Livro em portugues (sedução) - Real World Seduction (swinggcat)

December 14, 2017 | Author: Dudu Franco | Category: Thought, Reality, Dogs, Woman, Man
Share Embed Donate


Short Description

Download Livro em portugues (sedução) - Real World Seduction (swinggcat)...

Description

1

REAL WORLD SEDUCTION DE SWINGGCAT

Traduzido por Mason, Sparky e Vanilla sky

2

3

Parte 1: Tornando-se o Prêmio

Capitulo II : Atributos de homens que são o prêmio Quando eu era mais novo eu sempre achei que as mulheres avaliavam os homens pelo valor das coisas que eles tinham, como suas roupas, seu carro, sua casa etc.. mas então na escola eu conheci um cara que não tinha nada disso: ele era velho, feio e pobre e não tinha nem casa nem carro. Mesmo assim, ele sempre tinha amigas gostosas, que paqueravam ele, chamavam ele e dormindo com ele. Isso não foi algo que ele me contou. Eu vi com os meus olhos as mulheres correndo até ele e dando-lhe grandes abraços, elogiando-o e implorando para que eles fossem a um encontro. Muitas vezes, ele simplesmente olhava em seus olhos e calmamente dizia “não”. Então eles tentavam convence-lo a sair com elas, e mais uma vez ele dizia ‘não’. Isso realmente frustrava as mulheres, mas era fascinante de se ver. No começo eu não entendia o que se passava. Eu até pensava que ele era algum traficante. Mas o que eu não percebia era que ele estava fazendo coisas que o deixavam como o PRÊMIO. Desde então, encontrei muitos homens que também agiam como premio. Vamos ver os atributos:

-ter uma conduta forte: Esses homens não tem medo de ter uma forte conduta. A maioria das mulheres gostam de homens que tenham uma conduta forte e dominante e na maioria das vezes, elas tentarão tomar o controle só para ver o quão certo de si mesmo ele está. Se elas descobrem que ele está inseguro com sigo mesmo ou tem uma auto-imagem fraca, elas irão ir embora. -ter altos padrões: Isso é uma parte importante para se tornar o premio. Primeiro, eles passam a mensagem através de suas atitudes e comportamentos de que muitas mulheres querem transar com eles. Segundo, eles deixam as mulheres saberem que eles não irão transar com elas se elas não preencherem suas expectativas, padrões e regras. Algumas mulheres irão pensar que este tipo de homem é arrogante e esnobe. Porem, a maioria das mulheres amam esses homens. -fazendo ela vir ao seu mundo A maioria dos casos, quando um homem esta afim de uma mulher, ele comete o erro de se tornar muito familiar em seu mundo. Deixe-me dar um exemplo: imagine um cara que tenta convidar uma garota para sair com ele, e a garota revida dizendo que ela j´pa tinha planos de ir a uma festa com seus amigos, mas que ela amaria leva-lo com ela. Quando o cara chega na festa, ele não conhece ninguém e a garota fica rodeada de pessoas que dão montes de atenção a ela. O problema com essa situação é que, a menos que nosso colega seja muito bom em PRIZING, a garota vai acabar tomando o controle, e como nós já vimos, isso é uma coisa ruim pois, HBs são atraídas a homens que tem uma forte conduta e liderança, não o contrário. Alem do mais, o cara agora ainda tem que se provar para os amigos da garota. Então se você quer que ela te veja como o PREMIO, tenha certeza de leva-la ao seu mundo, e não deixe que o contrario aconteça. Leve-a a pessoas que te admirem e te amem. Nessas situações você não terá de se provar para ninguém pois todos já gostam de você. Seus atributos de PREMIO irão fluir naturalmente e com seus amigos te elogiando e te admirando irão fazer que ela te veja cmo o premio novamente. Então, lembre-se que os prêmios não vão ao mundo delas, e sim o contrario. Porem, aqui temos um ‘mas’. Isso só se aplica nas primeiras vezes que você for sair com ela. Depois de um tempo, é aconselhável que você vá sim aos lugares dela pois, se você ficar fugindo disso, ela comecerá a te ver como inseguro!

4 - fazer ela te acomodar: A maioria das mulheres não gostam de homens que tentam acomoda-las muito. Isso acontece por que eles passam a impressão de que estão se esforçando demais para conseguir sua aprovação, e ficam como desesperados. Então, você não deve se preocupar em agrada-la com seu visual, com seu cabelo, com as musicas que você ouve nem com nada. Você não deve se preocupar com o que ela pensa de você, pois isso passa a mensagem de que você não tem confiança em si mesmo, e elas podem farejar isso a milhas de distancia.

- ser desafiador A maioria das gostosas adoram um cara que consegue desafia-las do jeito certo. A combinação de uma conduta forte, ter altos padrões, leva-la ao seu mundo, praticar Push/Pull e faze-la acomoda-lo já cria para elas uma experiência incrível de desafio.

- ter senso de humor No livro de Iceberg Slim chamado ‘Pimp’ ele diz: “Um cafetão fica feliz quando suas putas dão risadinhas. Ele sabe que elas estão dormindo”. Só para você saber, eu não estou dizendo para você virar um cafetão, e eu também não considero mulheres como putas. Mesmo assim, acho que Slim tem um ponto importante. Sempre quando o homem faz a mulher rir, ela esta confortável. Isso significa que ela para de julga-lo e analiza-lo a cada passo que ele dá, e sua defesa vai abaixo. Assim fica mais fácil de se ter uma conduta forte , conseguir o que você quiser e faze-la te perseguir. Humor também demonstra que você não leva o game tão a serio, e seriedade é o que mata a arte do PRIZING. Alem disso, uma das qualidades que as mulheres acham mais sexy em um homem é seu senso de humor. Na verdade, existem vários casos de mulheres que não achavam o homem atraente mas se apaixonaram por seu humor irresistível.

- ser vulnerável Se uma pessoa se passa por perfeita demais, as mulheres muitas vezes vão se sentir inseguras. Talvez por que os seres humanos são falháveis por natureza, elas pensem que você pode ser falso ou não-genuíno. Mesmo assim, eu descobri que, revelando algumas partes fracas de si mesmo nas primeiras horas da interação pode ser útil. Quando eu sou o premio, eu gosto de dizer para a HB algumas coisas sobre mim que revelem alguma vulnerabilidade ou parte fraca de mim mesmo.

- Demonstrar sinais de valor Há pouco tempo, eu estava lendo o livro de um biologista evolucionário Judeu, Amotz Zahavi, chamado “A desvantagem principal”. No livro, ele argumenta que os Machos Alpha de muitas espécies animais fazem propaganda ou demonstram certos sinais para que as fêmeas saibam que eles estão em boas condições para a sobrevivência, e assim um companheiro que vale a pena ter. Mas, de acordo com Zahvi, muitos desse sinais não são a propaganda das características que conduzem para a sobrevivência. Ao invés disso, esses são sinais passam a imagem contrária: de que eles não possuem muito em relação a condução dasobrevivência. Mas a mensagem para as fêmeas é a seguinte: apesar de ter essas caracteríticas, eu ainda posso sobreviver. Então, como isso se aplica em relação a ser PRÊMIO? Bem, como seres humanos, o cara que é indiferente ou rejeita uma possível oportunidade de fazer sexo com uma mulher atraente, está sinalizando: Apesar do fato de eu não transar com você,

5 meus genes sobreviverão porque eu tenho tantas outras oportunidades com outras mulheres atraentes. Em minhas experiências, deixar claro essa vibração é extremamente poderosa e uma parte muito importante de convencer com a mensagem de que você é o prêmio.

-Estar confortável consigo mesmo As mulheres ficam confortáveis com homens que estão bem com eles mesmos. Algumas sugestões. Uma delas é de você estar realmente confortável com mulheres bonitas à sua volta. Conheço muitos caras que somente gastam seu tempo com a mulher com quem eles estão dormindo. O problema com isso, é que, a não ser que o cara não seja bom em ser o PRÊMIO, ele não vai sair com muitas mulheres bonitas, significando daí que ele não vai se sentir à vontade consigo mesmo quando estiver com elas. Então caras, minha sugestão é que vocês façam amizade com cinco mulheres bonitas Essa mulheres vão te ensinar como encontrar mulheres bonitas muito mais do que qualquer curso de sedução por aí, ou qualquer livro que você leia sobre o assunto – não pelo que elas te contam, mas por analizar o subtexto da comunicação delas, e de observar seus padrões comportamentais. -Ser Metrossexual No excelente livro de Robert Greene, a Arte da Sedução, ele fala de como as mulheres acham os Metrossexuais – homens que possuem um charme feminino – irresitíveis. Acredito que ele esteja certo sobre isso. Praticamente todos os caras que conheço que são bons com as mulheres, são bem masculinos, e ainda possuem um certo charme feminino. Caras, antes que vocês saiam e comprem saias ( embora isso possa funcionar : Estrelas do rock cheio de glamour tão acostumados a transar bastante até, fazendo isso) , deixe-me ser mais específico. As mulheres acham os homens irresistíveis quando els tem um senso de estilo feminino e de humor, são atentos aos detalhes que somente as mulheres percebem, e que julgam as mulheres do mesmo modo que asmulheres julgam os homens. Agora, se isso ainda não está claro o suficiente, não se preocupe. Vamos falar mais sobre isso e como demonstrar essas atitudes mais tarde. Se quer um exemplo mais claro, dê uma olhada no Prince ou no Rudolf Valentino ( eles são/eram femininos, e ainda assim têm/tinham uma lado bem masculino deles).

- Provocar emoções variadas Encarem rapazes. A maioria das mulheres adora drama. Se elas não gostassem, a maioria das novelas já teriam sido canceladas há muito tempo. Homens simplesmente não assistem esses programas, a não ser que eles sejam gays. Mas dizendo ‘drama’ eu não quero dizer que as mulheres vêem como premio quem a faz sentir todas aquelas terríveis sensações de drama, como nas novelas. O que estou tentando dizer é que as mulheres gostam de estar do lado de pessoas, especialmente homens, que a levem em uma montanha russa de sentimentos. Isso significa que estar com um homem que pode tanto faze-la sentir triste, feliz, excitada etc faz ela ficar em um clima de suspense pois ele é imprevisível. Então que tipo de homem faz isso? Esse é o tipo de homem que uma hora demonstra desinteresse e na outra hora faz ela rolar no chão de rir. Em uma hora finje que não a conhece e depois mostra muito interesse. Isso é tudo sobre Push/Pulling, que será discutido mais tarde.

6 - Seja um libertino Seja uma pessoa que a ofereça coisas como perigo e aventura. Se você é mulher e esta lendo isso, eu estou falando sobre os famosos bad boys. Isso é como um Push/Pull, você a deixa na ponta dos pés sem nunca saber o que você fará em seguida: ela fica mergulhada no suspense, onde ela se vê mergulhada em uma montanha russa emocional. Esses caras representam um paradoxo às mulheres: eles são conhecidos por dar prazer a muitas mulheres ( embora eles não se comprometam em dar prazer ou amar nenhum mulher em particular) e isso faz com que as mulheres se sintam tentadas e confusas recebendo sinais misturadados (mixed signals). Vamos discutir esse poder depois.

Capítulo III :Atributos que espantam as mulheres: - procurar validação As mulheres odeiam caras que buscam sua validação e aprovação. Eu costumava ser esse tipo de cara, me preocupava até se ela iria gostar do lugar onde eu ia leva-la. Isso é um grande repelente de mulheres. Ao invés disso, elas adoram um homem que seja forte o bastante para conseguir sua aceitação de outras maneiras.

-homens que tem um senso de realidade fraco Este tópico é similar ao de cima. É o tipo de cara que esta incerto sobre si mesmo e sobre seus pensamentos diante do mundo. Então se você não sabe no que é legal ou não para se acreditar e esta nessa duvida, você tem alguns problemas. Agora, se você sabe o que pensa e já sabe o que deve pensar, mas tem medo de dizer isso as mulheres, você também tem problemas. Se um cara é fraco e deixa outras pessoas tomarem suas decisões, ela irá perder o interesse. Colocando de uma maneira fácil: mulheres gostam de homens que podem pensar por si mesmos e estão de acordo com as coisas que acreditam e gostam.

Capítulo IV : Crenças Pensamentos importantes para quem é o PREMIO: 1- não importa o quão psicótico seja, a maioria dos homens que eu conheço e que são bons com as mulheres, sabem que são os prêmios. Eles também são muito bons em passar esse pensamento para suas mulheres. (vamos falar depois sobre frames) 2- eles acreditam e sabem que mulheres são maravilhosas que gostam de fazer sexo e pedir. Tendo pensamentos contrários a esse te impedirá de conseguir se tornar o premio. 3- eles acreditam e sabem que conhecem mais do corpo e dos gostos das mulheres do que elas mesmas. 4- não importa ual a reaçao da mulher, você sempre tem algo a aprender. 5- sempre que uma mulher disser que não gosta de alguma coisa em você, o problema é dela, não seu ( isso se aplica na primeira vez que se encontra com a mulher) 6- não importa qual a presente reação dela para você (ou a situação), ela sempre esta querendo transar com você. Tudo que você precisa fazer é construir a situação correta.

7 7- você não precisa ser aceito por ela, mas ela precisa de sua aprovação. 8- toda mulher em algum nível quer você. A pergunta é: você as quer? Elas cumprem suas expectativas? 9- desde o momento que ela esta dando em cima de você, você decide se vocês vão ou não transar. Isso é um grande ponto para incluir o frame de que elas está atrás de você.

Capítulo V : INTRODUÇÃO AOS FRAMES e META-FRAMES Eu já citei esses nomes muitas vezes. E eu tenho certeza que muitos de vocês já entendem mais ou menos o que seria Frame, mas estão procurando por uma definição clara. Um frame é um foco geral ou direção que provê um guia geral para ações e pensamentos durante uma interação. Colocando do modo simples: O Frame determina o significado oculto das ações e pensamentos. Na outra mão, os meta-frames determina o signifcado geral da interação. Então, pense num meta-frame como um frame gigante que suporta todos os outros frames pequenos detro de si mesmo. Vamos ver um exemplo: imagine um cara que vai numa garota no bar e diz: “você é muito bonita” e a garota responde “tá tá, agora me compra uma bebida” e ele responde “claro, qualquer coisa que você queira, princesa” Agora imagine outro cara indo na mesma garota e conversando com ela. Depois de alguns minutos a garota diz “me compra uma bebida” e então o cara não se abala e diz “essa é a sua melhor frase para conseguir homens? Você me pareceu mais criativa antes!” Eu apostaria bastante dinheiro que o primeiro cara não conseguiu a garota. Mas, o segundo tem uma boa chance. Você deve estar se perguntando o por que disso ou qual a diferença dos dois ou talvez o que houve aqui. A diferença é que no primeiro exemplo, o cara reponder positivamente para o pedido rude da mulher fez os frames de que: 1- ele a quer longe, desde o momento que ele recompensou o mal comportamento dela 2- ele deve estar interessado nela e não o contrario 3- ele está tentando fazer com que ela fique e fale com ele. Colocando em outras palavras, essa é a maneira como ele esta permitindo que o significado geral de suas ações e pensamentos fique. Infelizmente, esses frames todos que ele implantou criam o meta-frame de que ELA é o premio. Ele está tentando conquista-la e etc... esta meta-frame não ira fazer com que este cara transe com alguém. Alguns de vocês deve pensar que esse papo todo de frames é bobagem por que uma pessoa não pode mudar o significado geral de uma interação, há somente uma realidade fixa. Mas eu estou aqui para dizer a você que isso não é verdade pois, significados gerais e frames não são uma realidade fixa. Então, quando uma mulher diz algo rude a você e você coloca isso como uma realidade, você entrou no frame dela. Quando você diz algo a uma mulher e ela aceita isso, ela está em seu frame. E isto é somente algo qua as pessoas aceitam ou não como sua realidade. Colocando em outras palavras, frames, meta-frames e significados gerais não são de fato reais. Então vamos dar uma olhada no segundo cara, que tem umas boas chances de conseguir a garota. A razão pela qual ele não caiu no meta-frame dela é que ele consegue se desviar dela e tem o frame de que ele é o premio. Agora ela pode ou não cair em seu meta-frame. Enquanto isso ele passa a mensagem de que não irá se render ao meta-frame dela. Isso é muito importante.

Capítulo VI : CONTROLANDO O META-FRAME

8 Agora você já deve ter entendido o que são frames e meta-frames, e deve até poder conseguir reconhecer alguns. Mas deve estar curioso para saber como criar, manter e controlar esses frames. Eu me lembro de estar em situações com uma mulher que estava tomando o controle do frame e eu sabia disso, porem não sabia o que fazer. Mas estou prestes a te ensinar um meio de 4 passos para controlar o meta-frame.

Passo 1: Definindo o meta-frame O primeiro passo de tudo é criar o meta-frame. Ou seja, definir o significado geral da interação. Se você não cria-lo, as mulheres vão. Em minhas experiências, deixar uma mulher criar o meta-frame da interação ira fazer com que suas chances com ela caiam drasticamente. O que eu estou dizendo é que você precisa estar no controle de cada situação com ela. Aqui estão aqguns frames que eu pessoalmente uso: 1234-

você é o premio. ela é quem está dando em cima de você e quer te ganhar ela te quer tanto que quer transar com você vocês irão transar, mas somente se ela alcançar suas expectativas e padrões.

Passo 2 : Definindo o meta frame e avançando O segundo passo é assumir o meta-frame e avançar. Um grande ponto é assumi-lo antes mesmo de iniciar a interação. Isso significa que se eu estou em um bar ou em algum lugar e vejo uma linda mulher, não importa o que aconteça o meu meta frame já será o descrito acima. Colocando em outras palavras, antes do inicio da interação eu já assumi que todos os significados das ações dela irão se encaixar no meu meta-frame. O que eu recomendo é que você memorize e acredite, enquanto diz para si mesmo as afirmações acima. Deste modo você irá condicionar suas ações para assumir este meta-frame automaticamente quando falando com uma mulher.

Passo 3 : A arte de não esclolher ela Vou explicar agora a Arte de Não a Escolher. No fundo no fundo, a maioria das mulheres bonitas já assumiram que todos os homens querem transar com elas e que eles fariam isso na primeira oportunidade que tivessem. Elas assumem na maioria dos casos que elas escolhem (ou melhor, aceitam) o cara, e que ele simplesmente esta seguindo. Há muitas coisas no cortesia humana que fazem com que fique fácil para as mulheres assumir esse frame: 1- normalmente o homem é quem chama a mulher para dançar. Ela pode tanto aceitar como rejeitar. 2- normalmente o homem chama a mulher para sair. Ela pode aceitar ou rejeitar. 3- normalmente o homem pede a mão de mulher em casamento. Ela pode aceitar ou rejeitar. Deve ser por isso que, quando uma mulher esta interessada num cara, ela quase nunca dá em cima dele. Ao invés disso, elas tentam colocar o cara para dar em cima delas. Por exemplo, quando uma mulher está afim de um cara, ao invés de ir lá e conversar com ele, ela irá fazer coisas que façam com que ele perceba que ela está afim, esperando que ele se aproxime dela. Este é um frame brilhante pois, mesmo que elas sejam as mlheres que estejam interessadas no cara, elas giram tudo para fazer com que ele dê em cima dela. Isso é muito poderoso por que não somente assume que é o homem que gosta delas como também que ele que precisa de sua validação. Quando nós pensamos sobre isso desta maneira, faz parecer com que os homens são cachorrinhos que correm por aprovação, não é?

9 As mulheres sabem que elas são quem normalmente escolhem e que isso é uma faca de dois gumes. Em uma mão elas tem esse grande poder de saber que a maioria dos homens transaria com ela no ato e que eles facilmente entrariam no frame de que ela é o premio. Mas isso nos leva a um outro lado cheio de inseguranças. Primeiro por que elas podem pensar que o cara só esta transando com elas por que elas o escolheram, e não por que ele as ama de verdade. Segundo por que muitas vezes se um homem vê a mulher muito como o premio e faria de tudo para ganha-la, ela começara a vê-lo como alguém de baixo valor. Ela começara a pensar o por que dele fazer todas aquelas coisas por ela. Os pensamentos irão fluir em sua mente se perguntando se ela quer mesmo transar com um cara destes. Muitas mulheres se referem a isso como ‘tentando duro demais’. Por estas razoes, é meu modo de pensar que quando um cara se encontra com uma mulher pela primeira vez, uma das melhores coisas que ele pode fazer é não escolhê-la (ou simplesmente tentar escolhê-la ou aceitá-la), antes que ela tenha a chance de decidir aceitá-lo. Então mude seu meta frame: 1234-

você é o premio. ela é quem está dando em cima de você e quer te ganhar ela te quer tanto que quer transar com você vocês irão transar, mas somente se ela alcançar suas expectativas e padrões.

Mais à frente, mesmo que ela não entre no seu meta-frame na mesma hora, “não escolhela” a prevê de não escolher você. Talvez seja por isso que algumas mulheres se apaixonam por babacas. A maioria das vezes quando um homem ignora uma mulher atrativa e age como um babaca elas pensam: “por que ele não me aceita? O que há de errado comigo? Como eu faço para faze-lo gostar de mim?” Vamos falar disso depois. Pessoal, custei anos para descobrir isso. Mas, sério, é muito poderoso.

Passo 4 : Colocar frames que implicam no meta-frame. O quarto passo é colocar frames que implicam no meta-frame. Você se lembra do que são frames? Então você também deve lembrar que os frames fazem o meta-frame. Colocando em outras palavras, o modo como o significado das coisas na conversação se define implica no significado geral de toda a interação. Isso significa que você precisa estar controlando os frames. Aqui estão algumas coisas que eu faço: 1- colocar um frame em alguma reação, ação ou alguma coisa sobre ela de que ela não é boa o suficiente para mim, ou que ela não conseguiria lidar comigo. Isso implica também que eu sou o premio. 2- colocar um frame em alguma reação, ação ou alguma coisa relacionada a ela de que ela que está interessada e que ela está tentando me ganhar ou está me perseguindo. Isso implica também que eu sou o premio. 3- colocar um frame em alguma reação, ação ou alguma coisa relacionada a ela de que ela é um pouco maluca (quando uma mulher está tentando te colocar em algum frame e você vê que ela está viajando um pouco, ou que a coisa não tem posição na realidade) 4- quando colocando um frame de que ela tem falta de classe implica em muitas coisas boas, como por exemplo que eu sou o premio.

10 5- colocar um frame em alguma reação, ação ou alguma coisa relacionada a ela de que ela não é popular ou tem alguma carência na área social (não tem muitos amigos, muitos relacionamentos etc). Uma vez que você é o ‘legal’ e ela é a ‘excluida’, você é o cara quem julga as ações dela e não o contrario. Aqui você também é o premio. 6- acusa-la de que ela não vive a vida que gostaria de viver. Isso implica que eu sou o premio. 7- colocar um frame am alguns de seus comportamentos, ações, ou coisas sobre ela, querendo dizer que ela é um pouco estranha ( as garotas sempre chamam os caras de estranhos e não há nada que mexa mais com elas do que você dizer que elas são estranhas. Minha nossa, eu amo essa!) 7- colocar um frame em alguma reação, ação ou alguma coisa relacionada a ela de que ela está sendo rude ou insensível. Isso implica que ela não cumpre as minhas expectativas ou não atinge meus padrões. Mais uma vez sou o premio. Nossa isso é bom. Estou ficando exitado só de escrever essas coisas. Perceba que a maioria dessas frames são frames que as mulheres já usam nos homens. Então, eu uso muitos dos frames que elas usam nos caras para que eles se sintam patéticos. Isso é extremamente poderoso especialmente se você conseguir faze-las rir enquanto coloca os frames. Como já mencionei antes, a guarda delas fica baixa e fica mais fácil para você prosseguir com qualquer técnica.

PARTE 2 : PREMIABILIDADE No ultimo capitulo, nós discutimos sobre os atributos, crenças e pensamentos importantes para ser o premio. Nesse capitulo, irei contar-lhes técnicas especificas para se tornarem o premio.

Mostrar X Exibir Há alguns caras que tentam se tornar como premio exibindo suas qualidades, seus carros, sua grana. Porem, assim acabam mostrando para a mulher que eles NÃO são o premio. O que esta havendo aqui? Por que uma mulher não ficaria interessada pelas coisas materiais de um cara? Não é que ela não esta interessada nessas coisas caras. É que o fato dele ficar falando e exibindo mostra que são inseguros. Quando um homem tenta impressionar uma mulher constantemente falando sobre isso ou aquilo, ele se passa por inseguro e que estão tentando compensar por algo mais que eles não tem. As mulhers consideram isso normalmente como “tentando duro demais”. E outra, exibindo todas as suas qualidades coloca você em um frame de que ela é o premio, por que você esta tentando ganha-la, e não o contrario. É muito melhor aprender a mostrar seu lado positivo de uma maneira que você não passe por exibido ou desesperado. Se você não tentar impressiona-la, ela te verá como o premio, e talkvez até comece a exibir as qualidades que ela mesma tem para dar em cima de você.

Capítulo VII : Algumas palavras sobre estilo Eu creio que ser considerado ‘boa pinta’ é importante, e uma parte de se tornar o premio.

11 Por que? Por causa que se uma mulher te vê como boa pinta, você se torna o premio para ela. A boa noticia se você não for um desses caras, tem algumas coisas que você pode fazer. A razão disso é que ser ‘boa pinta’ para a maioria das mulheres tem haver com ser boa pinta de uma maneira convencional. Mas ainda tem muito haver com encontrar um estilo que se encaixe bem em você. As mulheres acham muitos estilos de caras atrativos, e o que eles tem em comum é que todos tem um estilo que combina com eles mesmos.

Capítulo VIII : COMO CONHECER MULHERES Você já percebeu como alguns caras são capazes de se aproximar de uma mulher completamente estranha e em poucos minutos fazer ela rir e se divertir? Agora a coisa mais estranha é que alguns desses caras são gordos, pobres, carecas e velhos. O lado totalmente oposto disso são caras que ainda não possuem a habilidade de se aproximar de uma mulher completamente estranha e fazê-la rir em poucos minutos ( não se preocupe se você se encaixar nessa segunda categoria, eu era assim). A coisa engraçada é que muitos dos caras que se encaixam nessa segunda categoria são ricos, jovens e bonitos. Para alguns desses caras, a idéia de se aproximar de uma mulher completamente estranha é mais assustadora do que nadar em um tanque cheio de tubarões. Para outros, eles conseguem se aproximar das mulheres, embora sempre pareçam obter uma resposta negativa delas. Uma coisa que parece óbvia é que aparência, dinheiro e sucesso isoladamente não determinam o quanto uma mulher irá reagir para um homem quando ele se aproxima dela. Acho que a coisa mais importante se resume à habilidade. Essa habilidade é super importante porque as mulheres julgarão e testarão o quão VALIOSO você é em relação ao modo como você as conhece. Assim, sabendo como se aproximar das mulheres é a parte mais importante de SER O PRÊMIO.

Iniciando Iniciar não é abrir uma conversa com uma mulher, mas conseguir a atenção dela. Nada mais. Alguns caras começam uma conversa com uma mulher dizendo algo como: "Você é tão linda. Qual é o seu nome?" Isso não é bom e mostra falta de SER O PRÊMIO. Vamos ver os motivos disso. O primeiro, é que ao chamar a garota de "bonita" você pressupõe um Frame de que ela é o prêmio ( lembre-se, queremos fazer o oposto disso). Em segundo lugar, ao perguntar o nome da garota, você está demonstrando interesse nela e portanto assumindo que ela é o PRÊMIO. ( uma regra geral: quando você encontrar uma garota pela primeira vez é sempre melhor não fazer perguntas. Apenas converse e ela começará a fazer perguntas. Perguntas pressupõem que ela está interessada em você e o que você tem que dizer. Falando de outra maneira, isso assume que você é mais "PRÊMIO" do que ela. Contudo, uma vez que ela começa a te fazer perguntas, pode ser poderoso você começar a lhe fazer perguntas. Falaremos mais sobre isso quando chegarmos ao capítulo sobre rapport.)

12 Um bom começo MOSTRA todas as coisas certas e não dá à mulher o controle do meta-frame : não envia a mensagem de que ela é o PRÊMIO, de que você quer a aceitação dela e de que você está se esforçando pra levar ela pra cama. Aqui está um dos meu OPENERS favoritos

Opener "Você me machucou" Quando estou em um bar eu deixo meu cotovelo bem afastado de mim. Isso faz com que acidentalmente alguma garota encoste de leve em meu ombro. Quando isso acontece eu digo em um tom de murmúrio: " Nossa, você me machucou!" Geralmente elas começam rir. De vez em quando você topará com uma mulher de raciocínio mais lento que pedirá mil desculpas. Nesse caso, eu digo: " Espero que você tenha um bom advogado, porque eu vou te processar". Geralmente elas cairão na risada e dirão, "pára" enquanto te dão alguns socos de leve ou te empurram. Nesse caso, você deve continuar com: "Você gosta de tocar hein... eu acho que vou te processar também por assédio sexual". Nesse ponto elas esterão rindo pra caramba. Isso funciona porque você está convencendo que você não precisa da aceitação dela. Ao contrário, você está demonstrando de um modo engraçado que você não liga para o resultado. Deixando claro que você não se importa com o resultado ou o que a mulher vai pensar a teu respeito, é uma das melhores maneiras de mostrar para as mulheres que você é o PRÊMIO.

Opener "Ele já ligou?" Telefones celulares têm se tornado tão populares que é bastante comum ver mulheres bonitas dando uma checada neles dentro de bares. Um coisa ótima de se fazer e que pega uma mulher de surpresa, é você dizer para elas enquanto elas estão checando seus celulares : "Ele já ligou?" Isso sempre arranca boas risadas e coloca um Frame no comportamento dela como sendo um pouco carente. Isso implica noss meta-frame: 1. De que você é o prêmio. 2. De que ela está fazendo você gostar dela, ou tentando te "ganhar" - seja isso no sentido da atração, aceitação ou validação. 3. De que ela te quer tanto que ela está tentando te levar pra cama. 4. De que vocês vão dormir juntos, mas somente se ela estiver à altura dos teus padrões e expectativas. Apenas pense: dentro de poucos segundos de conversa com uma mulher, você já pode estabelecer o meta-frame com ela.

Openers Conversacionais Openers conversasionais significam abir um conversa com uma mulher, ou grupo de mulheres. Eu descobri que uma das maneiras mais fáceis de abrir uma conversa com uma mulher é pedir sua opinião sobre algo. Para realmente fazer openers conversasionais funcionarem, você precisa convencer, antes de mais nada, de que tudo o que você quer é a opinião dela, e de que você não tem interesse nem mesmo de ser amigo dela. Então, fique ciente da sua linguagem corporal. Se a tua linguagem corporal está te entregando, de que na verdade você quer ser aceito e de que elas gostem de você, as mulheres vão sacar isso. As mulheres são bem ligadas nisso. Certo. Vamos a alguns ótimos Openers conversasionais para se usar com as mulheres.

13

O opener da amiga traidora Diga para um mulher ( ou mulheres) : "Eu quero a sua opinião sobre uma coisa...uma amiga minha tá desconfiada de que sua colega de quarto tá dormindo com o namorado dela. Então ela leu todo o diário da amiga dela...e dito e feito. Ela tava certa. A colega dela tava dormindo com o seu namorado... Então a pergunta é: ela deve confrontar sua colega de quarto ou não?" Esse opener conversasional é ótimo, porque as mulheres, como sabemos, adoram fofocas e drama. Depois que você fez elas entrarem no assunto, elas não vão parar de falar.

O Opener dos cachorros pug/beagle Eu começei a usar esse opener poucos meses atrás. Esse é o meu favorito, porque as pessoas sempre ficam muito animadas com ele. Então, aqui vai ele: Diga para uma mulher ( ou mulheres): " Vocês conhecem bem as músicas pop dos anos 80? (Se elas parecerm novas, pergunte sobre os anos 90)...que bom, é que meu amigo acabou de comprar um cachorro Beagle e um Pug... o pug é macho e a Beagle é fêmea. Ele quer dar um nome pra eles, de alguma dupla dos anos 80. Eu tava pensando em Sonny e Cher porque o Sonny se parece com um Beagle e a Cher com um Pug, mas eles são dos anos 70... Ou que tal Prince e Carmen Electra? Não....Isso não ia dar certo, porque o Prince se parece mais com um Chihuahua do que com um Pug. Então, garotas, eu preciso de um nome para os cachorros" Eu não sei porque mas esse opener é puro ouro. Eu acho que é porque as mulheres adoram animais de estimação e música. Sabe-se lá o porquê....

Revisão As mulheres te julgarão pelo modo como você se aproxima delas. Por este motivo, aproximar-se é uma parte muito importante de SER O PRÊMIO. Há duas partes na aproximação: iniciar e abrir. Iniciar é ganhar a atenção da mulher. Abrir é entrar na conversa com ela.

Capítulo IX : COLD READING – Leitura fria O primeiro passo é perceber que mesmo que as mulheres pensem que são totalmente únicas – e eu realmente acho que elas são únicas em alguns aspectos – elas dividem muitas coisas similares. Uma vez que eu percebi isso, eu vi também que poderíamos usar similariedades para descrever seu interior. Agora a parte estranha é essa: não somente as mulheres acharam que eu era muito aguçado com minhas leituras quando eu usava as generalizações mas elas também quase nunca percebiam o que eu fazia. Na verdade, ela me rotularam como alguém que tinha algum tipo de poder psíquico para descobrir quem elas eram. Creio que a razão para isso funcionar é que pelas pessoas acharem que são únicas, elas nunca percebem que você está de fato usando características gerais delas. Mas há algumas técnicas que podem fazer com que as generalizações se tornem únicas para as pessoas em quem você está lendo. Uma dessas técnicas é ser vago. Agora você deve ter pensado: “se eu for vago, as pessoas não irão tentar se esclarecer?” ou “elas não vão saber o que estou fazendo?”. Mas isso não é o que acontece. Na verdade, a maioria das mulheres vê as coisas vagas como profundas. E quando você é vago, as pessoas irão encontrar os detalhes por si mesmas, baseadas em suas próprias realidades, como se você tivesse a intenção de dizer para elas os

14 detalhes diretamente. Creio que ser vago é a maneira de um cara preguiçoso decifrar as pessoas: você as faz completar todo o trabalho. Uma boa maneira de ser vago é falar sobre os extremos da mulher. Vamos ver: 1- fale de como ela pode ser de uma maneira por um lado, mas como o lado oposto é totalmente diferente. Por exemplo uma que eu adoro usar: “você tem um sorriso tão de menininha, tão inocente. Mas posso dizer pelo brilho dos teus olhos que há também um lado mais escuro de você.” 2- fale de como elas podem ser de uma maneira certa hora e outras horas elas podem ser o oposto. Eu normalmente digo: “Posso dizer que as vezes você é alguém que não aproveita as chances, e as vezes você quer dar um tiro no próprio pé por que você não teve corajem de fazer algo novo... mas as vezes você consegue ser aventureira e corajosa para arriscar algo novo, e essas são as horas em que você se sente melhor, por que esse é o seu lado verdadeiro.” 3- fale sobre como elas são por fora, mas como elas são diferentes por dentro. Então eu digo para elas: “sabe, você se faz toda de durona, mas por dentro, você é muito sensível.”. se a mulher se coloca em um exterior muito rude, provavelmente ela é sensível. Fale para elas que você conhece isso por que você é/já foi assim também. Isso cria conforto, rapport e uma ligação entre voces. Agora talvez você queira solidificar essa ligação contando uma historia/rotina de você sendo assim. 4- fale de como elas parecem ser de uma maneira mas na verdade são o oposto. Por exemplo, eu diria: “Eu aposto que muitas pessoas te consideram madura, mas eu digo melhor. Eu posso dizer pelos seus.... (diga olhos, ou a partir de alguma expressão que ela faça) que você é simplesmente uma garotinha.”. Sempre coloque uma base ou faça alguma ligação em sua leitura por um motivo específico. Essa é a formula que você irá usar: você X por que você Y. Agora, uma coisa que eu gosto de fazer é ligar a leitura fria a partir da linguagem corporal na situação atual da mulher, ou a partir do que ela veste, ou até de alguma expressão que ela faz. Então por exemplo eu diria: “você tem uma energia ótima mas tem uma parte de você que é emocionalmente fechada e eu digo isso por que seus braços estão cruzados, para que nenhuma emoção entre por dentro de você.” Uma coisa que eu adoro dizer as mulheres quando elas estão fechadas no momento é : “Existem dois tipos de pessoa nesse mundo: atores e observadores. Eu posso dizer pelo seu jeito de se portar que você é uma observadora. Você pode até ser uma daquelas pessoas que ficam vigiando, e eu sei disso por causa que seus braços estão cruzados e você está chegando para trás. Mas vou lhe dizer algo: eu aposto que você se torna realmente feliz quando você simplesmente deixa acontecer... certo?”. Se você fizer isso de uma maneira correta e for verdade sobre ela, ela irá amar essa observação e pensara que você tem algum tipo de poder sobrenatural (ou podemos dizer se tornando o PREMIO??) Isso nos leva a outro ponto importante. Você realmente deveria começar a observar as pessoas. Não diga simplesmente a mesma bobagem para toda garota. Se você realmente começar a observa-las, elas vão achar mesmo que você é um sobrenatural.

Algumas palavras sobre truques

15 Há mais de um jeito de se criar uma situação apropriada para usar Cold Reading. Alguns caras usam Leitura de mãos, o que é ótimo por que você está tocando a garota e quando você faz isso é uma ótima maneira de se criar rapport. Alem disso você esta a fazendo ficar confortável com seu toque. Nada mal! Eu também tenho amigos que usam coisas como tarô e etc... mas eu não gosto de tarô por que não gosto de ter que carregar algo comigo. Talvez por que eu sou do tipo de cara que sempre perde alguma coisa. Essas coisas também correm o risco de te colocar como se estivesse “tentando duro demais”. Se tenho que usar um truque, na maioria das vezes eu opto por jogos de visualização ( o jeito como a mulher visualiza algo revela traços de como ela é). Eu gosto desses jogos, e eles não precisam que você carregue nada! Se você está interessado em visualização, leia o ótimo livro “Segredos do Cubo” de Annie Gottlib. Mas eu devo dizer que estou num momento onde não uso nenhum truque para usar Cold Reading. Depois de conversar alguns minutos com a HB, me sinto pronto para uma situação de poder ler o alvo sem precisar usar nenhum truque. Após um tempo, você provavelmente irá chegar ao mesmo ponto. Isso é somente mais um pedaço do quebra-cabeças e, não fará por si só com que você consiga garotas. Não use Cold Reading demais. Voce nao quer que ela te considere como nenhum analista, psicólogo ou macaco de circo. (Alias, você não deve exagerar em nenhuma técnica.) Use somente o suficiente para conseguir rapport e um começo de conforto e é lógico, para se tornar o PREMIO, mais ainda. Quando você começar a ver que ela pensa que você a conhece ela –até mais que ela mesma- ou então quando ela pedir para você dizer mais, pare. Isso a fará ver você como ainda mais poderoso (vamos falar disso no capitulo de Loops, Open Loops e Take-aways.)

Capítulo X : Contar histórias Em minha opinião, ser capaz de contar histórias interessantes que prendam a atenção das pessoas não é somente uma ferramenta importante para aumentar sua PREMIABILIDADE com as mulheres: é essencial ter boas habilidades sociais- é conveniente aqui ter senso de humor. Além disso, eu acho que isso é importante por que também estabeleçe outros tópicos corretos : tais como demonstrar rapport e entendimento, fazê-las sentirem-se confortáveis, flertar, assumir uma liderança forte e dominante, e deixar claro seus valores positivos, os quais provavelmente aumentarão sua PREMIABILIDADE com as mulheres. Mas não estou falando sobre qualquer tipo de histórias. Estou falando sobre um tipo muito especial de contar histórias - um tipo que seja leve e interessante e que usa muito humor feminino (isso mesmo: as mulheres não somente tem a sua própria linguagem, mas tem o seu próprio humor também). Quando você ficar bom em contar esses tipos de histórias as pessoas se lembrarão de você por meses. Por exemplo: eu estava em uma festa noite passada e algumas pessoas se lembraram de mim, quando eu estava em um bar cerca de um mês atrás. Elas ficaram tão animadas em me ver e ainda se lembravam muito bem de muitas de minhas histórias. As histórias que eu conto - pelo menos quando encontro um mulher pela primeira vez não são revelações filosóficas e profundas. Geralmente o tom geral das minhas histórias são leves, superficiais e infantis. Além do mais, o tema do assunto geralmente varia de animais de estimação mortos a coelhinhos, pessoas vivendo em caixas de papelão, lutas de boxes com avós e anões em carrinhos de transposte de materiais de golf. Ritmo e Fluxo Outro elemento importante de histórias bem sucedidas é o ritmo e o fluxo. O humor em uma boa história tem o ritmo e fluxo certo nela. Aqui vai um exemplo que uma ótima história que

16 as mulheres adoram. “Não é chato como algumas pessoas sentam por aí e ficam vendo vídeos de pessoas amadas falecidas? Por exemplo, eu conheci essa garota que colocou o nome do golden retriever dela da estrela dos anos 80, Boy George. Mas desde que era uma fêmea, o cachorro virou Girl George. Agora a cadela vivia prenha. Talvez ela cruzasse bastante por causa de seu nome de celebridade. Vai saber...". De qualquer jeito, minha amiga decidiu ‘consertar’ o cachorro. Isso foi realmente ruim. Os hormônios da George ficaram descontrolados. Primeiro, ela ficou realmente malvada e até atacava crianças pequenas. Segundo, ela ficou tão gorda que mal podia andar e ainda pegou diabetes. E logo depois disso, a pobre George morreu [ Aqui, mostre sinal de desapontamento ]. Na verdade, todos estávamos felizes por aquela puta gorda estar morta. Mas minha amiga não, ela estava muito triste. Desde esse dia ela fica vendo vídeos da velha George. Muito estranho, e é por isso que eu não sou mais amigo dela!” Agora essa é uma historinha estranha. Mas não tão estranha que deixe as mulheres entediadas. Caras, deixem-me explicar como algumas partes do humor dessa história funciona. Quando eu falo sobre George morrendo de diabetes, eu me faço de sério e um pouco triste. Mas após fazer isso, eu acabo com minha tristeza ao dizer : "Na verdade, todos nós ficamos felizes que aquela cadela gorda morreu". Isso é super engraçado - especialmente para as mulheres. Transição Outra habilidade importante para fazer com que a história funcione é fazer transições. Há várias maneiras de se fazer isso. "Você me lembra de..." Diga pra elas que elas te lembram de alguém ou algo e então faça a transição para a sua história. Por exemplo, eu poderia dizer para uma mulher : " Meu deus...quando você faz essa expressão, você me faz lembrar de Bugsy." Então eu faço a tarnsição para a história do Bugsy. Bugsy "Quando eu era criança, eu tinha um coelhinho chamado Bugsy. Eu adorava ele pra caramba! Então um dia minha irmão matou ele. Ela quebrou o pescoço dele. Minha mãe então foi pra um abrigo de animais para conseguir outro coelhinho pra substituir pelo meu coelhinho morto na eperança de que eu não percebesse a diferença. Mas o coelhinho novo não se parecia nem um pouco com Bugsy: era um coelho feio e selvagem que ficava irritado na presença de pessoas e tentava te morder se você tentasse domesticá-lo. Então quando voltei da escola pra brincar com Bugsy, eu percebi que ele parecia e agia diferente : ao invés de ser um coelhinho manso e querido, ele era sarnento e tentava me morder. Quando meus olhos ficaram cheios de lágrimas eu disse pra minha mãe: "O que aconteceu com o Bugsy?" Minha mãe respondeu dizendo:"A vida é uma vadia querido. É isso o que acontece quando você fica velho" ( Essa é um aótima história porque também mostro um lado vulnerável seu. E como eu disse antes, a vulnerabilidade é um dos atributos dos homens que são o PRÊMIO). A técnica "você me lembra de..." funciona bem porque as tendências narcisitas e autocentrada das pessoas deixa elas curiosas em descobrir mais sobre quem elas te fazem lembrar. Isso estabele o clima de deixar a atenção das mulheres, bem focado. Fazendo a transição com uma afirmação filosófica Outra técnica ótima para fazer a transição para uma história é fazer uma afirmação

17 filosófica, dizer algo que seja clichê, ou ter uma opinião muito firme sobre um assunto. Então conte uma história que satiriza completamente ou que tira sarro da sua afirmação inicial. Isso é muito divertido e funciona muito bem. Vamos dar uma olhada em algumas histórias que começam com uma afirmação filosófica, algum clichê ou sobre a opinião sobre algo. A história da caixa de papelão "O dinheiro não é tudo, mas eu acho que a riqueza pode trazer confiança para as pessoas. Por exemplo, alguns dias atrás, eu e um amigo meu fomos para uma danceteria no centro da cidade. Depois de sairmos da danceteria nós não conseguíamos achar a freeway e sem querer acabamos vagando por uma favela. O que nós percebemos foi que havia pessoas que só podiam morar em casas feitas de caixas de papelão que tinham um cômodo. Parecia óbvio que essa pessoas tinham um baixa auto-estima devido as suas infelizes circunstâncias. Mas um quarteirão depois a história era completamente diferente. Essas pessoas viviam em casas espaçosas de papelão de dois ou três cômodos. Eu juro que eles andavam com muito mais confiança do que as pessoas que viviam em casas de papelão de um cômodo só. Eles eram quase que da elite em comparação" Minha avó boxeadora "Eu acho que é importante para os garotos terem uma figura paternal. Mas essa figura paternal não tem que ser um homem. Por exemplo, meu pai não parava em casa devido ao trabalho. Então foi minha avó que me ensinou como ser um homem. Ela se parece como um Judiazinha Italiana por fora. Mas assim que você a conheçe, você percebe que ela é uma senhora dura: não só fazia sexo oral nela mesma de fato, mas tinha um gancho de esquerda peso pesado. Ela não só me ensinou como me virar sozinho, ela tembém me ensinou a lutar. Ela me batia? Sim, mas ela não era uma abusadora de netos. Na verdade a gente saía no soco e se provocava. Mas esse jeito era um maneira de nós mostrarmos afeição um pelo outro" As Israelenses pervertidas em Praga "Meu deus, as mulheres são tão pervertidas, eu juro!!! Eu me lembro de que quando eu estive em Praga, eu conheci essas garotas Israelenses. Eu disse pra elas que eu era Judeu, mas elas disseram que não acreditavam em mim. Então assim ficavam tentando pegar meu pênis e abaixar minhas calças pra ver se eu era circuncidado. Mas eu sabia que isso era apenas uma mentira. Eu sabia que na verdade, era apenas uma desculpa esfarrapada para entrarem dentro das minhas calças. Eu me senti mal mesmo, porque elas estavam me tratando como uma salsicha com pés. Eu juro que mulheres são pervertidas" Essa é também uma ótima história para estabelecer o meta-frame : que as mulheres cortejam os homens, de que você é o PRÊMIO, e de que elas são pervertidas com tesão - uma conversa para um ótimo estabelecimento de frame. Mostrando Premiabilidade ao invés de exibí-la A maioria dos caras ferram com tudo ao contar histórias porque eles sem querer passam a impressão de estarem se gabando, o que muitas mulheres podem ver como que forçando a barra. Como disse antes, as mulheres vêem isso como homens exibindo aspectos de si mesmos na esperança de que a mulher fique impressionada. Em outras palavras, essa é uma forma de xaveco ou de tentar fazer as mulheres gostarem deles. Isso é péssimo! O que queremos fazer é mostrar em nossas histórias apectos de nós mesmos, o que potencialmente aumentará nossa PREMIABILIDADE para as mulheres. Mas queremos fazer isso sem

18 se exibir – se gabar demais- ou somente se exibindo um pouco. O modo de se fazer isso é nunca tornar óbvio para a garota que a meta da nossa história é se exibir – ou se gabar demais sobre alguma coisa. Ao invés disso, fazer parecer como se o ponto central das nossas histórias fossem coisas triviais, bobas e infantis. Então você pode incorporar em suas histórias, de uma maneira sutil, coisas que possam aumentar sua PREMIABILIDADE com ela. Mas nem sempre ela vai morder a isca, por assim dizer. Mas isso não é nenhuma perda, pois mesmo que as coisas que você incorporou em suas histórias não aumentem a tua PREMIABILIDADE aos olhos dela, isso também não as diminuirá. Sendo assim, ela não vai poder te taxar como alguém que está tentando impressioná-la. Isso funciona muito bem, e você quase nunca vai ser taxado como sendo alguém que fica se gabando ou forçando a barra demais. Uma das minhas histórias favoritas para mostrar PREMIABILIDADE é essa: Aventuras na viagem de trem pela Europa “Às vezes nós pensamos que nunca vamos gostar de alguma coisa, mas acabamos curtindo. Por exemplo: Eu peguei um trem da Holanda até Praga. Quando cheguei na Tchecolosváquia, a polícia da alfândega veio pra checar meu passaporte. Então um cambista perguntou se eu queria trocar meus Euros por Coroas- a moeada corrente lá. Eu disse pra ele que não - porque as taxas de câmbio eram melhores na Casa de Câmbio. Então alguns minutos mais tarde, a polícia da alfândega voltou. Eles pediram pra ver meu passaporte de novo, então eu dei pra eles. Foi então que eu começei a ficar um pouco preocupado quando eles se negaram a devolver o meu passaporte. Já que eu não falava Tcheco, eles fizeram sinal pra que eu os seguissem. Eles me levaram para os fundos do trem e começaram a me revistar. Eles ficaram falando em Tcheco comigo, mas eu não entendia. Então eles trouxeram o cambista até mim e ele me explicou que a polícia da alfândega tinha decidido que eu cometi algum tipo de crime, mas ele não sabia como o descrever em Inglês (ou português..) Ele me disse que eu precisaria pagar nove coroas pra ele, e que eles não aceitavam Euros ou Dólares Americanos (Reais..?) Assim eu fui forçado a trocar meu dinheiro por coroas. A essa altura eu tava pensando : esse país é governado por um bando de Anarquistas Mafiosos- vou odiar minha estadia na Tchecoslováquia. Mas eu tava errado. Minha estadia na Tchecoslováquia acabou sendo uma das épocass mais memoráveis da minha vida.” Agora nessa história eu estou sutilmente dizendo que eu sou um cara viajado sem parecer que estou me gabando demais. Revisão Contar histórias é uma habilidade importante para demostrar que você é o PRÊMIO. Ao contar histórias sempre mantenha um tom leve, superficial e infantil. Sempre use muito humor feminino. Humor nesses tipos de histórias sempre têm um certo ritmo que flui naturalmente nelas. É importante saber quando fazer a transição para as histórias. Duas boas maneiras de se fazer a transição é dizer para a a garota que ela te faz lembrar de alguém ou fazer algum comentário filosófico. Quando for contar histórias, sempre tenha certeza de mostrar que você é o PRÊMIO, sem ficar se gabando.

Capítulo XI : Rapport Estou usando a palavra “rapport” de uma forma mais solta aqui para significar entendimento, conforto e conexão. Rapport é também uma base da PREMIABILIDADE. Contudo, conseguir rapport

19 só é proveitoso se você já possui alguma PREMIABILIDADE com elas . Pra falar a verdade, eu acho que os caras que tentam obter rapport com as mulheres com quem eles ainda não tem PREMIABILIDADE, acaba de repente estabelecendo o frame de que eles são carentes, desesperados e de uma modo geral, de que estão forçando a barra. Isso implica o meta-frame de que a mulher é o PRÊMIO, e de que o homem está tentando ganhar ela. O oposto disso é a mulher tentar obter rapport com os caras que elas percebem como sendo o PRÊMIO. Além disso, fazer certas coisas que forçam a mulher a ter rapport com você, constrói muito PREMIABILIDADE sob os olhos delas. O motivo disso é que ela ao tentar entrar em rapport com você, significa o frame de que você está pelo menos ganhado PREMIABILIDADE perante ela. Além disso, o meta-frame significa – ou pelo menos em parte significa – o meta-frame de que ‘você é o PRÊMIO e de que ela está tentando te ganhar”. Então certifique-se de que você já tenha alguma PREMIABILIDADE antes de tentar obter rapport com uma mulher. Ainda melhor, se você já está bem treinado, não tente obter rapport com ela: faça coisas que a forçem a entrar em rapport contigo ( no entanto, não estou dizendo que uma vez que ela se esforçou para ter rappport contigo que você não deva ter rapport com ela. O que eu estou dizendo é: a menos que você tenha muita PREMIABILIDADE , é melhor fazer coisas que a forçem a ter rapport com você primeiro). Vamos ver alguns exemplos de conseguir rapport, ou forçá-las a entrar em rapport com nós. Coisas em comuns Quando você consegue encontrar coisas que você e a mulher têm em comum - tais como gostos, coisas que não gostam, experiências e traços de personalidade – constrói-se rapport instantâneo. Experiências compartilhadas Uma ótima maneira de se fazer isso pe descobrir experiências que vocês dois tiveram. Contudo, ao invés de bombardear a mulher com uma tonelada de perguntas e assim fingindo ter a mesma experiência, fale sobre as suas experiências e sobre sua vida de uma forma interessante e intrigante, e sobre valores que são importantes. Por exemplo: quando eu conto pra alguma mulher uma das histórias dos meus bichos de estimação, geralmente elas me falam sobre os animais de estimação delas. Isso é ela tentando encontrar coisas em comum de suas próprias experiências em relação às minhas. Em outras palavras, ela está tentando entrar em rapport comigo. Como eu já disse, quanto mais esforço elas fazem tentando entrar em rapport ou achando coisas em comum com você, mais forte é o meta-frame que está formando de que você é o PRÊMIO. Criando coisas em comuns através da Leitura Fria Uma de minhas maneiras favoritas de que criar muitas coisas em comum entre a mulher e eu, logo que eu a conheço, é através da Leitura Fria. Vejamos um exemplo. Eu posso dizer para uma mulher: “ Posso dizer que você é uma obsevadora porque seus braços estão cruzados e você está inclinada para trás. Eu poderia ir mais longe e dizer que você “pega coisas no ar”. Se ela concordar com você, continue: “ E eu sei disso porque eu também sou assim”. Então eu posso –se estamos em um bar, por exemplo- analizar junto com ela a dinâmica social de alguns caras tentando pegar algumas mulheres. Mas isso realmente não importa: eu estabeleci coisas em comum entre nós, e assim, estabeleci rapport – ou pelo menoscomeçei a estabelecer.

20 Fazendo ela encontrar coisas em comum com o que você quer Uma coisa que eu gosto de fazer é deixar a garota saber exatamente o que eu quero da vida, dos relacionamentos, e de outras pessoas em geral. Deixo claro pra ela quais são os meus padrões, expectativas e regras que eu tenho com as pessoas em minha vida. Uma coisa que eu percebi é que as mulheres frequentemente vão tentar encontrar coisas em comum em relação ao que eu quero. Se, por exemplo, eu digo pra uma garota que é reservada que gosto de pessoas que curtem aventura, ela frequentemente vai começar a me contar que ela curte aventura ou que gosta de pessoas que curtem aventura também.( Falaremos mais sobre isso no capítulo sobre Qualificar e Desafiar). A questão é que essa tática funciona melhor quando você já tem bastante PREMIABILIDADE. Você saber mais sobre ela do que ela mesma Outra coisa muito boa de se fazer pra obter rapport é demonstar que você a conhece melhor do que ela mesma. Isso diz respeito a você mostrar que você a entende. Para deixar mais claro pra vocês o que estou tentando dizer, vou explicar melhor: Não estou falando sobre demonstrar que você é um bom ouvinte daquilo que ela expressa verbalmente. O que quero dizer é ser um bom ouvinte daquilo que inconscientemente a motiva. Isso é sobre analizar ‘quem ela é’, e fazer ela concordar contigo, mesmo que ela nunca tenha pensado sobre essas coisas antes. A melhora ferramenta para fazer isso é a Leitura Fria.

Part 3 : COLOCANDO O PREÇO (the art of coquetting) Vocês agora aprenderam o que fazer por dentro e por fora para fazer uma mulher vê-lo como o prêmio. Sabendo como fazer isso você terá uma grande vantagem em relação aos outros homens. Mas tudo que nós temos feito até agora tem somente um princípio para a premiabilidade: a arte de tornar a mulher tão emocionalmente carregada que ela é compelida à te perseguir. Premiabilidade é onde a diversão realmente começa porque é onde você começa prendê-la a você em um nível emocional. Mas porque você precisa prendê-la em um nível emocional? Eu acho que as pessoasespecificamente as mulheres-ações, decisões e comportamentos são em grande parte determinadas não pela lógica mas pelas emoções. Voltando no tempo, você pode se lembrar quando se sentiu realmente atraído por uma mulher. Você fez uma decisão racional para persegui-la ou se sentiu emocionalmente compelido a persegui-la? Isto é passado. Talvez seja por isso que as pessoas – variando de vendedores à políticos- quase sempre apelam não para a razão, mas para as emoções. Algumas das mais poderosas ferramentas eu irei te dar para aumentar as emoções das mulheres, de um jeito que as façam compelidas a te perseguir, ações essas que são: Abrir Laços, Puxar e Empurrar, Qualificar e Desafiar.(Open Loops, Pushing & Pulling, and Qualifying & Challenging.) Okay, vamos começar.

21

Capítulo XII: Abrir laços e ficar ausente: um poderoso jeito de construir curiosidade O primeiro tipo de premiabildiade que nós iremos discutir é a arte de construir interesse em uma pessoa, e depois amplificar o interesse saindo fora quando ela estiver verdadeiramente interessada na conversa. Alguns de vocês são familiarizados com essa técnica de hipnose: Por exemplo, fazer uma garota se interessar em algum objeto e então tira dela, depois, para fazê-la mais interessada devolve esse objeto. Eu estou fazendo isso, mas eu também faço mais. Eu também estou construindo um interesse consistente só em virtude de estar tirando o que realmente a interessou. Isso a prendeu em um nível EMOCIONAL. Eu acho que essa é a arte de dar um dom de não dar ou talvez essa poderia ser chamada "técnicas avançadas de como ser um doador indiano". Uma das minhas técnicas favoritas para isso chama-se "laços abertos" (isso é algo que - estejam eles consciente disso ou não - quase todos os caras que são bons com mulheres usam).

Então o que é um laço aberto? Um laço aberto é algo que está inacabado, um pensamento, história, emoção, ou sentimento. Deixe-me dar um exemplo: Lembra de quando você assiste a um filme e quando está quase descobrindo o que aconteceu, o filme termina, insinuando que se você quiser saber o que vai acontecer, tem que esperar a seqüência sair? Chato né? Mas eu aposto que a maioria de vocês viu a seqüência. Por quê? Porque não contando o final da história, não lhe falando o que aconteceu, seu interesse-em uma pequena parcela: decobriu o que aconteceu- cresce exponencialmente. Em um nível racional, intelectual, você sabe que se descobrir ou não o que aconteceu, não é realmente importante. Mas em um nível emocional, irracional, foi compelido a descobrir. Então, abrir laços é uma forma de PREMIABILDIADE porque eles podem carregar uma mulher emocionalmente no ponto em que ela nos persegue. Okay, vamos começar. Laço aberto ‘Conversando’ Esse é o tipo de laço aberto mais direto e totalmente poderoso. Deixe-me dar um exemplo, e depois nós analisaremos o que está acontecendo: Imagine que uma mulher lhe faça uma pergunta repetitiva, como, “como você está?” agora você pode responder dizendo “bem” mas isso provavelmente não causou muito interesse. Por quê? Bem, porque isso é um pensamento completo (nota: esqueça tudo que seus professores ensinaram sobre fazer pensamentos completos-no mínimo no mundo da sedução e persuasão. É mais poderoso fazer pensamentos incompletos e deixar a pessoa imaginando o restante). Se você recentemente retornou de uma viagem, uma melhor resposta à questão dela poderia ser, “ruim”. Provavelmente ela perguntará, “Por que?” qual você pode responder, “bem, eu só voltei dos Estados Unidos” (nota: eu sou dos Estados Unidos, mas você poderia dizer que retornou de qualquer lugar que você esteve). Daqui ela provavelmente irá te perguntar onde você foi na viagem. Eu poderia dizer algo como, “Eu estava na Europa” (observe que eu não estou sendo específico sobre onde eu estava na Europa porque eu quero que ela continue me fazendo perguntas: como, ‘onde

22 você ficou na Europa?’). Depois eu posso começar falando sobre viajar na Europa. Além disso ela ouvirá atentamente. Por quê? Porque você não respondeu de uma maneira completa-eu só respondi de um jeito vago e incompleto-Estou exponencialmente aumentando o interesse emocional dela, fazendo-a me perguntar mais. Esssa é uma forma de PREMIABILIDADE ou dela emocionalmente me perseguir. A outra razão é que (preste atenção: isso é importante) eu estou utilizando um princípio psicológico, qual Robert Cialdini chama “confiante e competente”: isso é, qualquer pessoa confiante em relação à algo, ela será normalmente competente naquilo. Então, quando você pegar uma pessoa lhe perguntando sobre alguma coisa, eles estão verbalmente depositando- ambos, eles mesmos e vocêinteresse no que você está dizendo. Colocando em palavras, por perguntar à você, eles estão inconscientemente comprando o frame que você tem alguma coisa que eles querem saber. Até se eu contar uma história realmente chata sobre a Europa, eles estão achando interessante porque eles já compraram o frame que minhas histórias são interessantes. Do mesmo modo que, se eu não coloquei o frame que minhas histórias são interessantes, e só mandar uma histórias fascinante, eles podem se chatear rapidamente. Laço Aberto ‘Algo sobre elas’ Mulheres-ou pessoas por esta causa amorosa tem ouvido sobre eles mesmos. Mas qual é coisa que é até mais emocionalmente intrigante para uma mulher? Quando alguém sabe algo sobre elas e não a diz o que é. Agora contando à uma mulher que você sabe algo sobre ela, e depois não dizendo o que é, é um rápido caminho de tornar uma mulher tão emocional que ela começará a te perseguir. Isso não é só uma forma de PREMIABILDIADE, mas também é um jeito de fazê-la comprar o metaframe de que você é o PRÊMIO da interação. Isto é muito poderoso e faz a mulher ficar doida. O que eu gosto de fazer quando estou contando uma história à uma mulher é dizer: ‘Aposto que você gosta de atenção’, ou ‘Eu aposto que você era uma filhinha do papai’ (Aqui eu estou usando algo do material que eu falei no capítulo de cold reading). Depois eu resumirei minha história. Agora se eu alcancei o pico do interesse dela, ela irá me interromper. Se eu não alcancei, somente continuarei com comentários como esse até ela morder a isca. Quando ela morde a isca, ela estará pensando para ela mesma: o que ele quer dizer com isso? (Isso é ótimo porque você a fez se interessar em um nível EMOCIONAL). Quando ela morde a isca, ela me interromperá com, “O que você quer dizer com isso?” (nota do tradutor: aqui no Brasil geralmente elas perguntam: “Por que você acha isso?”). Eu normalmente retruco com algo como: “Sua mãe não lhe ensinou boas maneiras? É falta de educação interromper alguém quando está falando. Mas eu sei isso porque eu me lembro da minha... bem como eu estava lhe dizendo” e depois eu resumo o resto da minha história. Isso construiu muito interesse e não é mesmo divertido. Isto é PREMIABILIDADE no seu melhor. Laço Aberto ‘Ela quer te dizer algo interessante’ Às vezes isso pode ser totalmente efetivo, adiar quando uma mulher quer lhe dizer algo. Às vezes quando eu estou no telefone e uma mulher quer me dizer algo, eu falo, “Eu estou ocupado agora, porque você não me diz quando a gente estiver juntos”. Isso é muito efetivo e tem o mesmo poder dos outros tipos laços abertos. Mas como esse tipo de laço aberto, por adiar ouvir o que ela quer dizer, você está construindo um desejo emocional dela em querer te contar. Cada vez mais forte se torna a vontade emocional, e mais ela será compelida a tentar te contar. Além disso, por retardar o que ela iria te contar, você está parcialmente invalidando-a. Emocionalmente isso faz ela compelida a se revalidar para você. Isso implica no meta-frame: que você é o PRÊMIO e que ela está tentando ganhar você-no sentido de tentar ganhar sua validação.

23 Esta é uma forma verdadeiramente poderosa de PREMIABILIDADE-de fato!

Laço aberto ‘Numérico’ Contar à uma garota que há três coisas que você procura (ou não procura) em um mulher. Só conte a ela duas. Quando ela perguntar pela terceira diga que ela é afobada e que precisa de mais paciência. Agora ela irá pensar para ela mesma: Eu preciso ser paciente ou é “paciência” que é a terceira coisa que ele está procurando? Por ser ambíguo ela começa emocionalmente tentar se ajustar aos seus padrões. Sem mesmo saber que ela está comprando seu meta-frame.

Laço aberto ‘Silencioso’ Você já tentou contar à alguém sobre algo ou explicar alguma coisa à alguém, e em vez de eles perguntarem, eles só foram completamente impassivos e silenciosos? Você se sentiu um pouco confuso se eles concordam ou não com você, ou se eles te entenderam ou não? Talvez isso tenha acontecido com você, talvez não. Mas o fato é que a maioria das pessoas se sentem desse jeito quando acontece isso. Muitas vezes essa confusão tem uma poderosa afetação emocional que compele eles a tentarem explicar melhor, tentar fazer a outra pessoa concordar, e tentar ganhar a aprovação da outra pessoa. Isso pode ser muito poderoso para fazer com uma mulher porque quando você faz uma mulher emocionalmente compelida a lhe explicar melhor, tentando fazer você concordar ou tentar ganhar sua aprovação, ela está perseguindo você. Colocando em outras palavras, você é o PRÊMIO. Laço Aberto ‘Fazendo ela dizer “o que?” ’ Esse é um dos meus favoritos. Quando você está falando com ela, e ela responde algo só por dizer, você replica, “você é um saco”. Baladeiras quase sempre irão falar “o que?” Claro que o certo a se fazer é sorrir maliciosamente e então virar um pouco sua cabeça para outra direção (nota do tradutor: como se estivesse a desqualificando). Isso pode frustrar emocionalmente a garota, mas é um jeito bom. É um tipo de frustração emocional que pode fazê-la persegui-lo. Revisão Uma poderosa forma de PREMIABILIDADE é construindo interesse na outra pessoa, e depois amplificando o interesse tirando dela o que a interessou realmente no primeiro momento. Um jeito de fazer isso é usar laços abertos. Laços abertos são ótimas ferramentas para ambos, tornar a mulher tão emocionalmente carregada que ela nos persegue, e fazê-la comprar o nosso meta-frame.

Capítulo XIII : Push/Pulling (a arte de enviar sinais misturados) Imagine 3 caras num bar querendo pegar essa mulher gostosa. O primeiro cara se aproxima dela e diz: “com licença... mas você é tão linda e eu realmente iria adorar em sair com você algum dia...”

24 O segundo se aproxima e diz: “Ei! Te dou muita grana se você chupar meu pau!” E o terceiro se aproxima e diz: “você me parece divertida... talvez possamos sair, mas só se você tiver namoradas gostosas para me apresentar...” Os dois primeiros provavelmente serão dispensados pela mulher. Ela provavelmente fará coisas como ser fria ou manda-los comprar bebidas a ela. Mas ela provavelmente ficara interessada em continuar a conversa com o terceiro cara. Por que? O que está havendo aqui? Bom, o primeiro cara está se esforçando demais para puxa-la para ele. O segundo está só a empurrando para longe. Mas o terceiro está fazendo algo muito diferente dos outros dois. Ele está alternando entre empurrar a garota para longe e puxa-la de volta para ele. Se o terceiro cara continuar a alternar entre estas posturas, ele fará com que ela fique tão cheia de emoções que ela se sentirá propensa a perseguilo. Nesse capitulo vamos discutir exatamente como fazer isso. Então primeiro, onde arranjei as palavras ‘Puxa/Empurra’? a primeira vez que as vi foi lendo o excelente livro de Robert Green chamado ‘A arte da sedução’. Mas quando falo sobre Puxa/Empurra, eu me refiro a algo um pouco diferente dele. Então o que eu quero dizer com isso? Puxar é fazer a garota vir para você. Empurrar é faze-la se distanciar de você. Empurrar é perto da dor, enquanto Puxar é perto do prazer. Empurrar é, se não mais, tão importante quanto Puxar. Isso se dá por causa que toda vez que você empurra você cria um espaço para puxar, como Robert Green me ensinou. Muitas vezes, quanto mais espaço você criar com seu Empurra, mais prazeroso e intenso será seu Puxa. Para que você entenda melhor: pense quão bom é beber água depois de um longo tempo de malhação na academia, ou o quão bom é comer uma pizza depois de uma dieta intensa e comprida. Nos casos acima, o Puxa foi realmente intenso devido ao Empurra que o procedeu. Uma metáfora sobre esse assunto é pensar em Yin e Yang. Todo Yin tem um pouco de Yang e viceversa. E assim, todo Puxa deve ter mais ou menos 20% de Empurra, e todo Empurra deve ter 20% de Puxa. Quando Puxa/Empurra for bem executado, ele terá um poderoso efeito psicologico duplo na mulher. Primeiro, ela ficarão tão cheias de emoções que se sentirão no ímpeto de te perseguir. Isso pode faze-las chegar a procurar sua aprovação enquanto te perseguem sexualmente. Segundo que Puxa/Empurra é uma maneira de enviar sinais mistos. Colocando em outras palavras, Puxando e Empurrando a garota para você, ela ficará tentando adivinhar qual o status dela com você no momento, e pensando no que você poderá fazer em seguida. Isso é imprevisível e mantem ela no suspense (note que esses são alguns atributos que mencionei quando falamos some ser o PREMIO). Se feito corretamente, as mulheres irão considerar isso bem atraente e exitante. Minha opinião do ‘Puxando’: elogio, lisonjeio e louvor Puxando nunca deve ser você olhando com amor para ela, ou exibindo admiração – bem, pelo menos não no começo (isso poderia validá-la como o PRÊMIO completamente). Em vez disso, o Puxa pode ser, dizer ou não, coisas que (1) sugere a possibilidade de aceitação ou validação (sugere que você está escolhendo ela), (2) temporariamente aceitando ou validando-a (temporariamente escolhendo-a). Então, repetindo: isso não é um Puxa total, apenas um Puxa parcial. Minha opinião do ‘Empurrando’ Empurrando nunca deve ser sobre você sendo chato e insultando uma garota, ou então ficando na defensiva com ela ou então fechando a porta na cara dela (isso pode desqualificá-la

25 completamente). Em vez disso, o Empurra pode ser, dizer ou fazer coisas que (1) sugere uma possibilidade de rejeição (sugere que você não está escolhendo ela), (2) temporariamente rejeitando ou desqualificando-a (temporariamente não escolhendo ela), e/ou (3) rejeitando ou desqualificando um lado ou parte ou comportamento dela (você não aceita essa parte dela). Agora que você tem uma compreensão de Puxar & Empurrar vamos dar uma olhada nos cinco tipos de Puxar & Empurrar: consciência pesada, montanha-russa emocional, revelando & ocultando, bom policial/mau policial, e contraditório intencionalmente. Consciência pesada Caras, deixe-me perguntar uma coisa. Você já teve uma garota esperta que testava você: te excitava realmente e fazia você pensar que ela estava interessada em você, e depois que você tentou avançar, ela “saiu fora”, acusando você de ser algum pervertido? Agora eu estou certo que num nível racional você estava pensando: eu nunca mais irei falar com essa garota. Mas num nível emocional você ficou muito frustrado. E ela Empurrando só fez você a querer mais, certo? Então o que está acontecendo? Ela estava Puxando você por lhe incitar à avançar com ela. Depois ela te empurrou fazendo você se sentir culpado por avançar. Agora a grande novidade é que nós podemos usar exatamente essa tática nas mulheres porque isso é muito poderoso quando usado nelas – e a grande maioria adora quando fazemos isso. Então a idéia básica é Puxar, as fazendo sentirem uma emoção ou fazer algo, e depois Empurrar, fazendo elas se sentirem culpadas por isso. Então, já que algumas garotas são tão boas usando a tática ‘consciência pesada’, vamos ver alguns exemplos das coisas que elas fazem. Uma, que já usam o tempo todo, é fazer um cara pensar que elas estão interessadas em pegá-lo e depois acusá-lo de ser muito apressado. Isso realmente frustra os homens, mas muitas vezes eles ficam tão emocionalmente carregados que tentarão ainda mais duros. Colocando em palavras, eles começam perseguir a mulher. Outra que algumas mulheres usam é fazer o cara pensar que elas estão interessadas em uma relação ‘algo a mais do que amigos’. O cara muitas vezes acabará chamando a mulher para sair, levando-a nos restaurantes preferidos, comprando presentes para ela, e sobre tudo, gastando montes de dinheiro com ela. Depois quando o cara começa a sugerir que está querendo alguma coisa com a garota, ela pode dar uma risadinha e dizer, “que gracinha, você pensou que estava acontecendo algo entre nós... você sabe que somos só amigos, mas eu tenho a garota perfeita pra fazer um par com você...vocês dois irão ser o casal mais bonitinho”. Ou elas podem dizer, “Você é como um irmão... por favor não fale desse jeito comigo... Eu estou começando a ficar assustada. Outra coisa que as mulheres tem sabido fazer é estar pronta para transar com o cara, e mais tarde, fazer pensar que ele a usou ou a forçou isso e que ele tem a obrigação de dar algo em retorno. Estes exemplos são muito poderosos e é ótimo refletir sobre eles. Agora você deve ter algumas idéia de como usar a tática ‘consciência Perseguidor culpado: Eu faço uma mulher deduzir que devemos estar juntos. Se ela morder a isca, então ela falará, e sugestionará que ela e eu devemos nos encontrar, eu posso dizer algo como: ‘Eu espero que você não pense que há algo entre nós. Eu não gostaria de estragar nossa amizade.’ ou ‘mais devagar com esse turbo, nós mal nos conhecemos e você já está tentando me chamar pra sair, isso é um pouco assustador’.

26 Isso é excelente porque aqui eu estou provocando ela para reagir de um certo jeito, e depois fazendo sentir culpada sobre isso (maléfico, sim, mas muito poderoso). Então continuemos...

O beijo culpado Outra grande coisa a se fazer quando uma garota está na sua é aproximar-se dela como se fosse a beijar e então dizer. “Eu espero que você não esteja tentando me beijar. Você é como uma irmãzinha pra mim, isso seria algo como incesto”... Depois ela pensa que você está sendo sério, chegue novamente perto dela e então a beije. Antes do beijo você criou um espaço em virtude de Empurrar (encontrando razão para não beijá-la), depois o beijo será intensificado. Caras, esse é o caminho para fazer uma mulher tão emocional que ela será compelida a lhes perseguir. Também, mulheres adoram isso porque é imprevisível, e fica um suspense. Fazendo elas se sentirem culpadas por dizer “o que”: Outra versão sobre a qual eu falei no capítulo de Laços Abertos é sugerir que você sabe algo sobre ela, e depois que ela perguntar “o que” você responde com alguma coisa que a faz sentir culpada por perguntar. Por exemplo, eu gosto de responder num tom totalmente dramático com, “Deus... seus pais pobres. Eu espero que eles não foram exigentes com uma criança”. A risada com culpa: Vamos ver mais uma poderosa forma de utilizar essa tática. Uma coisa que eu adoro fazer é falar sobre uma situação muito confusa de um jeito muito engraçado. Quando uma mulher começa a rir, eu me torno sério e começo a dar um sermão nela por rir de uma coisa ruim que aconteceu a outra pessoa – talvez dizendo algo como: “você não deveria estar rindo, que você pode atrair esse Karma pra você e então acontecer algo parecido.” Depois quando elas pensam que você está sério, diga, “Eu posso ser muito preocupado mas concordo – isso é realmente muito engraçado”. Então, por exemplo, se você vê algumas mulheres incrivelmente gordas em um par de calças sexys e com os dedos parecidos de camelos, você pode comentar como é grossa a parte da frente dos sapatos. E se a garota que você está conversando começar a rir, torne-se sério e diga, “você sabe que isso não tem graça. Se você continuar falando dessa forma, você está indo para um Karma ruim e isso pode voltar pra você em alguns anos”. Depois quando ela pensar que você está sério, caia na gargalhada e diga, “Na verdade isso é bastante engraçado. E, de todo jeito, aquela mulher deveria ter um bom senso antes de usar aquilo em público”. Depois ela começará a rir. Depois dê uma sermão sobre ser insensível com a obesidade das pessoas. Em seguida, caia na risada de novo e diga que aquela roupa deveria ser banida. E assim por diante. Outra variação disso é fazer graça de algo realmente engraçado dela e depois contar à ela que isso é muito triste pois ela está rindo dela mesma. E depois começar a rir por falar à ela que isso é na verdade muito engraçado. Deixe-me dar um exemplo disso. Uma coisa que eu adoro tirar sarro das garotas é como elas precisam encontrar um cara legal... na Internet. Maioria da vezes elas irão cair na gargalhada. Eu vou replicar com, em um tom sério, “vocês não deveriam estar rindo, é muito triste que vocês tenham que conseguir um encontro pela Internet”, Depois, só no momento que elas pensam que eu estou sério – saber a hora certa é tudo – Eu dou uma gargalhada e digo, “Embora seja muito foda encontrar uma pessoa pela Internet é muito engraçado.” Tudo certo, vamos prosseguir.

27

Montanha-russa emocional Outro tipo de Puxar & Empurra o qual eu chamo de “montanha-russa emocional”. Isso é quando você puxa a mulher pra você por fazer ela sentir uma certa emoção por alguma coisa ou alguma situação. Depois você a empurra por fazer ela sentir exatamente a emoção oposta por aquela coisa ou situação. E depois você a puxa de volta fazendo ela sentir o sentimento original que ela tinha por aquela coisa. É como deixá-la louca de tantos sentimentos – muito poderoso! Para entender isso, pense nas novelas, que as mulheres amam. Elas usam exatamente esse mecanismo psicológico para manter as mulheres intrigadas até o final doano.É por isso que novelas estúpidas ainda estão no ar. Sempre há uma garota que parece legal e inocente, de quem todos começam a sentir pena, e no ponto em que todos sentem mais pena, a verdade aparece: Ela é maligna, e sem coração. Ou há o cara trabalhador e bonitão que sempre atravessou muitas dificuldades. Quando todas as garotas que assistem começam a pensar que ele é um cara bonzinho, elas descobrem que ele é um conquistador barato e bate em mulheres. O fato é que esses escritores de novela têm um entendimento profundo desse princípio psicológico e estão cientes de que as mulheres necessitem de drama e suspense. Em outras palavras, as mulheres adoram ser colocadas em montanhas-russas emocionais. Portanto, vamos ver como nós podemos usar isso para ser o PRÊMIO às mulheres. Um ótimo exemplo é minha história Girl George, a qual o mencionei recentemente. Vamos ver de novo. Push/Pull Girl George “Não é chato como algumas pessoas sentam por aí e ficam vendo vídeos de pessoas amadas falecidas? Por exemplo, eu conheci essa garota que colocou o nome do golden retriever dela da estrela dos anos 80, Boy George. Mas desde que era uma fêmea, o cachorro virou Girl George. Agora a cadela vivia prenha. Talvez ela cruzasse bastante por causa de seu nome de celebridade. Vai saber...". De qualquer jeito, minha amiga decidiu ‘consertar’ o cachorro. Isso foi realmente ruim. Os hormônios da George ficaram descontrolados. Primeiro, ela ficou realmente malvada e até atacava crianças pequenas. Segundo, ela ficou tão gorda que mal podia andar e ainda pegou diabetes. E logo depois disso, a pobre George morreu [ Aqui, mostre sinal de desapontamento ]. Na verdade, todos estávamos felizes por aquela puta gorda estar morta. Mas minha amiga não, ela estava muito triste. Desde esse dia ela fica vendo vídeos da velha George. Muito estranho, e é por isso que eu não sou mais amigo dela!” Então, o que está havendo aqui? Por que isso é Push/Pull? Quando falo sobre o cachorro morrendo, estou Empurrando a garota para ela se sentir triste. Mas então eu a Puxo de volta de se sentir triste dizendo “na verdade, todos estávamos felizes por quela puta gorda estar morta.”. A maioria das mulheres irá rir aqui. E se elas o fizerem, você conseguiu fazer o Push/Pull de tira-la do sentimento de tristeza novamente. Mas eu as empurro novamente enfatizando como mminha amiga estava triste com a morte da cachorra. E então a puxo de novo dizendo “Desde esse dia ela fica vendo vídeos da velha George. Muito estranho, e é por isso que eu não sou mais amigo dela!”. Isso é tão poderoso a fazer com as mulheres, pois isso as mantem na ponta dos pés, as coloca em suspense, e as faz viver uma montanha-russa emocional. Note como isso tem todos os elementos de uma boa novela. Revelando e Ocultando No livro Diário do Sedutor, o protagonista, Johannes, decide seduzir uma jovem mulher chamada Cordellia. Ele sentiu que Cordellia estava intrigada com as coisas profundas e filosóficas. Então, uma

28 tática que ele usou para se tornar o premio foi de quando estivesse conversando com ela, ele tocasse em assuntos, como literatura por exemplo, que poderiam revelar um lado ‘profundo’ dele. Isso fez com que ela pensasse nao somente que ele poderia compreender seu mundo, mas que ele poderia compreende-lo melhor do que ela ( note como aqui temos dois elementos de rapport: ela fica sebendo que eles compartilham experiências semelhantes e mais precisamente, que ele conhece o mundo dela melhor do que ela mesma. Isso fez com que ela quisesse estabelecer um rapport com ele.) Mas então, após um curto tempo, ele mostrava sua parte mundana e material. Colocando em outras palavras, ele a puxa, criando rapport, e depois a empurra, mostrando seu outro lado de ser. Isso frustrou Cordellia, mas também fez com que nascesse nela uma vontade de se conectar com Johannes. O que nosso protagonista esta fazendo é usar um modo de Push/Pull que eu chamo de ‘Revelando e Ocultando’. Isso não somente faz uma mulher desejar você e te perseguir como também faz com que ela queira criar rapport com você. Então, Revelar e Ocultar é também uma maneira muito poderosa de se criar rapport. Mais a frente, poderemos ver como isso também é uma forma de Loop Aberto. Vamos ver um exemplo de como podemos usar essa técnica de Revelar e Ocultar numa mulher. Uma coisa que eu fiz recentemente, que eu irei falar sobre ela também no final deste livro, é contar para uma mulher minhas várias historias de quando fui à Europa. Agora, o obejtivo dessas minhas historias eram idiotas e estúpidas. Mas a sub-mensagem que eu conseguia passar com estas historias era de que eu sou um cara que viaja por todo o mundo (isso demonstra que você é o PREMIO sem você nem perceber). A mulher com quem eu estava ficou realmente impressionada. Ela até me deu a oportunidade de me gabar mais dizendo “Eu costumo viajar muito, não tanto quanto você mas eu realmente viajo muito. Eu realmente gosto de pessoas que viajam bastante, quero dizer... elas normalmente são muito mais cultas e conhecem muito mais coisas... e é por isso que eu quero viajar mais ainda”. Mas ao invés de conduzi-la para que eu pudesse me mostrar ainda mais, eu enfatizei minha imagem de premio dizendo em seguida “mas a verdadeira razão de eu viajar tanto é por que eu adoro os sorvetes do McDonnalds. E meu objetivo é comer pelo menos umsorvete do McDonalds de cada país desse mundo.” E daí eu mudei o assunto da conversa para o mundano assunto sobre sorvetes. Então após um tempo, quando ela parou de pensar o quanto ela queria ouvir minhas aventuras eu comecei a mostrar para uma amiga dela minhas fotos de quando fui a Europa. Quando ela percebeu isso, ela ficou com vontade de ver as fotos também. Mas inicialmente, eu não as mostrei para ela. Eu simplesmente mudei o assunto novamente para algo simples, e quando ela começou a para de pensar em minhas viagens de novo, eu mostrei minhas fotos. Então, o que está havendo aqui? O que eu estava fazendo era revelar indiretamente um pouquinho e depois ocultando a coisa. E logo depois eu revelava mais um pouco e ocultava de novo. Isso fez com que eu ganhasse muita imagem de que sou o premio para ela, e ela começou a me perseguir. Alem disso, como ela também viaja as vezes, ela quis construir um rapport comigo vendo minhas fotos e escutando todas as minhas historias. Mas eu estava reprimindo o rapport que ela queria construir, e isso fez com que a vontade dela de construir esse rapport comigo só aumentasse. Outra coisa que eu ando usando, que é parecido com isso é citar algumas coisas sobre literatura sem citar o nome dos autores. Então, se a garota gostar de ler, talvez em uma de suas historias você possa citar algum trecho de alguém conhecido como James Joyce. Se ela disser “Oh, você também lê James Joyce?” você pode responder dizendo “quem é esse cara? Eu peguei essa no Garfield” então você diz em um tom dramático “ah, você não deve ler Garfield... você é tão chata, não posso nem mais falar com você mais...” e vire-se de costas para ela como se você fosse um desses caras esnobes que não podem se associar com as pessoas. Isso cria muitas coisas em muitos níveis. Primeiro, você ganhou uma imagem de PREMIO para os olhos dela por seu

29 conhecimento sobre James Joyce, mas quando ela te dá a oportunidade de exibir mais ainda seu conhecimento sobre este autor, você a joga para baixo. Isso por si só é muito impressionante para as mulheres. Segundo que ela sabe que você conhece Joyce, mas como você está banindo qualquer conhecimento sobre ele, como você está reprimindo qualquer rapport com ela, isso faz com que ela fique ainda mais determinada para criar esse rapport. Rapazes, isso é um grande exemplo de como mostrar ser o premio sem expor que você é o premio. Prosseguindo! Bom policial/Mau policial Por acaso você já conheceu algum cara que tinha uma namorada realmente gostosa mas que agia mal e não o dava um pouco de luz? Eu conheci. E o estranho disso é que ao invés do cara chutar a garota, ele só ficava mais apaixonado por ela. E ainda mais estranho é que uma vez a cada tempo ela se tornava uma garota boazinha. Sabe de uma coisa? Isso plantou uma semente na cabeça dele de que ela talvez o aceitasse e então ele ficou com aquela vontade de fazer com que isso acontecesse. Ele também começou a ficar com medo de que ela o maltratasse. Pobre coitado... Acho que a maioria de nós em algum ponto de nossas carreiras com as mulheres não somente conhecemos alguém assim, mas também vivemos isso. Vamos encarar que por causa disso nós descobrimos o quão poderoso isso pode ser. Eu chamo essa tática de ‘Bom policial/Mau policial’ pois ficamos alternando entre sermos frios e calorosos com ela. Como todo Push/Pull, toda sua frieza deve seguir de ser alegre com ela, e isso deve seguir de ser frio com ela novamente, e assim por diante. Alguns exemplos de como as mulheres usam isso em nós: Uma coisa é elas dizerem para um cara “eu não gosto do jeito que você mastiga essa comida de boca aberta. Mas pelo menos você é um cara legal por me pagar o jantar”. E daqui ela talvez prossiga dizendo outros pontos ruins que ele vê nele. Antes que você saiba, o cara vai começar a fazer milhares de coisas para conquistar a validação da garota – muito triste... Outra coisa que eu vejo elas fazendo é falar algo como “você é um cara tão nerd, mas pelo menos você é simpático” então daqui o cara vai começar a tentar provar-se para a garota – vai tentar ganhar a aprovação dela. Isso é outro caso muito triste de se ver... Meu Deus, estou ficando depressivo só de escrever sobre isso. Vamos para alguma coisa menos depressiva. Vamos ver alguns exemplos de Bom/Mau policial que podemos usar nas mulheres. Uma coisa muito malvada que gosto de fazer com a mulherada é de quando eu estou fazendo um Cold Reading eu digo “sabe, você aparenta ser uma pessoa animada, mas você deve ter maus momentos deixando as pessoas entrarem em sua vida e talvez até em confiar nelas. Aposto que as vezes você se sente até desconectada das pessoas. E na maioria dos casos, eu não gosto de garotas desse tipo, mas você tem um sorriso amigável, então, talvez você até consiga sair comigo. Mas eu ainda vou pensar melhor se devo abrir uma exceção para você. Eu não quero que minha galera pense que eu ando saindo com pessoas ruins.” Nesse ponto, as mulheres vão começar a fazer milhares de coisas para conseguir provar-se e conseguir sua aceitação e validaçao de você. Quando ela começar a fazer isso, você vai realmente conseguir que ela te persiga em vários níveis emocionais. Vamos dar uma olhada em mais um exemplo que eu vou voltar a falar sobre ele quando entrarmos no capitulo de Chick Tests. Quando uma mulher te perguntar o que você faz, simplesmente olhe para ela com uma cara confusa e diga “não, eu não sou aquele cara que costumava trabalhar com você no McDonalds. E se nós sairmos, é melhor você não vir com esse papo da sua carreira lá. Eu não quero que você fique me constrangendo na frente dos meus amigos. Mas até que você parece uma pessoa legal para se sair, mas vê se não espalha.”

30 Certo, vamos para frente rapazes...

Anulamento Intencional

O que eu estou para falar é muito poderoso. Alguns de vocês até podem pensar que é algo sinistramente malvado. Eu acho que o poder por trás dessa técnica não tem nenhum sentido lógico. Então, o que estou querendo lhes dizer? Eu estou falando sbre a arte de dizer ou fazer alguma coisa, e então fazer ou dizer alguma outra coisa que anule completamnte a primeira coisa. Deixe-me repetir o que eu acabei de dizer: Isso é a arte de fazer ou dizer alguma coisa e então fazer outra coisa que anule completamente a primeira. Para fazer isso funcionar você terá de ter o completo controle sobre suas emoções. Você tem de se tornar um completo mestre em parecer ser genuíno em um momento e depois parecer completamente mentiroso na hora certa. Ambos são essenciais para a arte do Anulamento Intencional. O momento em que a maioria dos caras acha que errou é em ser completamente genuíno e completamente falso. Mas em muitos casos, eles erram pois não tem completo controle sobre suas emoções e não tem uma noção do tempo correto. Esta técnica não é fácil de se entender. Mesmo assim, mesmo que ela tome um tempo para você se aprimorar, não desista: esta é uma das mais poderosas ferramentas para se tornar o PREMIO.

O elogio anulado Uma versão desta técnica que eu adoro fazer é, de uma maneira genuína, elogiar uma garota. Você tem que fazer com que este elogio realmente pareça verdadeiro, do contrario não irá funcionar. Isso fica mais poderoso se o elogio for sobre alguma coisa que elas estão procurando sua validação. Alem disso, enquanto seu elogio parecer sincero, está tudo bem em exagerar um pouco. Então siga dizendo algo que anule e faça o elogio parecer completamente mentira. Vejamos um exemplo: suponhamos que uma garota me pergunte se eu gosto do jeito que ela beija meu pescoço e eu digo verdadeiramente que eu gosto sim. Eu talvez até diga a ela “quando você beija meu pescoço, eu me sento tão excitado, você é a melhor”. Agora rapazes, como vocês já devem ter percebido, este é o Puxa do Puxa/Empurra. Agora vamos ver a parte do Empurra, quando nós anulamos o elogio. Esta parte é essencial, pois como já mencionei, nós nunca queremos puxa-la completamnte ou empurra-la completamente. Da mesma maneira, nós nunca queremos anular completamente nosso elogio. Então, eu talvez anule o elogio de como eu gosto quando ela beija meu pescoço dizendo “bom... na verdade... (comece a contar seus dedos) outras quatro garotas eram realmente muito boas também, mas acho que você deve ser uma das melhores. Mesmo assim, você é realmente boa.” Aqui a garota talvez pergunte quem são essas outras mulheres ou pergunte se ela é realmente a melhor. Nessa caso eu diria para ela “você é mesmo uma menininha” ( posso dizer também “eu não beijo e falo” ou “há algumas portas que é melhor mantermos elas fechadas”) e quando ela disser “o que??” não a responda. Ao invés disso, use minha tática dos Open Loops e simplesmente vire a cabeça para longe dela. Vamos ver outra variação desta técnica: Esta daqui pode ser usada quase imediatamente depois de você conhecer a mulher. Suponhamos que eu esteja num bar e começo a conversar co uma garota. Em um certo ponto eu digo para ela “oh meu Deus... você tem o sorriso mais bonito que eu já vi!” e ela provavelmente responderá

31 dizendo “obrigada”. Então eu olho para baixo contando em meus dedos e digo baixinho “na verdade... eu conheço quatro outras mulheres que também tem sorrisos lindos... e você deve ter o quarto mais bonito.. eu vou te chamar de numero quatro!” (mesmo que eu tenha descoberto esta técnica, foi meu colega Chris P. quem me ensinou a arte de dar apelidos à garotas, principalmente de números) Mostrando e Anulando a importância que você dá a ela Outra coisa muito boa a se fazer é perguntar algo a uma garota como se você realmente estivesse querendo saber a resposta. Quando ela começar a responder, diga algo como “na verdade, eu não estou querendo saber, só estava fingindo que eu me importava...”. Deixe-me dar a vocês um exemplo disso, que é hilário. Hoje, essa garota que eu estou paquerando me chamou. Eu a disse que eu não poderia conversar por que eu tinha de ir a algum lugar. Ela me perguntou aonde e eu respondi “por que você quer saber?” e ela me disse que era por que ela se importava. Então eu a contei onde eu estava indo. Mas então eu a disse que por cause que eu havia lhe contado onde eu estava indo, ela teria que me contar aonde ela estava indo. Logo quando ela começou a me dizer eu a interrompi e falei “na verdade, eu não me importo, só queria ver se você me contaria” e continuei “não, estou só brincando... eu realmente quero saber” e então ela começou a dizer de novo e eu a interrompi mais uma vez dizendo “quer saber? Eu já ouvi o bastante”. O tempo inteiro eu a deixei em um estado de suspense sobre o que eu iria fazer em seguida e ela ficou me perseguindo para me dizer onde ia. Isso é um exemplo de Push/Pull no seu auge.

Anulando Compaixão e Sinceridade Intencionalmente Um outro jeito de utilizar a Anulação Intencional é demonstrar um lado cheio de compaixão de você, e então anula-lo intencionalmente mostrando um lado sem compaixão e falso de você. Deixe-me mostra-lhes um exemplo. Eu posso contar a uma garota essa historia, que mostra um lado bondoso de mim: “Eu acho que o toque e a afeição das pessoa é algo muito importante para nossas vidas. E é muito triste quando uma pessoa está desfigurada ou doente e por causa disso ela não pode viver esse tipo de coisa. Mesmo assim, é impressionante como mesmo a menor demonstração de afeto pode fazer toda diferença para essas pessoas. Eu me lembro quando eu estava em uma escola de massagem e um de nossos deveres era massagear pessoas com AIDS e câncer no estagio final da doença. Tenho que admitir que no começo eu fiquei meio espantado e com um sentimento um tanto egoísta e eu não queria fazer aquilo. Mas eu fiz. E mesmo que aquilo tenha sido um pouco assustador, aquela experiência abriu meus olhos. Abriu meus olhos para que meus medos e preconceitos se fossem, e eu fui capaz de ver como eu consegui fazer um impacto positivo na vida dessas pessoas.” Então eu contaria alguma outra rotina para anular a minha imagem de compaixão que eu deixei com esta historia, como por exemplo: “Eu ouvi dizer que tem um lugar onde você pode conseguir uns R$2000 por jogar lixo pela janela do seu carro. Ridículo isso. Eu jogo lixo para fora do carro toda hora. Quer dizer, isso é positivo né? Estou ajudando a economia! Estou criando novos empregos!”

Anulando Rapport Isso é quando você define algo em comum entre você e a mulher. Você dá a impressão de que você e ela são tão parecidos que serão bons amigos. Então você anula completamente isto insinuando que é por causa desta coisa em comum que vocês nunca poderiam andar juntos. Vejamos um

32 exemplo: uma coisa que eu posso fazer se uma garota está um pouco antipática é começar com um Cold Read: “Sabe, as vezes você pode ser bem sarcástica não é?” Se ela concordar (e esse tipo de mulher sempre concorda, pois é esta a maneira como elas querem ser vistas) eu talvez diga a ela que ela tem que tomar cuidado para não machucar o sentimento de outras pessoas, e eu sei disso por que sou sarcástico também. Isso cria um rapport, pois eu estou estabelecendo uma coisa em comum entre mim e ela. Então eu escalo este rapport contando uma historia do por que eu me considero um cara sarcástico (talvez ‘Minha avó a boxeadora [?] poderia ser uma boa historia aqui). Em seguida eu diria a ela : “É engraçado mas pessoas sarcásticas tem uma estranha apreciação por outras pessoas que são da mesma maneira... e é por isso que eu gosto de você. Mas... nós dois combinados seria puro mal e juntos nós colocaríamos todos a nossa volta em um rio de lagrimas... e é por isso que nós não podemos andar juntos.” A razao do por que isso é tão efetivo é que você está colocando a propria coisa que fez você Puxa-la para você como uma barreira para Empurra-la de volta. Isso é uma maneira muito eficiente de colocar uma garota para te perseguir.

Capítulo XIV : Qualifing & Challenging A mais ou menos um ano atrás, eu trabalhava para um cara como vendedor. O interessante sobre ele era que sua estratégia de venda era diferente dos outros. Eu já havia trabalhado em muitos empregos como vendedor e meus chefes sempre me disseram que para vender um produto, você tem que primeiro fazer o cliente ficar entusiasmado com o produto, e uma vez que isso acontecesse, eu os perguntaria algumas coisas qualificadoras e então fecharia o acordo. Mas esse meu novo chefe era diferente. Ele me disse para não vender para essas pessoas. Ao invés disso, ele me falou “Você deve qualifica-los brutalmente”. Eu considerei isso muito estranho, pois as pessoas para quem eu fazia as propagandas normalmente eram qualificadas para comprar o produto. Mas havia outra face do que ele estava fazendo. Depois de qualificar os clientes, meu chefe ainda colocava qualificações maiores ainda. Então ele os desafiava ou os testava para que eles seguissem o que haviam se proposto a fazer. E o estranho era que na maioria das vezes, ele conseguia fechar o negocio. Mas o que eu não sabia na época era que fazer perguntas que qualificam as pessoas tem um efeito muito maior do que nos imaginamos. Então, eu perguntei ao meu chefe o por que isso era tão poderoso, e ele simplesmente me disse “é muito simples: ao invés de você vender para eles, você está fazendo eles te venderem” Então, eu gastei um longo tempo para entender o que isso significava, mas comecei a pensar: se essa técnica é tão boa para vender produtos, pode ser ótima para nos tornamos o premio para as mulheres! Bom, minha intuição me serviu muito bem. Eu estava certo. Usar essa técnica com a mulherada é excelente, tanto para estabelecer que você é o premio quanto para deixa-las tão cheias de emoções que serão compelidas a te perseguir.

33 Então, o que é exatamente Qualificar & Desafiar as mulheres? Essa técnica se baseia em desafiar uma mulher a te provar que ela está qualificada para cumprir todas as suas expectativas, regras e padrões. Não sei por que, mas as mulheres respondem muito bem a isso. Mesmo assim, há algumas coisas preliminares que você precisa fazer para que Q&D funcione. O primeiro passo é acreditar que você é o premio (nos já falamos sobre isso). O segundo é ter suficiente imagem de premio para a mulher. Ela não precisa pensar que você é a melhor e maior coisa desde o pão de forma para que você possa qualifica-la. Mas, até que voce tenha experiência o suficiente com Q&D, é melhor que você tenha alguma premiabilidade com ela. Então, como nos sabemos que temos premiabilidade o suficiente com a garota? Enquanto você a mantiver rindo, flertando com você ou te fazendo perguntas, é seguro usar o Q&D. Se ela não está fazendo nenhuma dessas coisas, você talvez precise de um pouco mais de trabalho. Terceiro passo é ter padrões, expectativas e regras. Antes de qualificar uma mulher, você precisa saber o que você quer, o que você espera e o que você não vai tolerar. Mantendo essas coisas em mente vai te ajudar a manter sua imagem como premio. Aqui estão algumas expectativas e padrões que eu exijo das mulheres: -Aventureiras -espontâneas -fortes -sempre prontas para um desafio -sarcasticas -sofisticadas -otimistas -não tem medo de arriscar -ter classe Esses são os meus padrões. Você está livre para usa-los, mas eu sugiro que você pegue um pedaço de papel e comece a escrever o que você acha importante nas mulheres. Aqui vão também algumas coisas que eu não tolero: -dramaticas -necessitadas -desonestas -desrespeitosas - não cumprir com suas palavras - falar asneira Agora escreva você as coisas que você não tolera das mulheres. Ter padrões, regras e expectativas te faz vulnerável de uma maneira positiva. Em outras palavras, eu estou dizendo para a mulher que eu sou louco por mulheres espontâneas e aventureiras, estou lhes contando como me seduzir. Mas aqui esta a coisa: quando ela não jogar nas minhas regras, eu a corto. Então, eu sou um cara vulnerável enquanto ela jogar nas minhas regras. Isso distingue você de outros caras Lembre-se que ter expectativas também te distingue dos outros caras. A razão disso é que a maioria dos homens por ai dormiria com qualquer mulher que aceitasse ou escolhesse eles.

34 Tendo regras, padrões e expectativas, você está dizendo a mulher que para ela conseguir transar com você, ela terá de fazer mais do que somente te escolher ou te aceitar. Simplificando, você está mostrando que você é o premio. Isso vai fazer sua premiabilidade crescer MUITO com a mulherada. Qualificando e Desafiando-as O que eu estou para te dizer pode te parecer meio fora da realidade mas com certeza funciona. Esta é provavelmente uma das técnicas mais poderosas que eu já descobri. Sempre quando eu já tiver um mínimo de premiabilidade nos olhos de uma mulher eu vou estar a qualificando. Muitas vezes isso acontece um minuto depois de eu iniciar a conversa. Por exemplo, eu posso começar dizendo isso: “Parece que você possa talvez ser uma pessoa aventureira, estou certo?” Se elas disserem ‘sim’ (que é o que elas fazem na maioria das vezes, e se não fizerem, eu não estou interessado nelas de qualquer maneira...) então eu digo “que bom! Por que se você não fosse eu teria de ir embora pois só sou amigo de pessoas assim... e mesmo que você seja aventureira, eu não sei se nossa amizade vai dar certo por que eu não sei se você pode lidar comigo.” Aqui elas podem responder reafirmando que são aventureiras ou então estranhando minha fala e dizendo “não sabe se eu posso lidar com você?” e ai eu as respondo “qual foi a coisa mais aventureira que você fez ano passado?” Depois que ela me disser, eu posso continuar dizendo algo como “eu estava começando a achar que eu era demais pra você... mas talvez possa dar certo...” e então eu continuo: “você é espontânea?” Se elas disserem ‘sim’ eu devolvo dizendo “ótimo. Então nos podemos sair. Mas eu não sei o quão espontânea você é ainda, então eu não vou te apresentar para os meus amigos por que eles podem te achar uma garota meio ‘quadrada’ e eu não quero que você me envergonhe na frente deles.” (tente ser leve e descontraido aqui. Se você for muito rígido, corre o risco de espantar a menina) Depois disso eu as desafio a dizer qual a coisa mais aventureira ou espontânea que elas já fizeram na vida. Se elas me derem uma resposta sexual, então eu posso pular o próximo passo. Mas se não, eu as pergunto qual foi o lugar mais maluco onde elas já transaram. Tenho certeza que alguns de vocês estão se perguntando como eu posso fazer isso tão cedo na interação. E a razão do por que ‘eu posso’ é que eu já as fiz afirmar que são pessoas espontâneas e aventureiras, então pelo principio da consistência, elas tem que ser congruentes e consistentes no que elas falaram. Se elas forem muito contidas, então eu vou acusa-las de mentir sobre serem aventureiras ou espontâneas. Depois que elas te contarem o lugar mais maluco em que elas já transaram, elas vão te devolver a pergunta, e aqui é melhor você ter alguma historia que seja melhor e mais legal que a dela (lembrese que pelo contexto, você esta a procura de uma menina aventureira, mas não importa o quão aventureira ela seja, você sempre será mais). Então eu começo a falar sobre beijos. Aqui eu posso pergunta-las: “se você estivesse em uma escola de beijos, qual nota sua professora te daria?”. Elas quase sempre lhe responderão que receberiam a nota A (mulheres bonitas querem sustentar seu valor como mulheres bonitas). E então eu simplesmente as beijo. Por que isso funciona? Funciona por que eu estou a desafiando sobre 3 coisas que ela já se comprometeu a ser: aventureira, espontânea e boa de beijo. Se ela não agüentar o desafio, ela ira se passar por mentirosa, e isso é uma reputação que elas não querem.

35 Q&D é uma das maneiras mais eficazes de se colocar uma mulher no seu frame Um aspecto do que você está fazendo quando esta usando Q&D é desafiar a mulher a cumprir suas expectativas, padrões e regras. Outro aspecto é que primeiro, você está validando a mulher, e segundo, você está a desafiando a te provar que ela esta qualidicada para receber a sua validação. Sem que ela saiba, você está fazendo com que ela entre no seu frame de que ela é quem precisa da sua aceitação. Um exemplo: quando pergunto as mulheres se elas são aventureiras, elas respondem que sim. Isso acontece por que ela realmente é aventureira? Talvez não. Mesmo assim, a maioria das mulheres querem passar essa imagem boa para as pessoas ao seu redor. Quer dizer, quem é que quer parecer chato para os outros? Na verdade, quando eu faço a pergunta para a mulherada, elas respondem de acordo com o jeito que elas querem ser vistas. Então eu digo “não sei o quão aventureira você realmente é. Qual a coisa mais aventureira que você fez ano passado?” aqui eu estou as desafiando a me provar que elas está qualificada como sendo aventureira. A maioria das mulheres estará pronta para o desafio, e aqui vai o por que. Primeiro, como eu já disse, elas vão aceitar o desafio pois não querem passar a imagem de mentirosas. Segundo, se elas não aproveitarem a chance de me provar este lado bom delas, toda a validação que eu as dei irá desaparecer. O risco de não ser aceitada é muito grande para ela deixar o desafio passar. Sem que elas saibam, quando isso acontece elas ficam cada vez mais dependentes da minha validação. Então, assim que a mulher estiver pronta para esse desafio significa que ela entrou no meu frame de que ela é quem precisa me conquistar. Veja como isso é bom para que possamos nos tornar o premio. Q&D é uma forma de Puxa/Empurra Realmente Q&D é uma forma de Push/Pull. Quando eu digo “você parece ser aventureira” eu estou Puxando-a. E quando eu digo “estou certo? Por que eu só sou amigo de pessoas aventureiras” estou a Empurrando de volta. Então eu digo “que ótimo! Então nós podemos ser amigos” estou a puxando de novo. Ai eu empurro mais uma vez dizendo “mas eu ainda não sei o quão aventureira você é, então não posso te apresentar para a minha galera. Eu não quero que você me envergonhe na frente deles.” Em outras palavras, quando ela cumpre minhas expectativas eu a puxo, mas então eu a empurro colocando padrões ainda mais altos. Note que eu nunca a valido completamente, e mesmo assim nunca a dispenso completamente. Isso é parecido com Push/Pull, que você nunca quer a puxar completamente para você e nem empurra-la completamente para longe de você.

36

Capítulo XV : A Linguagem corporal para o Puxa/Empurra, Q&D, e criar frames Uma grande parte do Puxa/Empurra, Q&D e criar frames muitas vezes não é somente sobre o que você fala, mas o que o seu corpo fala. Na verdade, eu acho que a mente subconsciente interpreta melhor a comunicação não-verbal do que a verbal. Então, neste capitulo vou lhes ensinar como usar estas técnicas através da sua BL. Coisas básicas pra se estabelecer o frame de forma não-verbal Antes de entrar no conteúdo avançado, é melhor rever algumas coisas básicas, que eu estou certo que alguns de vocês sabem mas talvez poderia lhe ser constrangedor de usar. Então, a primeira coisa a se observar é como você se porta. Mesmo que voce se sinta confiante por dentro, as pessoas vão te achar submisso, ou se você tiver algum problema em manter algum contato visual com alguém, isso não vai te ajudar em passar a imagem de ser o premio. Lembrem-se de sempre manter-se alto, com os ombros para trás, mas de uma maneira relaxada (esta é a chave. Ser relaxado! Se as pessoas verem que você esta tenso, vão te achar um homem de Neanderthal). Mantenha o contato visual um pouco mais que o resto das pessoas. Todas estas coisas vão mandar a mensagem que você é o premio. Qualificando não-verbalmente (uma forma de Empurra não-verbal) Deixe-me começar dando-lhes algumas perguntas para vocês pensarem. Quando você pensa numa BL de um juiz, o que te vem em mente? Quando você pensa na BL de uma garota que esta julgando, qualificando um cara, o que te vem em mente? Eles tem uma postura que procura aceitação? Não. Eles normalmente tem uma postura mais fechada, mas ainda assim confidente. 1- normalmente, eles tem os braços cruzados e sua cabeça ou costas estão viradas para longe da pessoas que eles estão conversando. 2- eles também estão mostrando alguma coisa que demonstra que eles são o premio: ombros para trás, contanto visual, peito estufado e relaxamento. Então, podemos demonstrar para uma garota que ela esta sendo julgada cruzando nossos braços, mas ainda assim mantendo contato visual poderoso. Aceitando-as não-verbalmente (uma forma de Puxa não verbal) Vocês se lembram que eu já disse que nunca queremos aceitar a mulher completamente e também não queremos rejeita-la totalmente? Bom, isso se aplica a BL também. Se durante toda a interação, você somente a Empurrou não-verbalmente, você a rejeitou completamente. Isso é só Empurra, sem nenhum Puxa. Se você fizer isso, você se tornara o cara fechado, esquisito e estranho. A chave é misturar as duas posturas. Isso cria uma ótima combinação. Mesmo assim, o Puxa nãoverbal não é fazer coisas do tipo se inclinar diante da garota enquanto ela se inclina para trás. Isso passaria a mensagem que você esta procurando aceitação, e esse não é o nosso objetivo. O Puxa não-verbal é adotar uma postura aberta, descruzando os braços e colocando seu peito de frente para ela. Ficar em um ângulo

37 Quando você estiver falando pela primeira vez com uma mulher, creio que seja melhor não ficar totalmente de frente para ela. A idéia aqui é que você está as qualificando e Empurrando, mas ainda assim não o faz completamente. E quando você está a aceitando, mesmo que de uma maneira não-verbal, você está passando a imagem de procurar aceitação, ou de um Puxa completo. Ainda assim, quando você começar a ter contato físico com ela, você pode encara-la totalmente, pois nessa hora você terá outros instrumentos para fazer esse Puxa/Empurra. Enviando sinais mistos não-verbalmente No capitulo de Puxa/Empurra eu disse que todo empurra devia ter um pouco de puxa, e vice-versa. Uma razão para fazer isso é por que isso as mantem em suspense, na ponta de seus pés, e elas amam isso. Bom, um dos meus jeitos preferidos de enviar sinais mistos não-verbalmente é ter os meus ombros e cabeça voltados para longe dela, ter um sorriso suspeito em minha cara como se eu não tivesse certeza sobre ela e ao mesmo tempo um grande sorriso amigável no rosto. Com um pouco de pratica, você vai conseguir criar seus proprios meios de fazer isso.

Puxa/Empurra Físico Creio que possa ser muito poderoso tocar uma mulher quando se encontra com ela pela primeira vez. Mesmo assim, a maioria dos homens fazem isso da maneira errada. Eles fazem de um jeito que comunica as mulheres de que eles são necessitados e que eles estão procurando a aceitação da mulher. Agora você deve estar se perguntando como tocar a garota corretamente na primeira interação. Na minha opinião, uma das melhores maneiras de começar a toca-las é encorporando o Puxa/Empurra. Eu começo com duas coisas: toque de mãos e abraços. Vejamos um exemplo: Eu começo desafiando a mulher “você é aventureira?” enquanto afasto um pouco minha cabeça para longe da dela, Empurrando-a. Se ela disser ‘sim’ então eu dou um toque de mãos com ela e a seguro, puxando-a para perto de mim e dizendo “que bom, por que eu só sou amigo de pessoas aventureiras. Então nos podemos ser amigos.” Então eu começo a empurrar as mãos dela para longe de mim, implicando que eu talvez a rejeite completamente, viro minha cabeça para longe dela e digo: “você não é uma daquelas meninas taradas é/ eu não quero que você me envergonhe na frente dos meus amigos...” E aqui eu soltaria um pequeno sorriso, indicando que talvez seja brincadeira. Se ela disser ‘não’ então eu a puxo para realmente perto de mim. Aqui eu posso dizer “você é malvada não é?” principalmente se eu souber que isso é verdade sobre ela. Quando ela disser ‘sim’ eu começo vagarosamente a empurrar as mãos dela para longe, mas então eu a digo “ótimo, por que eu também sou” e então eu a puxaria para tão perto que nossas barrigas estariam se encostando, e minhas mãos em volta dela. Quando eu estiver prestes a beija-la eu falaria “e por causa que nós dois somos assim é que nós nunca poderíamos ser amigos.... nós dois juntos seriamos muito perigosos, nós nos meteríamos em muita confusão.”

38 E então eu a empurro para longe. Mas eu diria a ela “quando o assunto é ser malvado eu e você somos do mesmo jeito.... e poderíamos ser até irmão e irmã..” Então eu a daria um grande abraço, e se você tiver feito tudo certo, ela irá te abraçar também. Eu poderia puxa-la para realmente perto de mim como se eu fosse beija-la e então eu pararia. Aqui eu iria me afastar um pouquinho e manter o silencio. Quando isso acontece, as mulheres normalmente irão proceder e arredar para frente, pensando que você vai as beijar. Mas então eu a empurraria e diria “eca, você e eu somos quase irmãos e você vem tentando me dar um beijo? Isso é muito imoral”... então eu a diria “mas você ainda é minha irmã” e aqui eu a puxaria e a beijaria. Eu continuo fazendo isso, as vezes durante horas até o ponto em que transamos. Isso é muito poderoso.

Capítulo XVI: Desempenhando papéis como uma ferramenta poderosa para ser o prêmio Desempenhar papéis é agir a partir de cenários de faz-de-conta, geralmente, mas nem sempre como personagens fictícios. É uma coisa que todos nós já fizemos antes- acredito que eu começei a fazer isso na pré-escola. Porque desempenhar papéis é tão poderoso Há inúmeros motivos do porquê desempenhar papéis ser tão poderoso. Vamos dar uma conferida em alguns desses motivos. Usar papéis te poupam da vulnerabilidade Desempenhar papéis é algo poderoso porque não é real. Isso quer dizer, que por não ser algo “real”, os participantes percebem que não há consequências em mostrarem seu lado vulnerável, e assim podem se abrir de uma forma mais fácil. Quando eu tinha uns doze ou treze anos, eu me lembro de ter ido ver um filme no cinema com alguns amigos. Uma das pessoas que foi ver o filme com nós era uma garota que gostava muito de mim. Já que eu não mostrava muito interesse nela, ela não queria começar a interação comigo com medo de que eu desse um fora nela. Então, o que foi que ela fez? Ela me disse que o seu ex-namorado, que traía ela, estava no cinema, Para fazer ele ficar com ciúmes, ele pediu para que eu fingisse que eu era o seu namorado. Então começei a acariciar ela e ela começou a me acariciar, e acabamos ficando. O namorado dela realmente estava lá? Talvez ele estivesse ou não, mas o ponto mais importante é que o plano dela havia dado certo: Ela armou um contexto no qual cada um de nós poderíamos dar em cima um do outro sem ser vulnerável. Bem engenhoso. É tão poderoso como se fosse real Uma coisas muito importante de se notar, é que a mente inconsciente não consegue distinguir o que é real do que é faz-de-conta.

39 Isso quer dizer que todas as emoções que você faz uma garota sentir enquanto desempenha um papel são tão poderosas como se você a fizesse sentir na vida real. A coisa legal nisso, é que mesmo que nós não tenhamos muita PREMIABILIDADE com a garota, ainda assim podemos nos sair bem em COLOCAR UM PREÇO nela, isto é, mostrar que nós a estamos avaliando. Vejamos um exemplo. Vamos fazer de conta que você é meu cachorro Um cenário de faz-de-conta que é muito divertido de se fazer com as mulheres é perguntar para elas: “Se você fosse meu cachorro, que tipo de cachorro você seria e porque? ( essa é uma boa sequência para o opender conversacional dos cachorros Pug e Beagle). Depois da resposta eu posso dizer: “Gosto desse tipo de cachorro. Talvez eu te compre em uma Pet Shop”. Então costumo dizer com um olhar desconfiado, enquanto viro as costas pra ela : “ Você não faz xixi no chão..., não é?” Se eles dizem que não, então eu pego as mãos dela enquanto as puxo para perto de mim e digo: “Bom, então vou te levar pra casa comigo”. Então eu olho bem nos olhos dela, segurando suas mãos, mas começo a empurrá-la um pouquinho para longe de mim e digo: “ Você é um cachorrinho que gosta de aventura? Por que se não for, eu vou te entregar pra carrocinha te levar pro canil”. Se ela disser que sim, então eu a puxo para mais perto de mim e digo: “Bom cachorrinho”. ( talvez você queira dar uns tapinhas em cima da cabeça dela nessa hora). Então eu costumo dar um abraço nela e digo pra ela como ela é um cachorrinho bonitinho. Costumo perguntar : “ Sabe por quê?” Ela perguntará: “ Por quê?” Então eu digo: “Porque você me lembra de Sam” Ela perguntará: “Quem quem é Sam ?” Eu responderei dizendo pra ela que Sam foi o único cachorro que eu já amei, mas ele já morreu, e já que ela é quase tão bonitinha quanto Sam, ela será a número dois. Então eu costumo trazer ela pra bem perto de mim como se eu fosse beijá-la, olhos em seus olhos, e digo : “ Humm... você está tentando me beijar e você é um pastor belga. Não se preocupe, vou te arranjar um encontro num novo site de encontros para pastores belgas.” Desempenhando esses pequenos papéis de faz-de-conta com ela, eu trouxe à tona as emoções dela de querer minha aceitação e validação. Falando de outra maneira, através desse jogo de fazde-conta, fui capaz de fazer ela me caçar. Muito poderoso mesmo!!!

40

Parte 4: Chick Tests e Chick Frames Eu sei que alguns de vocês são idealistas e querem acreditar que as mulheres não nos testam. Mas acredite em mim, eu tenho muitas experiências que comprovam o fato das mulheres testarem os homens, especialmente os mais novos. Mesmo que elas não TESTEM, elas irão quase sempre tentar criar um Chick Frame: fazer algo para tomar o controle do Frame que você já havia criado. Creio que muitas vezes as mulheres não fazem isso por serem más, mas sim por eles quererem se proteger. Mesmo assim, se você não estiver sabendo que eles existem e como rebate-los, os Chick Tests e Chick Frames vão limitar em muito sua vida sexual. Então, nesse capitulo vou lhes ensinar tanto como reconhecer quanto como rebater os Chick tests e Chick Frames.

Cap XVII :Tipos de Chick Tests Eu descobri que a maioria deles entra nestas categorías : 1- mulheres fazendo algo intencional para conseguir uma reação sua e então julgar essa reação. 2- mulheres fazendo algo não intencional para conseguir uma reação sua e então julgar essa reação. 3- mulheres julgando algo que você faz ou diz Teste Intencional Vamos explorar esse primeiro tipo de teste. Quais são os motivos para as mulheres nos testarem intencionalmente? Creio que um desses motivos principais é descobrir se você realmente tem os atributos de um cara que é o premio. Isso é mais ou menos uma versão feminina do Qualifying and Challenging [capitulo que pretendo traduzir J]. Colocando em outras palavras, esses testes são usados para nos definir. Creio que quando uma mulher encontra um homem pela primeira vez, três atributos que ela irá nos testar intencionalmente são: ser o premio, ter o controle do meta-frame, e ser capaz de ter uma conduta forte. (Obs: controlar o meta-frame e ter uma conduta forte são atributos muito próximos) Chick Tests Intencionais para ver se somos o premio As mulheres irão fazer milhares de tipos de coisa para nos testar intencionalmente se somos o premio ou não. Agora, obviamente que um cara rico ou famoso é mais difícil de ser testado pelas mulheres do que caras comuns. Mesmo assim, todo homem que já esteve com alguma mulher não importa o quão estiloso ou rico ele seja, ele terá alguma experiência nesses testes. As mulheres são conhecidas por fazer coisas como: fazer os caras comprarem uma bebida para elas, tentar fazer eles ciumentos flertando com outros, pedir aos homens que segurem alguma coisa enquanto elas vão ao banheiro etc. algumas vezes algumas mulheres mais novas vão dizer que o cara é muito novo, muito velho, muito gordo, muito pobre ou muito magro para elas. A coisa mais triste, é que os caras nem sequer percebem que estão sendo testados. E ao invés de rebater o teste, eles ficam na defensiva ou ficam inseguros, ou tendo duvidas sobre ser ou não o premio. A razão disso ser tão ruim é que aqui eles estão aceitando o meta-frame de que a mulher é o premio e que eles estão procurando sua validação. Testes intencionais para ver se você está no controle do meta-frame e se você consegue manter sua forte conduta As mulheres vão muitas vezes testar os homens intencionalmente para ver se eles estão mesmo no controle. Lembrem-se que controlar o meta-frame é sobre você sendo o cara que controla o significado geral da interação, e não ela. E isso também é tudo sobre manter uma conduta forte. As mulheres vão fazer coisas para tomar o controle da interação. Por exemplo, elas são conhecidas por fazer coisas como dizer que o cara não vai conseguir nada delas, ou que o cara não tem nenhuma

41 chance com elas, interrompe-los ou falar sobre problemas que elas estão tendo com seus namorados etc. Testes não intencionais As mulheres muitas vezes vão fazer coisas que não são intencionais para fazer você se sentir mal como determinar que elas são o premio, roubar o controle do meta-frame de você tomar a liderança de você. O problema é que se você deixar a mulher fazer isso, mesmo que ela não faça por querer, ela irá te olhar de uma maneira diferente, e não é para melhor. Te interromper Muitos de nós tem experiências de quando falávamos com uma mulher ela subitamente e inconscientemente nos interrompe. Se ela fizer isso somente uma ou duas vezes não tem problema, mas mais vezes pode faze-la te julgar como fraco ou alguém que não consegue o que quer. Definitivamente algo ruim. Fazendo coisas por atenção Outro exemplo desses tipos de testes é quando a mulher faz algo inconscientemente para conseguir atenção, como por exemplo: te jogar um papel ou fazer você ficar com ciúmes. Ela pode estar fazendo isso pois ela quer sua atenção. Mas se você der essa atenção a elas, você se coloca em risco pois ela pode te julgar como alguém que não é o premio ou alguém que busca a aprovação dela, alguém que não tem o controle do meta-frame e que não tem uma personalidade forte. Como você pode ver, tudo isso são coisas ruins, e que você deveria ficar alerta. Falsas Inseguranças Um outro caso importante é ser a vitima de falsas inseguranças da mulher. Isso inclui ela ficando brava por você não liga-la de 5 em 5 minutos ou por ela dizer que você está dando em cima de outras mulheres. Uma das formas mais comuns das falsas inseguranças é quando a mulher usa alguma palavra condicional como “Se você realmente se importasse, você não faria/diria isso.” Ou “Se você realmente se importasse, você faria/diria isso” Outra forma de falsa insegurança é quando a mulher fica buscando sua aprovação incessantemente. Você com certeza já ouviu ou viveu casos em que a mulher não para de perguntar ao cara se ela é realmente bonita ou feia como as outras mulheres. Mas pelo menos agora você sabe que essas frases são meios irracionais da mulher se fazer de insegura para você. O que todos esses exemplos tem em comum? Eles expressam as inseguranças das mulheres. Colocando em outras palavras, a maioria dos caras vai perceber que esse tipo de comportameno não passa de uma mentira, mas i´ra tentar apazigua-la. O problema aqui é qua muitas mulheres já estão cientes que consolando-as dessas suas falsas inseguranças, os homens estão agindo de uma maneira idiota e insegura, e assim, elas irão julga-lo negativamente por causa disso. Sendo julgado por uma garota Sim, isso é uma forma de teste. È diferente das outras pois, aqui elas não estão tentando conscientemente ou inconscientemente conseguir uma reação de você e então julga-la, mas sim, elas estão simplesmente julgando você por suas ações ou fala. Vejamos um exemplo disso. Você já esteve em uma situação em que você realmente queria pegar aquela garota, e ela também queria você, mas você foi medroso demais para dar o primerio passo? Eu não sei quanto a você, mas isso me aconteceu muitas vezes. Uma coisa que eu percebi e que você talvez também tenha percebido é que se você não tem atitude da primeira vez, e depois tenta de novo depois, a mulher normalmente não está mais afim de você.

42 Então, o que está havendo aqui? Bom, primeiro, as mulheres são criaturas muito intuitivas e que sabem quando um cara está afim delas. Segundo, quando você noa tem atitude para dar o primeiro passo, elas conseguem sentir o cheiro do seu medo. Alias, não há nada que desanime mais uma mulher do que um cara que gosta dela, mas ainda assim tem medo de ser rejeitado. Não estou dizendo que não é algo bom prolongar o tempo para dar o primeiro passo. Na verdade, eu faço isso toda vez por que a mulherada adora e isso também constrói muita antecipação [?]. Mas isso é diferente de não ter coragem, pois não aqui não há a presença do medo da rejeição. Prolongar o tempo de espera para a ‘pegada’ inicial pode até na verdade, fazer a mulher te julgar como forte, sexy, não necessitado e o tipo de homem que ela sonha em se entregar um dia.

Capítulo XVIII : Chick Frames Um Chick Frame é quando uma mulher define ou redefine o significado de uma interação com o objetivo de criar alguns perímetros [?]. acho que na maioria das vezes elas fazem isso não por serem más ou não gostarem do cara, mas fazem isso para tentarem se proteger contra situações perigosas. Surpreendentemente, quando uma mulher se refere a essas situações perigosas, elas não estão se referindo a serem estupradas ou algo assim. Ao invés disso, elas se protegem de se colocar em situações em que elas se arrependam do que elas fizeram no passado. Então, de um certo modo, Chick Frames não são só elas colocando limites para você, mas para elas também. A maioria dos homens que não sabem desses Chick Frames não conseguem quebra-los. Mas depois de você entender que muitos Chick Frames são colocados como uma forma de proteção para as coisas que ela mesma pode fazer, fica fácil para desfaze-los. Então, quais são os exemplos de Chick Frames? Uma coisa que pode ser um Chick Frame (as vezes pode ser um Chick Test mas nesse contexto vamos considera-lo Chick Frame) é quando um cara está falando com uma HB e ela diz “eu tenho namorado”. Alguns homens pensam nessa frase como se ela fosse algum bloqueador. Mas não é exatamente isso. Essa fala significa que ela está tentando criar alguns limites para voce e talvez para ela também, para que você não tenha nada sexual com ela. Na maioria das vezes, ela sabe que você a pegou no lugar certo e na hora certa, e por isso ela está propensa e provavelmente irá transar com você. A parte engraçada é que homens podem criar limites também, mas eles são muito menos rígidos que as mulheres. Pense sobre uma mulher gorda e feia. Muitos de nós vamos criar limites para que não fiquemos em uma situação em que de alguma maneira nós possamos ficar com essa mulher grotesca. Mesmo assim, se uma dessas mulheres começassem a nos tocar, nós nos sentiríamos bem. Alem disso, mesmo que nós admitamos ou não, se tomássemos alguns goles e ficássemos em um lugar sozinho com elas, poderíamos chegar a transar com elas. Agora a parte interessante é que alguns estudos científicos revelaram que as atitudes sexuais de uma mulher não são tão diferentes das dos homens. Eu acho que a parte diferente é que as mulheres criam limites mais rígidos, e a razão disso é por que há mais conseqüências para as mulheres que saem por aí e transam com um cara qualquer. Quando uma garota é vista agindo assim, ela é considerada uma vadia, e isso é muito contrastante com homens que fazem isso e são considerados pegadores. Se eles pegarem uma mulher feia, talvez seus amigos o zoem um pouco, mas as conseqüências não são tão grandes como para as mulheres.

43 Capítulo XIX : Redefinindo Chick Tests e Chick Frames Creio que lhe dei grandes dicas para indetificar Chick Tests e Chick Frames. Agora, vou lhes ensinar uma coisa incrível. Não somente vou lhes ensinar a anular esses testes mas também vou lhes mostrar como usa-los para fazer a mulher te perseguir. Vamos combinar a idéia de redefinir os frames e testes com algumas outras técnicas que já aprendemos, como cold reading, open loops, push/pull etc. isso fará uma poderosa combinação. Vamos começar. Uma coisa que você tem que manter em mente é que você nunca vai querer responder diretamente a um Chick Test ou Chick Frame. Agora, o que estou lhe dizendo é que você não quer trabalhar com o Frame dela usando o mesmo Frame. Por que? Pois isso somente faria o F se reforçar. Colocando em outras palavras, quando uma garota coloca um CF ou CT em você, isso é somente a opinião subjetiva dela. E no momento em que você se refere a ele diretamente, você esta considerando como se fosse uma realidade. Então, o primeiro passo é não se referir a esses CF e CT de uma maneira direta. Vejamos um exemplo: Suponhamos que um cara está saindo com uma mulher realmente gostosa. Em alguma hora do encontro a mulher diz a ele “por favor, não fique me tocando. E também não pense que agindo assim vai conseguir alguma coisa de mim hoje” e suponhamos que o cara a responda “Oh desculpeme. Se eu parar de te tocar, você transa comigo hoje a noite?”. Rapazes, eu sei que esse exemplo pode ser meio irreal, mas eu sou testemunha de amigos que agiram assim com uma mulher. Então o que há de errado com o jeito que o cara respondeu a garota? Ele reforçou a opinião subjetiva dela sobre a situação como sendo verdadeira! Ou seja, ele entrou no Frame dela, e isso é muito ruim! Então como nós devemos lidar com esses CFs e CTs? Como os redefinimos sem entrarmos neles? Antes de entrar nessa parte, vou te lembrar de algumas coisas que já vimos há muito tempo, no capitulo sobre Frames. Primeiro, você precisa sempre definir o significado da interação antes dela: 1234-

você é o premio ela está tentando te ganhar – seja ganhar atração, aceitação ou validação ela te quer tanto que ela está tentando fazer você transar com ela vocês vão transar, mas só se ela cumprir com suas expectativas e padrões

Segundo, você precisa assumir isso antes mesmo de se aproximar. Terceiro, não escolha ela. Não a escolhendo é uma das melhores maneiras de definir esse metaframe. Qualquer coisa que você sinta que ela está tentando tomar o controle ou mudar o metaframe, você esta lidando com um CF ou CT. Mesmo assim, se você não tiver criado seu meta-frame, você não estará apto a perceber nem os CFs e nem os CTs. Então rapazes, conheçam seus meta-frames. Quarto, nós precisamos criar frames que impliquem em nosso meta-frame, e quando nós redefinimos um Frame, estamos usando esses Frames que os CTs ou CFs estão tentando criar. Esses Frames nos colocam de volta na linha e na direção que precisamos ir. Vamos rever alguns dos meus Frames: 1- colocar um frame em alguma reação, ação ou alguma coisa sobre ela de que ela não é boa o

44 suficiente para mim, ou que ela não conseguiria lidar comigo. Isso implica também que eu sou o premio. 2- colocar um frame em alguma reação, ação ou alguma coisa relacionada a ela de que ela que está interessada e que ela está tentando me ganhar ou está me perseguindo. Isso implica também que eu sou o premio. 3- colocar um frame em alguma reação, ação ou alguma coisa relacionada a ela de que ela é um pouco maluca (quando uma mulher está tentando te colocar em algum frame e você vê que ela está viajando um pouco, ou que a coisa não tem posição na realidade) 4- quando colocando um frame de que ela falta classe implica em muitas coisas boas, como por exemplo que eu sou o premio. 5- colocar um frame em alguma reação, ação ou alguma coisa relacionada a ela de que ela não é popular ou tem alguma carência na área social (não tem muitos amigos, muitos relacionamentos etc). Uma vez que você é o ‘legal’ e ela é a ‘excluida’, você é o cara quem julga as ações dela e não o contrario. Aqui você também é o premio. 6- acusa-la de que ela não vive a vida que gostaria de viver. Isso implica que eu sou o premio. 7- colocar um frame em alguma reação, ação ou alguma coisa relacionada a ela de que ela está sendo rude ou insensível. Isso implica que ela não cumpre as minhas expectativas ou não atinge meus padrões. Mais uma vez sou o premio. Agora que você já sabe quando está sendo testado e sabe quais os frames para reposicionar, vamos ver como redefini-los. Mas antes de fazermos isso, vejamos a estrutura de um CT. A maioria desses testes tem essa estrutura: alguma ação, comportamento ou fala X significa Y. Então por exemplo, o teste de te julgar “você está tentando me seduzir?” tem essa estrutura: você falando com ela representa na mente da garota que você está dando em cima dela.

Redefinir os Frames:

Há dois bons jeitos de se fazer isso com a mulherada. O primeiro é redefinir a ação colocando um novo significado a ela. Exemplos: Para o CT que eu mencionei um pouco acima podemos responder: “Na verdade, eu estava sendo sociável. Mas moça, me acusar de dar em cima de você não é uma boa maneira de me fazer gostar de você. Tente ser você mesma, talvez ajude... mas não espere conseguir nada de mim... a não ser que você tenha uma boa conta bancaria.” Essa foi ótima. Nós fizemos muitas coisas maravilhosas aqui. Por acaso você conseguiu ver o Frame que nós a colocamos? Primeiro, nós redefinimos nossa ação de falar com ela de ‘tentando conquistala’ para ‘sendo sociaveis’. Então nos definimos a fala dela de nós tentando seduzi-la para ela tentando nos fazer gostar dela. E então nós fomos mais adiante dizendo que ela terá que suar para conseguir algo de nós. Rapazes, isso a levou direto para o meta-frame de que nós somos o premio! Eu sei que alguns de vocês tem algumas intuições que lhes dizem: ‘redefinir CT parece perigoso por que eu não estou ouvindo as preocupações ou aborrecimentos das garotas. E eu posso assim, quebrar rapport ou até pior, estragar minhas chances com ela.’

45 Acredite em mim, mesmo que muitas coisas que estou falando pareçam contra-intuitivas, não importa: não escute sua intuição se ela for parecida com o que eu citei acima. Se você der ouvidos a criança interior sua que está com medo de acabar com suas chances com ela, se você for malvado, você vai se passar por necessitado. Isso é algo ruim a menos que você esteja feliz com sua vida sexual restrita a pornografia de internet. Então voltemos para redefinição dos Frames. O outro modo de redefinir a acusação dela nos leva a outro tipo de comportamento diferente do exemplo anterior. No caso do exemplo de CT ‘você esta tentando me seduzir?’ eu posso responder dizendo: “Moça, dar em cima de você seria te comprar uma bebida. Se você acha que isso que estou fazendo é dar em cima de você, talvez você precisa sair mais de casa. Talvez aqueles caras ali tentem te seduzir, mas você vai ter que ser um pouco mais criativa com essas suas frases pra conseguir alguma coisa de mim.” Aqui eu mostro a ela que a acusação de eu dar em cima dela é uma combinação inapropriada para o que eu estou faznedo. Então eu estou a julgando (ou criando um CT contra ela mesma?) a acusação dela como se ela fosse alguém anti-sociável. Quais os frames que eu estou criando aqui? Estou criando que ela é anti-sociável, que eu sou mais legal que ela e que ela me quer. Esses são ótimos jeitos de se colocar como o premio da interação.

Aplicando de volta para a garota Outro ótimo jeito de se redefinir os CFs e os CTs é o que eu chamo de ‘apliando de volta’. Este método se baseia em você pegar o CF ou o CT e dar a volta com ele, direcionando-o de volta para a mulher. Deixe-me te dar um excelente exemplo que aconteceu com meu amigo Scott. Ele tinha saído com uma garota e ela começou a testa-lo dizendo “eu não quero parecer uma vadia, mas tamanho importa.” Agora, ao invés do meu amigo entrar no frame dela dizendo “meu pau é maior que o tamanho médio, e por mim está tudo bem. Mas por acaso eu cumpro seus padrões?” ele disse algo bem diferente. Ele a olhou com um olhar de aprovação e a falou “sabe de uma coisa? Você é uma menina legal de ser honesta consigo mesma dizendo o que te importa... peitos grandes são essências.” Aqui ela começou a rir, sabendo que seu CT havia sido bem redirecionado. Mas meu amigo fez muito mais. Ele tomou de volta todo o controle da interação: ele se definiu como o premio, e definiu que eles iriam transar, mas somente se ela cumprisse com as expectativas dele. Você conseguiu entender o por que dessas reversões serem tão poderosas e o que elas estão fazendo? Se você ainda não entendeu, você precisa reler os capítulos de Frames de novo. Eu digo isso por que eu não quero que você saia decorando todos os exemplos que eu te dou. Eu quero é que você entenda a estrutura por trás do que eu lhe ensino e assim você poderá pensar no seu próprio estilo. Certo, vamos para frente. Aqui está um dos meus exemplos favoritos de ‘Aplicando de volta para a garota’. Eu pensei nesse aqui ha mais ou menos um ano atrás. Antes de eu conta-lo para você, vou te contar a historia por trás do exemplo. Eu era freguês de um bar de Hollywood quando um grupo de garotas viraram minhas amigas. Como sempre, eu estava tirando onda com todas elas, e me definindo como o premio. E de repente, uma delas tentou retomar o controle da situação me interrompendo no meio da minha fala dizendo “meu olhos não são aqui (e apontou para os peitos dela), eles são aqui (e apontou para os olhos)”. Imediatamente eu percebi que podia usar aquilo nas mulheres.

46 Se uma mulher esta tentando me mandar um CT ou tentando tomar o controle da interação, eu a interrompo e dou uma olhada para algum lado, como se eu tivesse visto algo interessante. Em quase 100% dos casos ela também irá olhar, e então eu viro meu olhar para baixo, olhando para o chão. E ai eu digo “meus olhos estão aqui (apontando para os meus olhos) e não aqui em baixo (aponto para meu pau). Por favor pare de ficar olhando para minhas partes, sua pervertida.” Isso sempre lhe renderá boas risadas e te tornara o premio. Eu também costumo aplicar o julgamento que ela fez em relação a você de volta para ela, como um meio de redirecionar o CF. Vejamos um exemplo: Se ela me pergunta se estou tentando conquista-la, eu responderia dizendo “por acaso esse é o seu jeito de mostrar que está afim de um cara ou é uma daquelas frases prontas que você acha na internet para conquistar caras sexys?” Uau, eu não somente apliquei o julgamento dela de volta, mas também fiz algo intensamente poderoso. Eu a coloquei em uma situação intrigante. Pelas minhas palavras ela tem duas escolhas: ou está interessada em mim ou tentando me conquistar! – ótimo não?! Enquanto ela continuar no meu frame (o que elas normalmente fazem), ou ela está na minha, ou está na minha! Eu também não redirecionei o Frame dela, eu criei um Frame maior do que o que ela me mandou.

Capítulo XX : Outframing CTs e CFs Nós já falamos sobre como redirecionar um CT e um CF, e neste momento você deve estar começando a entender o quão poderosa esta técnica é pela sua capacidade de retomar o controle do Frame. Mesmo assim, ainda existe uma outra maneira de se retomar este controle. Esta outra maneira é o Outframing. Isto é quando você cria um frame maior do que o da garota, para poder cobri-lo. Como podemos fazer isso? Bem, nós já tocamos nesse assunto. Lembra-se do exemplo que lhes dei no ultimo texto? Bom, se você não se lembra, leia de novo: Se ela me pergunta se estou tentando conquista-la, eu responderia dizendo “por acaso esse é o seu jeito de mostrar que está afim de um cara ou é uma daquelas frases prontas que você acha na internet para conquistar caras sexys?”’ Lembra-se que eu falei que isso não era somente uma maneira de redirecionar o frame, mas também um Outframe? Vamos colocar em outras palavras: eu estou colocando um outro significado no CT ou no CF dela. Outra maneira de se dizer isso é de que eu estou julgando ou aplicando um Chick Test no próprio CT ou CF dela! Vejamos alguns meios de se fazer um Outframe. Frame ‘más intenções’ Esta técnica é parecida com a tática do Push/Pull. Aqui nós definimos o significado do CF ou CT dela como se fosse algo sobre as más intenções da mulher. Digamos que uma garota te mande o CT “você está tentando me seduzir?”, Nós podemos usar esta técnica dizendo: “Você só está falando isso para conseguir tirar as minhas calças, sua pervertida. Mas isso não vai funcionar comigo, eu preciso de mais vivencia.” Boa!

47 Vejamos outras táticas de Outframing. Frame dos ‘atributos indesejáveis’ Quando uma garota me manda um CT ou um CF, eu irei converter a situação acusando elas de ter atributos indesejáveis. Isso funciona muito bem. Vamos ver alguns exemplos. Essa aqui eu inventei há quase uma semana. Eu vou muito a alguns bares de Hollywood, onde há muitas mulheres interesseiras. Quando estas mulheres perguntam para mim o que eu faço, eu respondo dizendo: “Eu não sou aquele cara que trabalhava com você no McDonalds. E se você sair comigo e com meus amigos, você não deve nem tocar nesse assunto com eles por perto. Eu não quero que você me deixe envergonhado na frente da minha galera.” Eu adoro esse exemplo. Outra ótima maneira de usar esta tática é quando as garotas te perguntam coisas como Qual sua altura?” ou “Quantos anos você tem?”. Eu sempre respondo com: “Sim, você é muito velha pra mim” ou “Você é muito alta pra mim”. Isso é bom em muitos aspectos. Primeiro é que você criou um Outframe de que ela tem um atributo que você não gosta. Você está a qualificando, e não o contrario. Segundo, você está pegando o teste idiota dela e redirecionando ele de volta para ela de uma maneira engraçada. Outro jeito de se usar esta técnica é revirar o CF ou CT delas acusando-as de ter valores ou atributos que você não gosta. Vamos pegar o CT: “Boa cantada. Você já usou isso em mais quantas mulheres?”. Neste caso eu responderia: “Eu só falo isso pras meninas que me parecem aventureiras por que eu só sou amigo de pessoas aventureiras, e você me pareceu assim. Mas talvez eu estivesse errado. Se for esse o caso, então nossa amizade não vai nunca dar certo.” Na maioria das vezes elas vão nos contar como elas são aventureiras. Por acaso você consegue ver aqui quem está procurando a validação de quem? Quem é o premio da interação? Eu sou. Frame das conseqüências Esta técnica se baseia em mandar um Outframe que coloca uma conseqüência no CT ou no CF dela. Vamos pegar o exemplo do CT “Você está tentando me seduzir?” Eu responderia dizendo: “Se você ficar falando essas coisas pros caras por ai, você vai assustar todos. Mas continue assim, você não vai nem conseguir um namorado virtual.”

48

PARTE 5: Concluíndo Capítulo XXI : Como transformar uma conversa inocente em uma relação de uma noite Até aqui eu já lhes dei todas as ferramentas que vocês precisam para serem o premio para as garotas. Mas alguns de vocês devem estar procurando alguma estrutura para usar todas essas técnicas. Por causa disso, estou colocando aqui um exemplo recente de uma aproximação que eu fiz em uma garota desconhecida, que cinco horas depois eu estava transando com ela A aproximação Eu e meu colega vimos duas garotas britânicas bebendo em um bar num hotel em Vegas. Elas estavam se vestindo bem. Uma era loira e a outra era morena. Eu me aproximei com meu colega fazendo um ângulo com elas, e disse em um tom energético “Ei meninas! Vocês conhecem musicas pop dos anos noventa e oitenta?” A morena respondeu “sim, por que a pergunta?” e eu disse “bom, minha amiga acabou de comprar um Pug. Você sabe, aquele cachorro pequenininho e bonitinho?” Morena: “é, eles são bonitinhos...” Eu: e ela também comprou um beagle. Sabe, aquele com orelhas compridas e pernas curtas? Ela: é, eu gosto desses cachorros Eu: (em um tom dramático) Que ótimo por que se você não gostasse eu teria que falar da mesma maneira (virando meu corpo para longe) Ela: *riso* Eu: (virando meu corpo para ela) então, o pug é macho e o beagle é fêmea. Minha amiga quer dar nomes de estrelas do pop dos anos noventa e oitenta a eles... então eu estou tentando achar alguns nomes para ela.. eu estava pensando em Sonny e Cher por que sonny parece com um pug e a cher com um beagle... As duas riem e me dizem que está perfeito Eu: mas isso não vai dar certo. Eles dois são dos anos setenta (elas estavam sentadas em um sofá com uma mesa. Nesse ponto eu sento junto com elas. Eu posso fazer isso pois elas estão rindo e tendo momentos divertidos. Quando você está falando com uma garota e ela esta te respondendo bem, rindo e curtindo a conversa, você quase sempre pode ir e sentar perto delas. Fazendo isso voce cria rapport.) Elas: ah sim, você está certo Eu:que tal Prince e Carmen Electra? Elas: ficaria bonitinho Eu: mas espere... isso não vai dar certo por que o Prince parece mais com um chihuahua do que com um Pug! Elas: *riem* Aqui eu passei da parte da aproximação e estou indo para a parte de mostrar que eu sou o premio. Premiabilidade Eu: agente poderia chamar o pug de Boy George, não? Elas: Hmm... Eu: (interrompendo-as) não, isso não vai dar certo por que elajá teve um cachorro com esse nome. Foi a alguns anos atrás quando ela ganhou esse golden retriever e o chamou assim. Mas como o cachorro era fêmea, ela mudou para Girl George. Agora a cachorra vive grávida. Talvez ela esta transando mais por causa do nome de celebridade! Elas: *risos* Eu: de qualquer modo, minha amiga decidiu consertar o cachorro dela. Foi uma ação ruim. Os

49 hormônios do cachorro foram pelos ares. Primeiro, ela começou a ficar realmente malvada e podia ate atacar pequenas criancinhas inocentes. Segundo, ela ficou tão gorda que ela mal conseguia andar e ai ela pegou diabetes. Um pouco depois disso, a pobrezinha da George morreu. (dizendo isso eu estou dando sinais de desapontamento) Elas: oh, que coisa mais triste Eu: é, na verdade, todo mundo estava feliz que aquela puta gorda tinha morrido... Elas: (ficaram um pouco chocadas mas depois começaram a rir) Eu: não, mas minha amiga ficou realmente triste. Morena: isso é triste Eu: mais ou menos depois de um ano ela ficava sentada assistindo vídeos do cachorro morto dela.. credo, muito esquisita... nem sei por que não sou mais tao amigo dela... EU: (para a loira) você me lembra o Bugsy Loira: quem é ‘Bugsy’? Eu: quando eu era criança eu tive um coelhinha chamado Bugsy. Eu o amava pra caramba mas um dia minha irmã o matou quebrando o pescoço dele. Minha mãe decidiu ir a um abrigo de animais trocar o coelho, esperando que eu não notasse a diferença. Porem, o coelho novo não tinha nada haver com o Bugsy: era um coelho feio e selvagem que ficava irritado perto de humanos, e tentava te morder quando você ia brincar com ele. Então quando eu cheguei da escola pra brincar com o Bugsy, eu percebi que ele estava meio diferente. Ao invés de um coelhinho doce e fofinho, ele me olhou de um jeito mal-encarado e tentou me morder. Meus olhos encheram de lagrimas e ai eu perguntei pra minha mãe o que tinha acontecido com o Bugsy e ela me respondeu “a vida é uma puta, querido, e é isso que acontece quando você fica velho.” Elas: meu Deus, isso é muito triste... EU: eu sei, e é por isso que agora todos os meus animais de estimação são empalhados... alem do mais, com animais empalhados você não precisa se preocupar com xixi no chão ou de alimentalos... Morena: (me acertando no braço enquanto ri) você é muito malvado Eu: eu gosto desse lugar Loira: eu prefiro o Palms EU: bom, eu gosto desse lugar (aqui eu estou levantando minhas armas e testando paraver se elas entram no meu Frame) Loira: é, eu sei o que você está falando... esse lugar é bem legal. E eles tem vários bares bacanas... (perceba que ela acabou entrando no meu frame. Isso é sutil mas importante) EU: é engraçado... vocês são estrangeiras. Morena: é, é assim que LA é.. ninguém é nativo daqui Eu: bom, eu sou. Nasci aqui Loira: serio?! Isso é muito interessante... Eu: é, eu amo LA.. apesar de algumas pessoas que vivem lá nos darem nomes ruins... Elas: como assim? Eu: bom, por exemplo, eu tenho esse amigo que parece com o Gary Coleman. Vocês conhecem o Gary Coleman? Elas: sim Morena: o cara baixinho e negro Eu: isso.. exceto que o meu amigo é uma versão Albina dele... e ele tem um cabelo ruivo... Eu: de qualquer forma, ele estava nessa festa de Hollywood na universal studios bebendo muitos long island ice tea. E depois de um tempo ele teve que ir no banheiro. Mas não haviam banheiros por perto. E como ele era um cara pequeno (aqui eu seguro meu dedão e meu dedo indicador para cima) ele não queria mijar nas calças. Mas para a surpresa dele, ele achou um carro de golf sem ninguém, e com as chaves na ignição. Então ele decidiu subir e ir até o banheiro mais próximo. Então com suas pequenas pernas ele subiu no carro, ligou a ignição e colocou na ré. Mas o pequeno babaca estava tão bêbado que ele acabou batendo o pequeno carro de golf numa BMW novinha de uma senhora. Infelizmente para ele, ela estava bem ali do lado. Ela falou pra ele “senhor, você vai ter que concertar os danos do meu carro.” E ele a olhou e a disse num tom arrogante “eu faço o que eu quiser, meu pai é um cara muito poderoso aqui nessa cidade.” Então a senhora ligou para a policia, e eles vieram e prenderam o Gary Coleman albino por dirigir alcoolizado, e causar um acidente enquanto dirigia um carro de golf.

50 Elas: *rindo histericamente* (elas me falam como voltaram de LA e os lugares aonde elas foram.) Eu: (as digo como foram para os lugares errados. Mas da próxima vez que forem para LA podem sair comigo, desde que elas não sejam duas pervetidas que me tratem como se eu fosse um tempero com pés.) Elas: *risos* Eu: eu juro que garotas são mais pervertidas do que os homens Elas: não, homens são muito mais pervertidos. Eu: nada disso. Alem das meninas serem muito mais pervetidas, elas são muito mais avançadas. Por exemplo, cinco meses atrás eu fui a Praga. Morena: Meu Deus, você foi a Praga. Eu quero... Eu: (interrompendo) Silencio. Eu estou falando (sorrio) Morena: (sorri de volta) você é um chato Eu: eu sei (sorrindo) Morena: mas você é realmente engraçado Eu: e você está simplesmente descobrindo isso Morena: Bom.... Eu: de qualquer forma, como eu estava falando... opa, você ia dizer alguma coisa? Morena: Bom, sim... eu ia dizer.... Eu: Certo certo, você já falou demais, já teve seu tempo... Morena: (engasgada) Eu: então, eu estava contando, quando estive em Praga há uns 5 meses atrás, havia essas garotas israelenses que viraram minhas amigas.eu as disse que a maioria das americanas fazia circuncisão. Mas elas insistiam em me dizer que não acreditavam, e ficavam tentando sentir meu pênis e tirar minhas calças pra ver se eu tinha feito. Mas eu sabia que isso era uma farça. Eu sabia que elas faziam isso só pra conseguir alguma coisa de mim. Eu realmente me senti mal por que elas estavam me tratando como se eu fosse algum termpero com pés. Eu juro que meninas são muito pervertidas. Elas: *rindo* Loira: ele é legal Morena: to sabendo Eu: eu também Eu: (coloco uma expressão interessada no rosto e viro um pouco meu corpo para longe delas) vocês duas não são vadias, são? (eu posso dizer isso por que já tenho alguma premiabilidade nos olhos delas) Loira: (chocada) o que você quer dizer com ‘vadias’?? Eu: (com uma expressão suspeita) vocês não estão vendendo seus serviços nem nada? Loira: lógico que não Eu: graças a Deus. Eu estava quase levantando e indo embora, você nunca pode ter certeza nessa cidade. Mas pelo menos aqui não é Costa Rica. Loira: o que há com a Costa Rica? Eu: bom, eu e meu amigo fomos para a Costa Rica. Quando chegamos na capital, San Jose, falamos pro taxista nos levar pro hotel mais próximo. Então ele nos levou para o Del Ray. Demos uma olhada no nosso quarto e depois descemos para o bar e lá agente começou a falar com umas meninas. Depois de um tempo de conversa, elas nos perguntaram “tu gustas?” e nos falamos “Mi gusto” e elas responderam “quanto você paga por mim?”. Aqui nós vimos que essas meninas eram vadias, então decidimos sair de San Jose e ir para essa pequena cidade praiana perto da floresta de Jaco, esperando conseguir escapar de todas as putas. Depois de conferir nosso hotel, que era em frente a praia, fomos almoçar em um restaurante. Lá nós encontramos essas duas inocentes e adoraveis garotas. Estávamos todos conversando e tendo uns bons momentos quando uma delas olhou pra mim e disse “tu gustas?” e eu falei “mi gusto”. Ai ela me aggarou como se eu fosse esse tempero com pés e me perguntou “quanto você paga por mim?”. Nesse ponto eu já estava convencido de que todas as mulheres de Costa Rica eram vadias. Então eu decidi que iria ir em cima de todas as vadias e diria que no meu país, as mulheres que pagam por mim. Então, teve essa noite que eu estava no bar e eu estava perturbando essa

51 garota de ser uma vadia, quando eu descobri que ela era uma colombiana rica que estava viajando com os pais. Não foi algo extremamente maravilhoso, mas para fazer a historia comprida ficar mais curta, ela acabou se tornando minha namorada da Costa Rica. Nós fizemos um sexo de macaco na piscina do meu hotel no meio da noite. Foi uma noite realmente romântica. Eu acho que eu sou sem nenhuma esperança um pouco romântico por dentro. Morena: eu viajo muito, não tanto quanto você mas eu realmente viajo muito. Eu realmente gosto de pessoas que viajam. Quer dizer, elas tem muito mais coisas pra falar e sabem muito mais... e é por isso que eu quero fazer ainda mais viagens. Eu: é, eu concordo com você. Mas a razão pela qual eu viajo tanto é que eu amo o sorvete do Mc Donalds. E o meu objetivo é tomar pelo menos um sorvete do Mc Donalds de cada país desse mundo. A morena tenta me fazer contar mais historias sobre viagens, mas eu a digo que o assunto agora é sorvete, e não viagens. Eu entro num assunto muito idiota e mundano sobre sorvetes. Mesmo assim, eu continuo fazendo as garotas rirem (note como eu estou usando o Puxa/Empurra Revelando e Ocultando.) De repente eu fico em completo silencio. Estou colocando a responsabilidade de continuar a conversa nas garotas. Morena: então, qual seu nome? Eu: Swinggcat, e o seus? Morena: Morena. Você quer alguma coisa para beber? Eu: quero. Vodka Tonica. Morena: (chama o garçom e me pede um drink) Prizing Até esse ponto, eu dificilmente as perguntei qualquer coisa séria. Mesmo assim, agora que elas começaram a me perguntar, eu também posso perguntar a elas. Daqui eu vou para um Cold Reading. Eu: (olhando para a loira) eu aposto que você é mais uma observadora do que uma atora. Loira: o que você quer dizer? Eu: há algumas pessoas nesse mundo que estão completamente no momento. Eles são os caras que realmente estão participando no que está acontecendo. Eles são os atores. Há também pessoas que ficam como que se afastando, analisando e observando o que está acontecendo. Esses são os observadores. Você é uma observadora.eu aposto que as vezes aparecem coisas que você gostaria de fazer, mas antes de faze-las, você tem que pensar a respeito, analisar o caso. Mas eu digo que você é muito mais feliz quando você simplesmente deixa rolar, sem analisar, e só curte o momento. Loira: é isso é verdade... Eu: mas ela (aponto para a morena) é diferente, ela é mais aventureira. Morena: você é bom Eu: eu digo que você gosta de ter atenção. Morena: Bom.... Eu: partindo de pessoas que você gosta, você realmente adora atenção. E como no contexto, você adora ser o centro das atenções, se sente confortável assim. Morena: é... verdade Eu: pois é, eu sou da mesma maneira. Morena: eu consigo ver isso... Eu: e é por isso que nós nunca poderíamos ser amigos... nós íamos ficar disputando os holofotes(note que se eu não tivesse mostrado alguma premiabilidade até aqui, eu estaria fechando a porta na cara dela. Mas como ela já ‘me quer’ em algum nível, eu estou a desqualificando. Colocando em outras palavras, eu estou a desafiando a me mostrar como nós ainda poderíamos ser amigos.)Morena: eu e você somos malucos da mesma maneira, então eu acho que poderíamos dar certo. Alem do mais, eu não presciso ser o centro das atenções toda hora. Eu: ok... mas preste atenção, se você planeja sair comigo, eu sempre tenho que ser o centro das atenções. Se você tentar, mesmo que só uma vez, roubar os holofotes de mim, você está demitida como minha amiga. Estas são as regras.

52 Morena: *risos* você é maluco. Eu gosto de você. Eu: eu sei... você e seu pai eram próximos? Morena: não... talvez quando eu era realmente jovem, mas quando eu fiquei mais velha nós não éramos tão próximos. Eu: sabe, eu posso dizer sobre você, até também por que te vejo como uma pessoa aventureira, que há uma parte de você que você talvez mantenha fechada e não abra tão facilmente. Há uma parte de você que é realmente difícil de deixar as pessoas entrarem na sua vida, no seu eu verdadeiro. Morena: verdade... Eu: e eu acho importante ter uma figura de pai, mas ela não precisa ser necessariamente um homem. Por exemplo, meu pai nunca foi muito presente por causa do emprego e por isso, foi minha vó que me ensinou como ser um homem. Ela parecia uma pequena italiana por fora. Mas uma vez que você a conhecia, você via que ela era uma senhora durona: ela não só tinha boca, como também um gancho de esquerda terrível. Ela não só me ensinou como me virar sozinho , mas também como lutar. Se ela me batia? Sim, mas não chegava a ser um caso de violência domestica. Na verdade, nós nos batíamos, nos xingávamos e nos provocávamos. Mas esse era somente nosso jeito de demonstrar afeição de um para o outro. Morena: meu Deus, sua avó parece ser tão legal (ela começa a me falar sobre a vó dela) O bar estava fechando, então decidimos ir para outro. Quando chegamos lá, a morena insistia para me comprar mais drinks. Eu continuava a falar com a morena, enquanto meu amigo conversava com a loira. Isso é ótimo por que eu não tenho que me preocupar em entreter as duas garotas – um viva para os wingmen! Então eu fui ao banheiro. Quando eu voltei havia um outro cara conversando com a morena. Então eu fui conversar com minha amiga e o amigo dela. Eu começo a mostrar minhas fotos da Europa. Percebo que a morena fica olhando, mas eu continuo a ignora-la. De repente ela nos interrompe e diz que quer ver as fotos, então eu a mostro somente uma e desligo a câmera. Começo a falar sobre uma banda que ela falou que gostava, então eu a dou um toque com as duas mãos e segura as mãos dela, e digo que gostar daquela banda a faz ser uma moça legal, e que por causa disso, ela tinha a permissão de sair comigo. Mas então eu começo a empurra-la para longe, mas ainda segurando suas mãos. Eu: mas eu não estou muito certo do quão aventureira você é, então, na verdade, não sei se agente pode sair mesmo.. Morena: ah, eu sou aventureira Eu: bom, qual a coisa mais aventureira que você fez no ultimo ano? Ela me conta, então eu a digo que ela tem permissão para ver minhas fotos. Eu começo a mostrar minhas fotos dA Europa para ela. Ela me diz novamente que adora o fato de eu ser um cara que viaja muito. O beijo Eu a digo que eu gosto que ela também seja uma moça que vaja muito. A dou um toque de mãos duplo novamente, seguro as mãos dela, e a puxo realmente perto de mim, e assim nós ficamos lábio a lábio. Ela vem para o beijo mas eu a empurro para longe. Aqui eu propositalmente fico muito silencioso. Isso cria a tensão. Eu levanto um pouco minha camisa, fazendo minha barriga aparecer (isso é uma grande técnica que uma mulher me ensinou ano passado. Isso realmente excita as mulheres. É equivalente a quando as mulheres posicionam seus peitos para frente.) alem disso, como eu estou silencioso, ela é forçada a continuar a conversa (isso é uma forma de premiabilidade, mas que não funciona quando você não tem imagem suficiente de ser o premio.) Quando ela começa a iniciar uma conversa, eu seguro as mãos dela e a puxo para perto de mim – até nossos lábios tocarem. Ela começa a tentar me beijar, e eu a empurro de novo. Aqui eu converso um pouco sobre coisas bem mundanas, ao invés do que a maioria dos caras faria – falar sobre sexo. Então eu seguro as mãos dela e a puxo para mim e nós começamos a nos beijar. Então eu seguro as mãos dela e a puxo para mim e nós começamos a nos beijar. Quando ela começou a usar a língua, eu a empurro,mas só um pouquinho. Começo a usar a língua um pouco também, e quando ela volta, eu a empurro um pouco. Quando ela começa a me beijar mais

53 intensamente, eu a empurro completamente. Ela coloca um sorriso no rosto e me diz “você é mau.” Eu sou provavelmente o primeiro cara nos 21 anos de vida dela que faz isso, e ela ama. Ela me pergunta aonde devemos ir e eu a digo que ela está sendo muito agressiva comigo. Eu a digo que nem a conheço direito e ela já está me tratando como um tempero com pés. Ela ri. Voltamos para onde meu amigo e a loira estão. Meu amigo não estava dando em cima da loira então ela decide ir dormir. A transa Eu sugiro à morena que deveríamos ir ao quarto dela. Ela diz que quer ir, mas que a amiga dela talvez crie algum problema. Então, eu a digo que se a amiga dela estiver solitária ou com inveja, nós podemos ter uma noite a três. Ela ri, então vai lá em cima falar com a amiga. Ela diz que a amiga talvez fique um pouco desconfortável para ela. Então, eu digo “eu só quero que você fique confortável com a situação; tanto faz você preferir ir ao seu quarto ou ao meu hotel. A escolha é sua”. Ela decide ir ao meu hotel. Quando chegamos lá, ela se sente mal por que só havia uma cama. Eu a digo para não se preocupar pois meu amigo poderia dormir na cama de chão. Mas o problema é que o meu amigo babaca estava se recusando a ficar no chão. Ele estava simplesmente sentando ali fazendo-a se sentir mal. Eu a levo para o banheiro e nós recomeçamos a nos beijar. Eu continuo usando o Puxa/Empurra físico. Então, eu levanto um pouco minha camisa mostrando minha barriga. Desta vez ela me puxa para perto dela. Eu levanto a camisa dela para que nossas barrigas fiquem se tocando (descobri que muitas garotas ficam excitadas com isso). Ela começa a tirar minha camisa e eu a ajudo. Neste ponto, ela ainda está toda vestida. Eu tiro minhas calças mas fico com a cueca. Ela continua tentando tocar no meu pinto, mas eu não a deixo. Eu começo a beijar e morder o pescoço dela. Começo a fazer isso na parte interior dos cotovelos dela, isso excita muito as mulheres. Fico fazendo isso junto com muito puxa/empurra físico. Então eu percebo o cheiro da excitação dela (não sei vocês caras, mas quando a maioria das mulheres fica realmente excitada, eu consigo literalmente sentir o cheiro). Eu arredo para trás e paro de beijar. Ela consegue sentir meu pênis contra ela, e ela tenta toca-lo mas eu não deixo. Eu passo minhas mãos na frente dela e começo a esfregar o clitóris dela numa posição de ‘uma hora’ (eu aprendi isso no site Welcomed Consensus. Eles tem ótimos vídeos com instruções sexuais, que eu recomendo. Veja o site www.welcomedconsensus.com). Eu vejo que ela esta se aproximando do meu pau e ao invés de agarra-la, eu paro. E recomeço de novo. Eu chego a quase leva-la àquele ponto e então eu paro. Então ela alcança meu pênis. Desta vez eu a deixo toca-lo. Ela tenta coloca-lo dentro dela sem camisinha, mas eu a impeço. Por sorte eu tinha uma camisinha no bolso, então eu a coloco. Nós começamos a transar mas então ela vê meu amigo tentando assistir e ela fica desconfortável. Nós deixamos o quarto e fomos para um hotel do outro lado da rua. Eu acabo comendo ela no banheiro publico dos homens. Eu não inclui cada detalhe do que aconteceu. Há muitas partes que eu pulei. Mesmo assim, eu inclui as partes que me levaram a come-la. Então, espero ter podido ajudar a fazer você ver como é ser o PREMIO para uma mulher. Se você tem perguntas, historias ou simplesmente quer me falar o quanto você gostou do meu livro, se sinta livre para me mandar um e-mail: [email protected]

View more...

Comments

Copyright ©2017 KUPDF Inc.