PROVÃO ANAC 5

August 9, 2017 | Author: Pedro Freitas | Category: Jet Engine, Internal Combustion Engine, Propeller, Combustion, Vehicle Parts
Share Embed Donate


Short Description

Download PROVÃO ANAC 5...

Description

1. a) b) c) d)

A ventoinha dos motores super alimentados é acionada por: eixo de manivelas turbina óleo A e B estão corretas

2. a) b) c) d)

As ventoinhas acionadas por turbina são movidas por: óleo hidráulico óleo lubrificante gás de escapamento ar

3. a) b) c) d)

A orientação da mistura combustível para a ventoinha é feita por meio de: grelha pistões diafragma rotor

4. O super alimentador é usado com a finalidade de: a) igualizar a potência em todas as altitudes b) manter a pressão de admissão igual ou superior à pressão atmosférica c) garantir a distribuição de mistura combustível d) manter pressão de admissão em todas as altitudes 5. Um motor supre alimentado, quando parado, tem sua indicação de pressão de admissão: a) menor do que a pressão atmosférica local b) maior do que a pressão atmosférica local c) igual à pressão atmosférica local d) a pressão de admissão não tem a ver com a pressão atmosférica 6. a) b) c) d)

O manômetro de pressão dos motores super alimentados está localizado: no cárter no difusor no coletor nenhuma das alternativas

7. a) b) c) d)

O turbo compressor é acionado por: eixo do motor ventoinha gases de escapamento ar aquecido

8. a) b) c) d)

A eficiência ou rendimento de um motor de combustão interna é aumentada: quando aumentamos o número de cilindros aprimorando a construção e elevando a taxa de compressão usando-se mais combustível aumentando a rotação do motor

9. a) b) c) d)

Com o aumento de altitude a potência: disponível não se altera disponível diminui necessária diminui disponível aumenta

10. Em uma aeronave o sistema elétrico e o sistema de ignição são: a) independente

b) integrados e dependentes c) não tem diferença d) todas as respostas estão corretas 11. O motor de partida do avião precisa de 24 V. para funcionar. Se a bateria estiver estragada podemos resolver fazendo uma ponte com duas baterias de 12 V., que deverão estar ligadas em: a) série b) paralelo c) série – paralelo d) nenhuma das alternativas 12. a) b) c) d)

As partes principais de um magnetos são: imã, bobina, bateria e distribuidor imã, bateria, condensador e velas imã, bobina, platinado e condensador imã, platinado, bateria e distribuidor

13. a) b) c) d)

O sistema de ignição em um avião é basicamente constituído de: gerador, bobinas, distribuidor, cablagem, chave de ignição e velas magnetos, distribuidor, cablagem, chave de ignição, unidade de partida e velas magnetos, bateria, gerador, distribuidor, cablagem, bobinas e velas magnetos, distribuidor, acumulador, chave de ignição, bobinas e velas

14. a) b) c) d)

Quem determina a seqüência da ordem de ignição é o: regulador de voltagem magnetos e as bobinas platinado distribuidor

15. a) b) c) d)

O sistema de ignição de um motor tem por finalidade: gerar energia elétrica de elevada tensão ou voltagem distribuir a energia e comandar a centelha no momento certo respostas ( A ) e ( B ) estão corretas respostas ( A ) e ( B ) estão erradas

16. a) b) c) d)

O condensador do sistema de ignição tem por função: proteger os contatos dos platinados, aumentar tensão induzida no primário aumentar tensão induzida no primário e evitar centelhas nos cabos proteger os contatos dos platinados, diminuir a tensão induzida no primário assegurar uma centelha nas velas sempre com a mesma intensidade

17. Dispositivo integrante do sistema de ignição constituído por um eletrodo central, eletrodos de massa e isolante é: a) o magnetos b) a cablagem c) a vela d) o distribuidor 18. Em uma vela, quando o eletrodo central encostar em um dos eletrodos de massa, a mesma: a) não funciona b) funcionará com metade do rendimento c) funcionará só em baixas rotações d) funcionará normalmente

19. a) b) c) d)

A blindagem nas cablagens do sistema de ignição são para: proteger mecanicamente o revestimento isolante dos cabos evitar interferência no sistema de comunicações evitar o centelhamento do cabo para partes metálicas próximas todas as respostas estão corretas

20. a) b) c) d)

Sistema de ignição usado na aviação é do tipo duplo, pois é: mais seguro dá mais potência menos sujeito a pane todas as respostas estão corretas

21. Principio de funcionamento dos magnetos usados no sistema de ignição, é baseado em: a) indução eletro-capacitiva b) indução eletromagnética c) eletricidade estática d) eletromecânica 22. a) b) c) d)

A centelha que salta na vela acontece quando os platinados: abrem abrem ou fecham fecham ficam fechados

23. A velocidade mínima necessária para o funcionamento de um magnetos, é em geral, em torno de: a) 10 RPM b) 100 RPM c) 1000 RPM d) 800 RPM 24. a) b) c) d)

A vela dissipa rapidamente o calor absorvido, é do tipo: fria quente fresca normal

25. A ajustagem do magnetos ao motor, para que os platinados abram quando o pistão atinja a posição do avanço de ignição chama-se: a) frenagem b) rodagem c) calagem d) abertura 26. a) b) c) d)

A durabilidade dos pontos de contato de um platinado depende: da resistência da bobina da voltagem do condensador da capacidade do ressalto da capacidade do condensador

27. a) b) c) d)

Para a decolagem a mistura recomenda é: rica pobre quimicamente correta um pouco pobre

28. Numa aceleração rápida se não houver um fornecimento adicional de gasolina, a mistura fornecida pelo carburador no instante da aceleração, será: a) rica b) excessivamente pobre c) pobre d) muito rica 29. a) b) c) d)

Durante a marcha lenta a borboleta do carburador fica: toda aberta parcialmente aberta toda fechada 75% aberta

30. a) b) c) d)

Pulverizador ou vaporizador de um carburador de nível constante, fica colocado: dentro da cauda na garganta do venturi na entrada do venturi no cilindro

31. Quando o ar passa com grande velocidade no venturi, ocorre na garganta do mesmo: a) aumento de pressão estática b) diminuição de pressão dinâmica c) aumento da temperatura d) nenhuma das alternativas 32. Aumento ou diminuição do fluxo de ar que o motor admite através do carburador, é regulado por meio de: a) borboleta b) gigleur c) agulha d) diafragma 33. Havendo condições favoráveis á formação de gelo no carburador, deve-se preferir mistura: a) pobre b) rica c) muito rica d) normal 34. a) b) c) d)

Durante o funcionamento do motor a região mais fria do carburador é na: entrada de ar saída de ar cuba garganta de venturi

35. a) b) c) d)

Um motor ao receber do carburador uma mistura 3,5:1 deve: vibra para oscila consome muito

36. No regime de marcha lenta a mistura fornecida pelo carburador é pobre, para economia de combustível: a) certo

b) errado c) depende do motor d) depende do carburador 37. a) b) c) d)

Quando o motor para por excesso de gasolina diz-se que há: empobrecimento afogamento enriquecimento travamento

38. A maior quantidade de calor que um pistão absorve, é removida diretamente por meio de: a) mistura calorífica b) óleo c) ar d) água 39. A quantidade de fluxo de ar que passa entre a carenagem e o motor pode ser controlada pelo (a) : a) mistura combustível b) óleo lubrificante c) “cowl flap “ d) nenhuma das alternativas 40. a) b) c) d)

Com a refrigeração do motor diminui-se as possibilidades do mesmo apresentar: detonação e pré - ignição pré - ignição e combustão carburação e detonação detonação e vaporização

41. a) b) c) d)

As alhetas externas de um cilindro tem por função: canalizar o ar no motor reforçar o cilindro aumentar a área de contato do cilindro com o ar proteger o cilindro contra impacto

42. A detonação é uma queima anormal da mistura combustível em que a combustão ocorre: a) por centelha elétrica fraca b) por auto – inflamação c) devido a mistura estar rica d) devido a centelha forte 43. A queima antecipada da mistura combustível sem centelha elétrica causada por pontos quentes na câmara, chama-se: a) combustão b) detonação c) pré – ignição d) pré – combustão 44. Ao se cortar a ignição de um motor o mesmo continuou a funcionar muito embora as velas não recebessem corrente elétrica, este fato é devido: a) mistura pobre b) motor frio c) pré – ignição d) detonação

45. Nos cilindros encontramos chapas metálicas que auxiliam a refrigeração, cujos nomes são: a) alhetas b) defletores c) “cow flap” d) nenhuma das alternativas 46. A deficiência da refrigeração pode ocasionar deficiência na lubrificação, tendo em vista que nesta situação o óleo fica mais viscoso. a) certo b) errado 47. a) b) c) d)

A peça do motor que mais sofre com a detonação e a pré – ignição é o: cilindro camisa do cilindro pino do pistão nenhuma das alternativas

48. a) b) c) d)

O arrefecimento do motor tem por função retirar calor do: radiador cilindro defletor alheta

49. Rendimento da hélice é a relação entre a potência tratora e a potência que o motor entrega à hélice. a) certo b) errado 50. a) b) c) d)

As hélices têm seus bordos de ataque protegidos por: madeira arame metal borracha

51. a) b) c) d)

Próximo ao cubo a hélice recebe o nome de: eixo entroce raiz nenhuma das alternativas

52. As pás das hélices de madeiras são envernizadas para protegê-las o que no entanto determina a diminuição de sua velocidade. a) certo b) errado 53. a) b) c) d)

Deve-se usar hélices metálicas em motores com potência superior a: 30 HP 90 HP 300 HP 103 HP

54. Os furos existentes nas pontas das pás de madeira servem para: a) diminuir o peso da pá b) diminuir a força centrífuga

c) drenar a umidade depositada d) diminuir o turbilhonamento 55. A distância que o avião percorre durante uma volta completa da hélice em vôo, chama-se: a) passo geométrico b) passo efetivo c) distorção d) passo real 56. As pás das hélices são torcidas: a) da raiz para a ponta b) da ponta para a raiz c) depende da hélice d) só a de madeira 57. Com um ângulo de incidência maior nas pás da hélice, o avião percorrerá menor distância, com maior potência. a) certo b) errado 58. As hélices de passo variável são conhecidas como hélices de velocidade constante. a) certo b) errado 59. Um avião bi – motor que tiver um motor parado, sua hélice não sendo embandeirada: a) ficará parada b) girará como um cata-vento c) nada sofre d) nenhuma das alternativas 60. Para auxiliar a diminuir a velocidade do avião após o pouso, podemos utilizar, se for o caso, a hélice em: a) passo bandeira b) passo máxima c) passo reverso d) passo efetivo 61. As distâncias de qualquer parte da pá de uma hélice até a linha central do cubo, constitui: a) a estação da pá b) o ângulo da pá c) o passo efetivo da pá d) o passo geométrico da pá 62. a) b) c) d)

De acordo com o passo da hélice se for: pequeno, temos pequeno avanço, grande velocidade, menos potência pequeno, temos pequeno avanço, baixa velocidade, maior potência grande, temos grande avanço, baixa velocidade e potência variável grande, temos pequeno avanço, grande velocidade, maior potência

63. a) b) c) d)

A tração de uma hélice pode ser aumentada por: aumento da massa de ar deslocada pela hélice diminuição da velocidade de deslocamento da massa de ar diminuição da massa de ar deslocada pela hélice aumento da velocidade de deslocamento da massa de ar

64. A parte da hélice próxima do cubo é mais robusta para suportar esforços por forças centrífugas e de tração: a) certo b) errado 65. a) b) c) d)

A diferença entre a potência indicada e a potência de um motor vale: potência teórica tração potência de arrasto potência massa

66. se: a) b) c) d)

A relação ou razão entre potência efetiva e potência indicada de um motor chamaciclo tempo rendimento térmico rendimento mecânico

67. A potência indicada é a potência que os gases possuem durante a fase de expansão. Ela é disponível: a) sobre o pistão b) no eixo da biela c) no eixo das manivelas d) em todas as peças citadas 68. a) b) c) d)

Se a potência de atrito de um motor aumentar, seu consumo específico: diminui não se altera oscila aumenta

69. A potência que os gases queimados em expansão possuem, é conhecida por potência: a) teórica b) efetiva c) de atrito d) indicada 70. a) b) c) d)

Os fatores operacionais que alteram a potência do moto são: RPM, temperatura de admissão e mistura Curso, cilindrada e taxa de compressão RPM, mistura e pressão de admissão Cilindrada, RPM e tempo

71. a) b) c) d)

A potência efetiva de um motor sofre influência da unidade, assim a mesma: aumenta quando a unidade aumenta diminui quando a unidade aumenta diminui quando a unidade diminui não se altera quando a unidade diminui

72. a) b) c) d)

A unidade atua na potência porque afeta: a densidade do ar o teor de água na gasolina a densidade da gasolina todas as alternativas

73. A altitude crítica de um motor é a altitude: a) na qual o motor falha b) na qual o carburador afoga o motor c) máxima que pode ser atingida com o acelerador todo aberto d) máxima que pode ser atingida com uma combinação de potência e RPM com a borboleta toda aberta 74. a) b) c) d)

A potência disponível no eixo da hélice do motor é a: indicada tratora efetiva de atrito

75. Quando os manuais e especificações falam da potência do motor referem-se à potência: a) tratora b) efetiva c) de atrito d) indicada 76. a) b) c) d)

A potência que o avião necessita para realizar todas as fases de seu vôo é a : disponível efetiva indicada requerida

77. A tração da hélice de passo variável é maior do que a de passo fixo, porque seu ângulo na decolagem é menor do que a de passo fixo. a) certo b) errado 78. a) b) c) d)

A função do compressor no motor à reação é a de fornecer: combustível ar e combustível ar gases

79. a) b) c) d)

Em um motor à reação as fases ocorrem: de modo contínuo intermitente de ação e reação nenhuma das alternativas

80. a) b) c) d)

A partida do motor à reação é dada por um motor de arranque que move: turbina câmara de compressão compressor compressor e turbina

81. a) b) c) d)

Durante o vôo o ar é admitido por meio de: compressor pressão de impacto compressor e pressão de impacto turbina

82. a) b) c) d)

Deixando o compressor o ar vai para: turbina câmara de combustão bocal nenhuma das alternativas

83. A queima da mistura combustível na câmara de combustão, durante a partida do motor é realizada por: a) espontaneamente b) centelha elétrica c) calor d) alta pressão 84. a) b) c) d)

Os gases queimados quando saem da câmara de combustão vão para: compressor injetor escapamento nenhuma das alternativas

85. A tração que propulsiona o avião com motor à reação puro é devido à velocidade dos gases na saída do bocal propulsor. a) certo b) errado c) depende do tipo do motor 86. A força propulsiva produzida por um motor turbohélice é parte produzida pêlos gases na saída e parte pela hélice, na proporção de: a) hélices 20% e gases 100% b) hélices 20% e gases 80% c) gases 10% e hélices 90% d) gases 20% e hélices 80% 87. a) b) c) d)

A pás de um motor turbofan são em relação à hélice do turbohélice: iguais maiores menores nenhuma das alternativas

88. a) b) c) d)

O ar que o motor turbofan puxa é entregue: totalmente ao compressor à câmara parte do compressor à turbina

89. a) b) c) d)

No motor turbofan quem aumenta a tração é: a turbina o ar das pás desviado do compressor o ar que vai ao compressor a velocidade dos gases

90. a) b) c) d)

O motor pulsojato tem esta nome porque a queima do combustível no seu interior é: contínua internamente retardada lenta

91. a) b) c) d)

As válvulas instaladas na parte dianteira do motor pulsojato são abertas: no início da queima da carga combustível durante a queima da carga combustível no fim da carga combustível quando os gases queimados saem do motor

92. O motor à reação que precisa estar se deslocando para poder iniciar o funcionamento é o: a) pulsojato b) turbohélice c) estatoreator d) turbofan 93. A capacidade que um motor à reação tem de absorver objetos abandonados em sua vizinhança, chama-se: a) indigestão b) ingestão c) pressão d) tração 94. A velocidade de um avião ou foguete relacionada com a velocidade do som recebe o nome de: a) razão de compressão b) número de Mach c) número de Reynolds d) tração 95. a) b) c) d)

A forma de tomada de ar mais eficiente para vôos subsônicos é a do tipo: venturi entrelada boca de sino pitot

96. a) b) c) d)

Para evitar ingestão na turbina algumas delas têm o sistema: elétrico formador de redemoinhos ou vortex boca de sino nenhuma das alternativas

97. a) b) c) d)

Na turbina PT 6 usada nos Bandeirantes, evita-se a ingestão usando-se aberto o: separador inercial atuador elétrico passo bandeira saída de ar

98. a) b) c) d)

Nos motores à reação modernos de baixa tração, usa-se mais, os compressores: axial centrífugo axial – centrífugo nenhuma das alternativas

99. O fluxo de ar paralelo ao eixo que liga a turbina ao compressor, é característica do compressor: a) axial – centrífugo b) centrífugo c) axial

d) nenhuma das alternativas 100. A sangria do compressor axial é adotada com a finalidade de aliviar o mesmo, em certas condições operacionais, a fim de evitar-se: a) estol b) aumento de velocidade c) compressão d) difusão 101. A câmara de combustão dos motores à reação é entregue: a) a mistura ar e combustível b) ar e combustível c) combustível e óleo d) ar e gases queimados 102. Os gases queimados precisam ser resfriados porque: a) o material da câmara não suporta temperaturas elevadas b) com a temperatura elevada há perda de tração no motor c) o material da turbina não suporta temperaturas elevadas d) com o resfriamento dos gases da câmara obtém-se maior eficiência da queima 103. Para a refrigeração dos gases queimados usa-se: a) ar b) água c) óleo d) combustível 104. A mistura do combustível com o ar e a sua queima é realizada: a) no difusor da câmara b) no queimador c) na camisa d) no compressor 105. Os motores á reação de compressor centrífugo usam câmaras tipo: a) anular b) caneca c) canular d) axial 106. A câmara do motor à reação com maior facilidade de remoção é a: a) anular b) caneca c) canular d) nenhuma das alternativas 107. Nos motores turbohélices, a hélice é acionada por meio de: a) compressor b) difusor c) turbina d) gases quentes 108. A parte do conjunto da descarga responsável pela produção da tração é: a) tubo b) bocal propulsor c) turbina d) nenhuma das alternativas

109. Os gases de escapamento saem do motor à reação em relação à velocidade do ar que entra no mesmo: a) igual b) maior c) menor d) inferior 110. A RPM do conjunto compressor – turbina é controlada pelo sistema de: a) ignição b) combustível c) admissão d) lubrificação 111. A pulverização na câmara dos motores à realizada por: a) queimador b) governador c) acelerados d) nenhuma das alternativas 112. Sem injeção de água a tração do motor turbojato diminui quando a temperatura do ar for de: a) 30º C. b) 40º C. c) 35º C. d) 25º C. 113. A injeção de água ou metanol na entrada do compressor causa: a) aumento da temperatura do ar admitido b) aumento da pressão do ar admitido c) diminuição da temperatura do ar admitido d) aumento do fluxo de combustível 114. O sistema de injeção na câmara de combustão dos motores à reação é usado geralmente nos motores: a) turbohélice b) turbojato c) turbofan d) estatoreator 115. No sistema de injeção na câmara, o líquido refrigerante é injetado através de: a) queimador b) injetor c) compressor d) pulverizador 116. No motor à jato é possível os sistemas de partida e de ignição funcionando independentes um do outro a) certo b) errado c) só em cruzeiro d) na decolagem 117. O gelo que se forma na entrada de ar do motor à reação causa: a) aumento da RPM b) diminuição da RPM

c) diminuição da temperatura d) nenhuma das alternativas 118. As hélices dos motores turbohélices são degelados por meio do sistema anti – gelo: a) elétrico b) pneumático c) hidráulico d) líquido 119. A formação de cristais de gelo no combustível dos motores à reação ocorre principalmente quando o mesmo passa: a) na bomba b) no filtro c) no transmissor d) no FCU 120. A ventilação do motor à reação é um procedimento adotado para: a) eliminar o ar acumulado na c6amara b) eliminar o combustível acumulado nas câmaras c) esfriar o motor d) aquecer o motor de partida 121. Durante o processo de ventilação o motor à reação é acionado pelo arranque com: a) a ignição desligada b) a ignição ligada c) o combustível cortado d) ignição e combustível cortados 122. O manômetro do óleo lubrificante é um instrumento que mede pressão: a) absoluta b) relativa c) absoluta ou relativa d) barométrica 123. Os manômetros de pressão absoluta são geralmente graduados em PSI. a) certo b) errado 124. O manômetro de pressão de admissão é do tipo: a) pressão absoluta b) pressão relativa c) pressão atmosférica d) nenhuma das alternativas 125. Os manômetros de óleo são do tipo: a) pressão relativa b) pressão absoluta c) pressão atmosférica d) nenhuma das alternativas 126. Nos manômetros de pressão absoluta as variações são medidas por uma (um): a) cápsula aneróide b) tubo de Bourdon c) cápsula calibrada

d) nenhuma das alternativas 127. Nos termômetros de pressão de vapor usamos: a) cápsula aneróide b) vácuo c) tubo de Bourdon d) nenhuma das alternativas 128. O turbo de Bourdon para medir baixa pressão é feito de: a) aço b) platina c) ferro d) bronze fosforoso 129. O tubo de Bourdon para medir alta pressão é feito de: a) aço b) platina c) ferro d) bronze fosforoso 130. O termômetro que mede a temperatura do óleo é do tipo: a) elétrico b) termocouple c) termal d) pressão de vapor 131. O contagiro ou tacômetro mede as rotações por minuto do (a): a) eixo da hélice b) eixo de manivelas do motor c) pino do pistão d) nenhuma das alternativas 132. O primeiro instrumento que indica falha do motor é o: a) medidor de potência b) contagiros c) manômetro de óleo d) termômetro do vácuo 133. O tacômetro mecânico é também conhecido por: a) tacomecânico b) contra – peso c) tacômetro centrífugo d) nenhuma das alternativas 134. O tacômetro elétrico possui um voltímetro indicador de RPM que mede a voltagem do: a) gerador b) motor de partida c) eixo da hélice d) nenhuma das alternativas 135. O tubo de pitot fornece pressão: a) estática b) dinâmica c) atmosférica d) estática e dinâmica

136. O altímetro trabalha com pressão: a) dinâmica b) decimal c) estática d) estática e dinâmica 137. O indicador de subida e descida trabalha com pressão: a) dinâmica b) decimal c) estática d) estática e dinâmica 138. O velocímetro trabalha com pressão: a) dinâmica b) decimal c) estática d) estática e dinâmica 139. Se o furo dianteiro do tubo de pitot estiver entupido, o altímetro e o velocímetro não terão indicação. a) certo b) errado 140. Para eliminar a água no tubo de pitot existe um: a) dreno b) ar de impacto c) tubo d) nenhuma das alternativas 141. O aquecimento do tubo de pitot é feito por meio de: a) vapor d` água b) tubo de Bourdon c) resistência elétrica d) nenhuma das alternativas 142. A peça fundamental do altímetro é a (o): a) indicação b) tubo de Bourdon c) cápsula aneróide d) nenhuma das alternativas 143. O velocímetro mede a velocidade do avião em relação a (ao): a) solo b) velocidade da hélice c) rotação do eixo do motor d) ar atmosférico 144. A propriedade dos instrumentos girocópicos que não permite a mudança de sua posição em seu eixo, chama-se; a) endurance b) precessão c) firmeza d) nenhuma das alternativas

145. O rotor do instrumento giroscópico impõe uma resistência à força que atua no sentido de fazer que ele gire em torno do eixo horizontal, portanto permitindo que este só venha a girar em torno do eixo vertical. Esta propriedade, chama-se: a) endurance b) precessão c) firmeza d) nenhuma das alternativas 146. O princípio de funcionamento do giro direcional é o da: a) precessão b) rigidez c) firmeza d) nenhuma das alternativas 147. Uma curva à direita feita compensadamente fará com que o inclinômetro ( bolinha ) permaneça: a) à direita b) à esquerda c) no centro d) nenhuma das alternativas 148. Para a inspeção de peças não ferrosas, a fim de se verificar se as mesmas estão rachadas, usa-se o processo de ensaio não destrutivo: a) ultrasom b) raio X c) líquidos penetrantes d) todos os citados 149. Para inspeção de câmara de combustão sem ser necessário desmontar o cilindro, usa-se o aparelho chamado: a) boroscópio b) calibre c) anemômetro d) paquímetro 150. Para a verificação das dimensões de eixos, pinos, mancais e buchas, usa-se: a) micrômetro b) calibrador telescópio c) deflectômetro d) boroscópio 151. A manutenção preventiva tem por finalidade a recuperação de um equipamento ou de uma peça que falhou em seu funcionamento. a) certo b) errado 152. A inspeção visual é aquela feita somente a olho nu: a) certo b) errado 153. O período estabelecido para revisões do motor são recomendadas pelo: a) aeroclube b) fabricante do avião c) fabricante do motor d) nenhuma das alternativas

154. Durante a inspeção, constatou-se que o cabo massa da chave de ignição está partido, assim: a) o motor não pode ser posto a funcionar b) não é possível regular-se a marcha lenta do motor c) não se pode parar o motor pela ignição d) o motor trabalha acelerado 155. O período recomendável para substituição das velas é de: a) 400 horas b) 100 horas c) 010 horas d) 1000 horas 156. Se uma bola de borracha ou bexiga cheia de ar for furada, a saída do ar faz a mesma mover-se seguindo o princípio de: a) ação b) reação c) inércia d) ação e reação 157. Se a bola ou bexiga da pergunta anterior fosse colocada no vácuo, não haveria movimento da mesma: a) certo b) errado c) verticalmente d) horizontalmente 158. A função do compressor no motor à reação é a de fornecer ao mesmo: a) combustível b) ar combustível c) ar d) gases 159. O compressor de um motor à reação é acionado após a partida, por meio de: a) motor elétrico b) outro compressor c) turbina d) pistão 160. O motor à jato é um motor em que as fases operacionais ocorrem simultaneamente; desse modo não há tempo motor: a) certo b) errado c) no compressor d) na câmara 161. A partida do motor é dada por meio de um arranque que move: a) turbina b) câmara de compressão c) compressor d) compressor e turbina 162. A unidade responsável pela admissão de ar para o motor à jato é: a) turbina b) compressor c) arranque

d) câmara de combustão 163. Durante o vôo, o ar é admitido por meio de: a) compressor b) pressão de impacto c) compressor e pressão de impacto d) turbina 164. Deixando o compressor, o ar vai para: a) turbina b) descarga c) câmara de combustão d) outro compressor 165. A queima da mistura combustível na câmara de combustão é, durante a partida do motor, realizada: a) espontaneamente b) por centelha c) por calor da câmara d) por alta pressão 166. Os gases queimados, quando saem da câmara de combustão vão para: a) compressor b) descarga c) turbina d) radiador 167. Depois da turbina os gases vão para: a) compressor b) câmara c) tubo de descarga d) regulador 168. A turbina é movida por meio dos gases queimados e movimenta: a) câmara de combustão b) compressor c) arranque d) outra turbina 169. A velocidade dos gases queimados diminui na turbina, porém é aumentada: a) no tubo de descarga b) no bocal propulsor c) no compressor d) na turbina 170. A Tração que propulsiona o avião aparece nos motores à jato puro devido à velocidade de saída dos gases. a) certo b) na câmara c) errado d) no compressor 171. Assinalar os motores que não podem funcionar fora da atmosfera: a) turbo jato e foguete b) foguete e turbofan c) turbohélice e foguete

d) turbohélice e turbofan 172. O turbohélice é um motor cuja força propulsora é obtida exclusivamente pelos gases de escapamento: a) certo b) errado c) em decolagem d) em cruzeiro 173. Nos motores turbojato de compressor duplo, o ar passa primeiro: a) no compressor de alta b) no compressor de baixa c) na câmara d) na turbina 174. Em um motor turbojato de compressor duplo, o acionamento dos compressores é feito por: a) um eixo b) eixos concêntricos c) dois eixos d) três eixos 175. A força propulsiva produzida por um motor turbohélice é parte pela ação da hélice e parte pelos gases, na proporção de: a) hélice 20% e gases 100% b) hélice 20% e gases 80% c) gases 10% e hélice 90% d) gases 80% e hélice 40% 176. No motor turbohélice, a hélice tem em relação ao compressor, velocidade: a) menor b) maior c) igual d) dupla 177. As pás de um motor turbofan são em relação à hélice de turbohélice, com velocidade: a) maiores b) menores c) iguais d) dupla 178. As pás de um turbofan giram em relação à hélice de turbohélice, com velocidade: a) igual b) maior c) menor d) tripla 179. A quantidade de ar que as pás de um motor turbofan puxa é maior do que a puxada pelo compressor do motor turbojato. a) certo b) errado c) em decolagem d) em cruzeiro 180. O ar que o motor turbofan puxa é entregue:

a) b) c) d)

totalmente ao compressor à câmara parte ao compressor à turbina

181. No motor turbofan quem aumenta a tração é: a) à turbina b) o ar das pás desviado ao compressor c) o ar que vai ao compressor d) a velocidade dos gases queimados 182. O tipo de turbofan mais encontrado na aviação é o de ventoinha: a) na turbina b) na frente c) lateral d) vertical 183. O motor pulsojato tem este nome porque a queima do combustível no seu interior é: a) contínua b) intermitente c) retarda d) lenta 184. As válvulas instaladas na parte dianteira do motor pulsojato são abertas: a) no início da queima da carga combustível b) durante a queima da carga combustível c) no fim da queima da carga combustível d) quando os gases queimados saem do motor 185. O motor pulsojato pode começar a funcionar quando estiver estático, desde que lhe seja entregue: a) ar e combustível b) ar comprimido c) ar comprimido e combustível d) combustível 186. Durante o funcionamento do motor pulsojato, a queima da carga combustível é feita por meio de: a) velas b) queimadores c) auto combustão d) centelha 187. O motor à reação que necessita estar se deslocando para poder iniciar o funcionamento é o: a) pulsojato b) turbohélice c) estatoreator d) turbofan 188. O foguete não precisa de ar para queimar o seu combustível por que carrega oxigênio ou é capaz de através de uma reação química produzi-lo: a) certo b) errado c) depende da altitude

d) depende do tipo de foguete 189. A unidade de medida da corrente elétrica é: a) volt b) fluxo c) ampére d) watt 190. Se um guindaste eleva uma carga de 33000 lb, à altura de 10 pés, no tempo de 1 minuto, diz-se que este guindaste desenvolve a potência de: a) 1 HP b) 10 HP c) 33000 HP d) 0,1 HP 191. A unidade de potência HP eqüivale a: a) 550 lb b) 550 lb pés c) 550 lb pés/min d) 550 lb pés/s 192. Um objeto feito de níquel, pesando uma grama, necessita de 0,109 calorias gramas para que sua temperatura aumente de 1°C. A quantidade de calor 0,109 é conhecida por: a) calor de combustão b) calor específico c) temperatura específica d) densidade 193. Um motor à reação desenvolve a tração de l0.000 lb, consumindo 5000 lb por hora de combustível; o seu consumo específico será: a) 0,5 lb/hr.lb b) 2 lb/hr.lb c) 1 lb/hr.lb d) 0,5 lb 194. Um motor com consumo específico de 0,5 Ib./hr.lb, desenvolve uma tração de 8.000 lb; seu consumo horário será de: a) 4.000 lb b) 2.000 lb c) 8.000 lb d) 4.000 lb 195. Quando a velocidade rotacional de um motor ultrapassa o limite máximo de RPM diz-se que o motor: a) acelerou b) desacelerou c) normalizou d) disparou 196. Quando um avião com motor à reação estiver freiado, a tração que o desenvolve nesta situação é conhecida por tração: a) líquida b) estática c) dinâmica d) centrífuga

197. Em vôo, a tração que o motor desenvolve é conhecida, por tração: a) dinâmica b) estática c) fluída d) líquida 198. Um corpo preso por um cordão é girado. Se o cordão for solto o conjunto corpo cordão desloca-se devido a força: a) centrípeta b) de inércia c) centrífuga d) de atrito 199. A capacidade que um motor à reação tem de absorver objetos abandonados em sua vizinhança, chama-se: a) indigestão b) ingestão c) pressão d) tração 200. Quando se multiplica 1 watt x 10 segundos, obtém-se: a) 10 watt b) 10 joule c) 1 watt d) 1 joule 201. Quando na partida de um motor à reação a RPM não atinge o seu limite mínimo, diz-se que a partida é: a) fraca b) abortada c) quente d) fria 202. Quanto se multiplica a massa de um corpo pela velocidade que o mesmo desenvolve, obtém-se: a) quantidade de velocidade b) pressão c) tração d) quantidade de movimento 203. O produto de uma força por distância chama-se: a) torque b) pressão c) aceleração d) velocidade

View more...

Comments

Copyright ©2017 KUPDF Inc.