimo 'ue "ermie do1nload e u"load simul2neo aravés de mli"las anenas( ou sea( seu e'ui"ameno "ode er mais de uma anena( onde "ermie 'ue cada uma /aça um i"o de serviço

5n/ra esruura 4G

5n/ra esruura 4G

6 grande maioria das anenas 3G s7o redisri%uidoras. !u sea( elas rece%em o sinal de uma anena "rinci"al e en7o com"aril*am a /re'u)ncia com os usu+rios 'ue esiverem ao alcance 8 em celulares( a%les ou com"uadores. 6o mesmo em"o( as anenas 4G s7o disri%uidoras. 5sso signi/ica 'ue elas rece%em o sinal "or ca%o de /i%ra 9"ica e en7o enviam os es"ecros "ara os consumidores.

0 0isri%uiç7o ineligene

!s sisemas de disri%uiç7o am%ém s7o mais ineligenes. :oeadores s7o "rogramados "ara 'ue os /lu&os de dados seam desa/ogados auomaicamene. 5sso signi/ica 'ue as redes conseguem ideni/icar momenos de r+/ego inenso de dados e se reorganizam "ara 'ue n7o e&isa so%recarga e 'ueda de sisemas.

0 Pro%lemas...

6"9s uma série de esudos 'ue conesavam os resulados o/iciais( a 6nael admiiu 'ue e&isem "ro%lemas de con/lio de sinal enre elevisores digiais e celulares com a ecnologia 4G. 6 /al*a aconece na /ai&a de /re'u)ncia de ;,, MB'=?d e I""" H>B'=?e'

C6:6CT$:5ST5C6S

5$$$ ?,@.AB

5$$$ ?,@.AB aQ:$Hd

5$$$ ?,@.ABe

9omologação

e/em*ro de B>>=

H>B'=? a: Janeiro de B>K H>B'=? 0"Ld: Jun.o de B>>

 A 5er 9omologado em B>>D

$re%u 6 ?? 89/

B 6 == 89/

B 6 ? 89/

-ondições do -anal

2O5 42ine of 5ig.t;

72O5 47on 2ine of 5ig.t;

72O5 47on 2ine of 5ig.t;

a&a de ransmissão

"ntre KB e =K M*ps 4-anal de BH M9/;

 At3 CD M*ps 4-anal de B> M./;

At3 =D M*ps 4-anal de D M./;

Modulação

N5, =? NAM e ? NAM

O$M BD? 5u*portadoras, O$MA ? NAM, =? NAM, N5, 1IP5

O$M BD? 5u*portadoras, O$MA ? NAM, =? NAM, N5, 1IP5

Mo*ilidade

$i&a

$i&a e orttil 4nQmade;

Mo*ilidade, roaming regional

2argura de 1anda

B>, BD e BH M9/

"ntre =,D e B> M9/, com ate =? 5u*(-anais 2Fgicos

"ntre =,D e B> M9/, com ate =? 5u*(-anais 2Fgicos

0aio de -3lula

B(D Em

D 6 => Em Alcance m&imo de D> Em dependendo do taman.o da antena, seu gan.o e potencia de transmissão 4entre outros parâmetros;

B 6 D Em

=5M6 ! Sisema =5M6 Consise em 0uas Pares 



Torre  parecida com a torre de telefonia celular, por3m uma Rnica torre WIMAX   pode fornecer uma rea muito a*rangente, apro&imadamente H'>>> Em B' :ece"or =5M6 %ue pode ser uma cai&a pe%uena ou cartão PCMCIA, ou ainda poderiam ser integrados ao Laptops  ou adicionados ) Desktops  assim como funciona o sistema WiFi atualmente'

O Iac*aul, define(se como uma infraestrutura de suporte de cone&ão para a *anda larga, %ue interliga as redes de acesso ao Backbone da operadora %ue fornece acesso ) rede mundial, atra!3s de fi*ras Fpticas'

=5M6 





WIMAX, podem operar em di!ersas fai&as de fre%u=>' •5e reali/ou um analise do estado das cone&ões de 8 em =? pa+ses, no %ual o Irasil /icou em 3Y lugar na lisa de mel*or velocidade média. •e acordo com o relatFrio pu*licado, a !elocidade m3dia de download da cone&ão 8 do 1rasil 3 de B= M*ps 4mega*its por segundo;' O primeiro colocado na lista, a 6usr+lia, tem !elocidade de B,D M*ps e a 5+lia, segunda colocada, !elocidade de BB,B M*ps' 5urpreendentemente, pa+ses com tradição de cone&ões !elo/es, como a Coreia do Sul ficaram para trs' O "aUs asi+ico, por e&emplo, ocupa a H colocação' Os $sados nidos, por sua !e/, ficaram em =D, gan.ando apenas das ili"inas' •or outro lado, o relatFrio mostra como a co*ertura de 8 ainda 3 po*re no 1rasil' 7o ranEing de tempo gasto so* co*ertura 8, a m3dia nacional 3 *ai&a' a%ueles %ue telece diretrizes para a acelera%&o do processo de transi%&o da T9 $>erta anal?gica para a T9 a>erta digital no "rasil e determina 4ue a $natel inicie os estudos para disponi>ilizar a 3ai(a de ADE 7z a E1A 7z para 'G+

•-one&ão Mini-om 3 um no!o espaço de comunicação do Minist3rio com a sociedade'

• É

re!ista eletrQnica para de*ater, compartil.ar informações so*re os programas e [email protected] do go!erno relacionados com a rea de comunicações, tecnologia, no!idades do mundo da telecomunicação, da ciertura 'G nas cidades sede da Copa e nos 0= municpios adicionais: restando atender alguns Centros de Treinamento ICo>ertura pontual até a>ril de 012'+

#i*culdades de implementa%&o da 'G •  atrasos na resolu%&o I>urocracia • pro>lema en3rentado 4ue 3oi a 3ai(a de 3re4u5ncia de

opera%&o do sistema: •  alto custo de investimento em in3raestrutura por parte das operadoras+

• , segundo o Partal tecmundo a 'G em estdios da Copa

do undo ser lento esta in3orma%&o partiu do pr?prio ministro das Comunica%Fes: Paulo "ernardo: 4ue con*rmou nesta ter%a!3eira I0= uma possvel lentid&o nas cone(Fes durante uma audi5ncia p>lica no Senado so>re o torneio: 4ue come%a em 20 de unho+ • , pro>lema: segundo ele: é 4ue cerca de A1 mil pessoas podem 4uerer postar uma 3oto ou envi!la para algum servi%o ao mesmo tempo  e nesses casos: mesmo com antenas dedicadas: a velocidade atingida pode n&o ser a deseada+

 $ntenas de tele3onia no estdio  $rena da "ai(ada

View more...

Comments

Copyright ©2017 KUPDF Inc.
SUPPORT KUPDF