Exercicios resolvidos

June 22, 2019 | Author: Berdasfreitada | Category: Intemperismo, Rocha Ígnea, Magma, Rochas (Geologia), Erosão
Share Embed Donate


Short Description

hnh...

Description

/ Rochas Ígneas, Metamórficas e Sedimentares Sedimentares 01) Quais são as diferenças entre rochas ígneas extrusivas e intrusivas O magma pode se solidificar dentro da crosta terrestre, a vários quilômetros de profundidade, formando as rochas intrusivas, esse resfriamento ocorre de forma lenta, dando a possibilidade de os cristais se desenvolverem sucessivamente e formando uma textura eqüigranular fanerítica,  pelo fato dos minerais serem bem formados e de tamanho ta manho grande, milimétricos a centimétricos. Em outras condi!es geol"gicas, o magma pode extravasar na superfície formando rochas extrusivas, assim se o magma passa bruscamente do estado líquido para o estado s"lido, forma# se a textura vítrea, por n$o haver tempo suficiente para a cristali%a$o dos minerais.

0!) Quais são as diferenças de metamorfismo regiona" e de contato O metamorfismo regional desenvolve#se em grandes extens!es e profundidades na crosta, e está relacionado a cintur!es orog&nicos nos limites de placas convergentes. 's transforma!es metam"rficas s$o geradas pela a$o combinada da temperatura, press$o litostática e press$o dirigida. dirigida. 's rochas s$o fortemente fortemente dobradas dobradas e falhadas, falhadas, e sofrem sofrem recristali%a$o recristali%a$o,, formando formando novas texturas e associa!es minerais estáveis nas novas condi!es, geralmente apresentam estrutura foliada. O metamorfismo de contato é influenciado apenas pela temperatura. Este tipo de metamorfismo é caracteri%ado (unto ao contato, sob influ&ncia do calor cedido por uma intrus$o magmática que corte uma sequ&ncia de rochas sedimentares encaixantes, podendo ser metam"rficas ou ígneas.

0#) $iste tr%s si"icatos comuns encontrados em cada gru&o de rochas ígneas, metamórficas e sedimentares' sedimentares' )ochas *gneas+ quart%o, feldspatos e mica. )ochas edimentares+ quart%o, feldspatos e argilo#minerais. )ochas -etam"rficas+ quart%o, feldspatos e mica.

0() os tr%s ti&os de rochas, *uais se formam na su&erfície terrestre *uais se formam no interior da crosta terrestre nterior+ rochas ígneas intrusivas e rochas metam"rficas. uperfície+ rochas ígneas extrusivas e rochas sedimentares.

5 0+) Que &rocessos geo"ógicos transformam uma rocha sedimentar em uma ígnea e a rocha sedimentar for exposta a um aumento de temperatura pela intensifica$o do processo de subsid&ncia, a rocha poderá se fundir total ou parcialmente, formando uma rocha ígnea.

0) escreva os &rocessos geo"ógicos &e"os *uais uma rocha ígnea - transformada em metamórfica e então ex&osta a erosão' 's rochas ígneas podem ser transformadas em metam"rficas desde sofram os efeitos da press$o, da temperatura e da a$o de fluidos profundos reativos, ricos sílica, álcalis, alumina, entre outros, originados da pr"pria rocha em transforma$o metam"rfica. 0ualquer rocha situada nas  profunde%as da crosta pode sofrer o processo de levantamento, originado de esforos provindos do manto superior que se movimenta continuamente, devido 1s varia!es térmicas que ocorrem em profundidade. 2 medida que se elevam as rochas da crosta siálica, a eros$o remove as camadas superiores.

0.) / *ue determina as &ro&riedades dos vrios ti&os de rochas *ue se formam nas &rofundeas e na su&erfície da 2erra 's propriedades da rocha dependem da press$o e temperatura a que est$o expostas durante a forma$o da rocha, o tempo que ela demora a solidificar que interfere diretamente na forma$o ou n$o de cristais, ainda a quantidade de minerais presentes na rocha que ir$o influenciar na cor  e no tamanho.

 03) Quais são e como se formam os tr%s ti&os de rochas 's rochas ígneas se formam a partir do resfriamento do magma, sendo que este magma pode ser  resultado da fus$o de rochas (á existentes no manto ou na superfície. Os produtos resultantes da destrui$o das rochas s$o transportados pelos diversos fluidos 3água, gelo, vento4, acionados  pelo calor solar e pela gravidade, cessada a energia transportadora, s$o depositados nas regi!es mais baixas da crosta, podendo formar pacotes rochosos com milhares de metros de espessura, constituindo as rochas sedimentares. 's rochas metam"rficas s$o resultado da transforma$o de rochas ígneas e sedimentares, em níveis mais profundos, onde a temperatura e a press$o s$o maiores, há presena de fluidos reativos, quando as rochas se adaptam ao novo ambiente, forma#se as rochas metam"rficas.

; 04) 5omo a tect6nica de &"acas ex&"ica o &"utonismo Entende#se por plutonismo os fenômenos magmáticos que ocorrem nas profunde%as da crosta terrestre, no qual o magma é resfriado no interior da 6erra, tal processo denominado de intrus!es liga#se diretamente 1 orog&nese, processo no qual, duas placas tectônicas confrontam# se e d$o origens as cadeias de montanhas, quando acontece a orog&nese as massas magmáticas colocam#se no espao, podendo formar#se duas categorias+ ntrusiva sinorogenética+ se forma durante a movimenta$o orogenética. ntrusiva p"s#orogenética+ formada ap"s a movimenta$o.

7ntem&erismo e So"os 01) / *ue - intem&erismo e *uais são os contro"es geo"ógicos 7 o con(unto de modifica!es de ordem física 3desagrega$o4 e química 3decomposi$o4 que as rochas sofrem ao aflorar na superfície da 6erra. Os fatores que controlam a a$o do intemperismo s$o o clima, que se expressa na varia$o sa%onal da temperatura e na distribui$o das chuvas, o relevo que influencia no regime de infiltra$o e drenagem das águas pluviais, a fauna e a flora, que fornecem matéria org8nica para rea!es químicas e remobili%am materiais, a rocha parental, que, segundo sua nature%a, apresenta resist&ncia diferenciada aos processos de altera$o intempérica e, finalmente, o tempo de exposi$o da rocha aos agentes intempéricos.

0!) 5omo o intem&erismo *uímico atua 9iferentemente do ambiente onde a maioria das rochas foi formada, a superfície da 6erra possui  press!es e temperaturas baixas, além de ser rica em água e oxig&nio: assim quando essas rochas atingem a superfície, seus minerais entram em desequilíbrio e ocorrem rea!es químicas transformando#os em minerais mais estáveis ao novo ambiente.

0#) Quais são os &rocessos do intem&erismo físico 6odos os processos que causam desagrega$o das rochas, com separa$o dos gr$os minerais antes coesos e com sua fragmenta$o, transformando a rocha inalterada em material descontínuo e friável, constituem o intemperismo físico. 's varia!es de temperatura ao longo dos dias e das noites causam expans$o e contra$o térmica nas rochas, fragmentando os gr$os minerais: os minerais com diferentes coeficientes de dilata$o térmica comportam#se de forma diferente a varia$o de temperatura, originando um

= deslocamento relativo entre os cristais. Outro fator que pode causar expans$o ou contra$o,  (untamente com a varia$o térmica provoca enfraquecimento e fragmenta$o das rochas. 'o congelar a água nas fissuras das rochas, aumenta o volume, causando esforos que aumentam a rede de fraturas e fragmentam a rocha. ' cristali%a$o de sais dissolvidos nas águas de infiltra$o também pode chegar a exercer grandes press!es sobre a parede das rochas.

0() e *ue modo os so"os se formam como &rodutos do intem&erismo ' forma$o do solo ocorre quando as modifica!es causadas nas rochas pelo intemperismo, além de serem químicas e mineral"gicas, tornam#se, sobretudo estruturais, com importante reorgani%a$o e transfer&ncia dos minerais formadores do solo, principalmente argilominerais e oxidohidr"xidos de ferro e de alumínio, entre os níveis superiores do manto de altera$o. ' fauna e a flora desempenham papel fundamental, ao reali%arem suas fun!es vitais, modificam e movimentam imensas quantidades de material, mantendo a superfície do solo aerada e renovada.

0+) / *ue as diversas rochas uti"iadas nos monumentos &odem nos dier so8re o intem&erismo ' cristali%a$o de sais dissolvidos nas águas de infiltra$o é uns dos principais problemas que afetam os monumentos, os sais como cloretos, sulfatos e carbonatos precipitam nas fissuras das rochas e s$o dissolvidos pelas subst8ncias percolantes das chuvas, assim monumentos com esses minerais est$o expostos a esse tipo de intemperismo, dependendo do clima e do mineral que o monumento é composto pode#se saber a que tipo de intemperismo estará propenso.

0) 5omo a chuva a8undante afeta o intem&erismo ' intensidade do intemperismo químico aumenta com a pluviosidade, resultando em um solo com maior teor de minerais secundários. 0uanto maior a disponibilidade de água e mais freqüente for sua renova$o, mais completas ser$o as rea!es químicas do intemperismo.

0.) Qua" das duas rochas a"tera mais r&ido, o granito ou o ca"crio á a temperatura condiciona a a$o da água, acelerando as rea!es químicas, aumentando a evapora$o e redu%indo a quantidade de água disponível para a lixivia$o dos produtos sol?veis.

10) Quais são os &rinci&ais fatores *ue contro"am a formação dos diferentes ti&os de so"os O solo é identificado como um material que evolui no tempo, sob a a$o dos fatores ativos como clima, vegeta$o, topografia e biosfera.

11) / *ue ace"era a erosão do so"o ' eros$o é um processo natural de desagrega$o, decomposi$o, transporte e deposi$o de materiais de rochas e solos. os &rimeiros anos a&ós a construção de uma 8arragem, o rio erodiu fortemente seu cana" a :usante da mesma' ;oderia essa erosão ter sido &revista
View more...

Comments

Copyright ©2017 KUPDF Inc.