7496

August 9, 2017 | Author: Heber Camargo | Category: Pedagogy, Ideologies, Sociology, Teaching Method, Learning
Share Embed Donate


Short Description

Download 7496...

Description

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO CARGO DE PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA DA CARREIRA MAGISTÉRIO PÚBLICO DO DF  Educação/sociedade e prática escolar.  Tendências pedagógicas na prática escolar.  Aspectos pedagógicos e sociais da prática educativa, segundo as tendências pedagógicas. As teorias da educação e o problema da marginalidade Teorias não-críticas de educação Pedagogia liberal Como instrumento de ADAPTAÇÃO: Tendências Tradicional. Liberal Renovada Progressivista. Liberal Renovada Não-diretiva. Tecnicista (Lei nº 5.692/71). Teorias reprodutivistas de educação Como instrumento de REPRODUÇÃO: Violência Simbólica. Aparelho Ideológico do Estado. Escola Dualista. Teorias críticas de educação Pedagogia progressista Como instrumento de TRANSFORMAÇÃO: Tendência Progressista Libertária. Tendência Progressista Libertadora. Tendência Crítico-social dos Conteúdos. Teorias não críticas A pedagogia tradicional Sistemas nacionais de ensino: “Educação é direito de todos e dever do Estado.” Democracia burguesa: transformar o súdito em cidadão. Escola surge como antídoto à ignorância. Seu papel é difundir a instrução. Transmissão de conteúdos acumulados pela 1

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

humanidade. A escola organiza-se centrada no professor, que é o transmissor de conteúdos. A pedagogia nova Escolanovismo Crítica à escola tradicional. O marginalizado deixa de ser o ignorante e passa a ser o rejeitado. Aceitação do sujeito pelo grupo. Biopsicologização da sociedade, da educação e da escola. Tratamento diferencial a partir da “descoberta” das diferenças individuais. Educação deve cumprir a função de ajustar, de adaptar os indivíduos à sociedade. A educação será um instrumento de correção da marginalidade. Desloca o eixo da questão pedagógica do intelecto para o sentimento, o aspecto lógico para o psicológico, do professor para o aluno, do esforço para o interesse, da disciplina para a espontaneidade, do diretivismo para o não diretivismo, da quantidade para a qualidade. O professor agiria como estimulador, orientador da aprendizagem, cuja iniciativa principal caberia aos próprios alunos. Afrouxamento da disciplina e a despreocupação com a transmissão dos conteúdos rebaixou o nível de ensino às classes mais populares. Preocupação técnico-pedagógica e não social. Pedagogia tecnicista Neutralidade científica, racionalidade, eficiência e produtividade. Objetivação do trabalho pedagógico. Diminuição da subjetividade. Operacionalizar os objetivos, mecanizar o processo pedagógico. www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

Enfoque sistêmico, microensino, telensino, instrução programada e outros. Padronização do ensino. O elemento principal é a organização racional dos meios. O marginalizado será o incompetente. Formar indivíduos eficientes. Aprender a fazer. Burocratização da escola. Transpor para escola a forma de funcionamento fabril. As teorias crítico-reprodutivistas Teoria do Sistema de Ensino como Violência Simbólica Pierre Bourdieu (1930-2002) - Jean Claude Passeron (1930) Reforça, por dissimulação, as relações de força material; • Dominação cultural; • Explicitar a ação pedagógica como imposição arbitrária da cultura dos grupos dominantes aos dominados; • Marginalizados são os grupos dominados: socialmente porque não possuem força material; culturalmente porque não possuem força simbólica. Identifica-se no currículo escolar os elementos simbólicos da classe dominante: sua linguagem, valores, expressão de arte e cultura, sua identidade. Crianças e jovens das camadas médias e altas mais facilmente entendem estes códigos e respondem a eles, uma vez que na sua formação familiar, pré-escolar, foram introduzidas neste universo de símbolos e códigos que mais facilmente identificam e dominam. As crianças das classes populares têm sua cultura 2

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

nativa desvalorizada, sua linguagem desqualificada, sua origem diminuída. Um grupo tem sua origem, seu capital cultural fortalecido e reconhecido, outro sofre exatamente o contrário. Através destas reproduções estrutura social e econômica das sociedades capitalistas se mantêm, e as classes se reproduzem garantindo o processo de reprodução social. Da mesma forma que a escola servia para transmitir a ideologia burguesa e manter a dominação capitalista, ela poderia também servir para difundir a ideologia da classe trabalhadora e ser um espaço de luta contra a exploração capitalista. Nesse sentido, se a escola constrói a ideologia, também pode elaborar a contraideologia. Essa mesma escola, ao assegurar a educação para a classe trabalhadora, proporciona-lhe as condições para a formação de intelectuais orgânicos, compromissados com a causa revolucionária que podem formular e divulgar os ideais transformadores num movimento contrahegemônico – o que pode desmantelar a sociedade burguesa. Teoria da Escola como Aparelho Ideológico do Estado Louis Althusser (1918 - 1990) Aparelhos repressivos e aparelhos ideológicos. Os aparelhos ideológicos funcionam massivamente pela ideologia. A escola constitui o instrumento mais acabado de reprodução das relações de produção de tipo capitalista. Inculcação da ideologia dominante. Reprodução das relações de exploração capitalista. Teoria da Escola dualista Christian Baudelot (1938) - Roger Establet (1938) Escola dividida em duas grandes redes: www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

PP – Primária Profissional; SS – Secundária Superior. As quais correspondem à divisão da sociedade capitalista em duas classes fundamentais: a burguesia e o proletariado. Contribui para a formação da força de trabalho e inculcação da ideologia burguesa; Qualifica o trabalho intelectual e desqualifica o manual. Teoria crítica da educação Lutar contra a seletividade, a discriminação e o rebaixamento do ensino das camadas populares. Engajar-se no esforço para garantir aos trabalhadores um ensino de melhor qualidade. Relação educação e sociedade: dimensões filosófica, sociocultural e pedagógica Uma questão de concepção, de sociedade, de mundo, de homem, de educação, de avaliação, de método, de ensino e aprendizagem, de currículo, de pedagogo.

Escola – sociedade concreta Classes sociais com interesses antagônicos. Papel da escola = mescla de interesses políticos e pedagógicos. Pressupostos teórico-metodológicos que fundamentam a educação – refletem-se na: postura dos professores, seleção e organização dos conteúdos, técnicas de ensino e formas de avaliar. Tendências pedagógicas São organizadas com a finalidade de instrumentalizar a análise da prática em sala de aula, considerando: os pressupostos teóricometodológicos, o contexto econômico-político e 3

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

os interesses hegemônicos de cada momento histórico de concretização de cada uma delas. O Liberalismo se apóia em cinco princípios: • INDIVIDUALISMO: O progresso de cada um pode levar à melhoria da sociedade. Uma das funções do Estado deve ser a garantia dos direitos individuais. • LIBERDADE: Todas as liberdades decorrem da liberdade individual. O liberalismo condena qualquer limitação da liberdade. O limite da liberdade de alguém é a liberdade da outra pessoa. • PROPRIEDADE: Conseqüência do trabalho e do talento (instrumentos legítimos para a ascensão social). A obrigação do Estado é proteger este direito e não intervir ou usurpá-lo. • IGUALDADE: Trata da igualdades de direitos e de oportunidades e não de uma igualdade econômica. Em conseqüência, a liberdade se torna uma questão individual. As teorias liberais não cuidam da igualdade social. • DEMOCRACIA: Participação do governo e escolha de seus governantes. Pode ser representativa (através dos parlamentos) ou direta (onde o próprio cidadão decide). Pedagogia liberal Manifestação própria da organização da sociedade capitalista – com base na propriedade privada dos meios de produção – sociedade de classes. A educação brasileira sempre foi marcada pelas tendências liberais, nas suas formas, ora conservadora, ora renovada. Tendência liberal É função da escola – através da cultura individual preparar os alunos para o desempenho de funções sociais, de acordo com aptidões individuais, ADAPTANDO-OS aos valores e normas vigentes numa sociedade de classes. www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

Enfatizando os aspectos culturais, a escola esconde a diferença entre as classes sociais. Sob uma pretensa igualdade de oportunidades, desconsidera a desigualdade de condições. Pedagogia progressista Tendências pedagógicas: partem da análise crítica da realidade social e sustentam as finalidades sociopolíticas da educação. São elas: Tendência libertadora de Paulo Freire. Tendência libertária – ênfase na auto-gestão. Pedagogia Crítica (Saviani) - versão Crítico-social dos conteúdos (Libâneo). Neste sentido, as teorias tradicionais são teorias de aceitação, ajuste e adaptação. As teorias críticas são teorias de desconfiança, questionamento e transformação radical. Educação e sociedade Que sentido pode ser dado à educação, como um todo dentro da sociedade? Existem três grupos de entendimento do sentido da educação na sociedade: 1. Educação como redenção da sociedade; 2. Educação como reprodução sociedade; 3. Educação como transformação da sociedade. 1) Redenção (conservadora) Volta-se para a formação das personalidades, com o objetivo de integrar harmonicamente os indivíduos no todo social já existente; Instrumento de conservação das relações sociais existentes. Teoria não crítica da educação. 2) Reprodução (crítico-reprodutivista) 1. Sociedade necessita reproduzir-se para perenizar-se; 4

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

2. Como se dá a reprodução do ponto de vista qualitativo? a) na prática cotidiana; b) em instituição social específica. 3. A escola garante o “saber fazer” e o “saber comportar-se”. 3) Transformação 1. A tendência redentora é excessivamente otimista. A tendência reprodutora é excessivamente pessimista. 2. Compreende a educação como mediação de um projeto social. 3. Teoria crítica da educação (Saviani). Durkheim – a educação como socializadora das novas gerações A educação, para Durkheim, é um fato social. Assim sendo, ela é coercitiva, ou seja, é imposto às pessoas, independente de sua vontade por serem incapazes de reagir diante da ação educativa. Segundo Durkheim, há homens que devem ser preparados para refletir, para pensar, para serem os dirigentes do país, seja nas empresas, seja no governo. Enquanto outros devem ser educados para a ação, para a execução do trabalho manual e a obediência. Essa é uma função importante da educação na visão de Durkheim: preparar os homens para desempenhar os diferentes e harmônicos papéis sociais. Tem a função de transmitir as tradições culturais e as regras sociais. Para assegurar a inculcação dos valores dominantes, é necessário que a geração adulta exerça a ação educativa sobre a geração mais jovem. Agindo assim, a educação contribui para o indivíduo se ADAPTAR à vida social, para que as pessoas exerçam sua função social, conforme, www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

sua origem de classe e para a conservação da sociedade. Talcott Parsons (1902-1979) Sociólogo americano, divulgador da obra de Durkheim. O equilíbrio é o fator fundamental do sistema social e para que este sobreviva é necessário que os indivíduos que nele ingressam assimilem e internalizem os valores e as normas que regem seu funcionamento. Observa que a educação, entendida como socialização, é o mecanismo básico de constituição dos sistemas sociais e de manutenção e perpetuação dos mesmos, em formas de sociedades, e destaca que sem a socialização, o sistema social é ineficaz de manter-se integrado, de preservar sua ordem, seu equilíbrio e conservar seus limites. Parsons e Durkheim: Tanto para Durkheim como para Parsons, os princípios básicos que fundamentam e regem ao sistema social são: continuidade, conservação, ordem, harmonia, equilíbrio. Parsons e Durkheim – diferenças: Durkheim: destaca sempre o aspecto coercitivo da sociedade frente ao indivíduo. Parsons: é necessária uma complementação do sistema social e do sistema de personalidade, ambos sistemas tem necessidades básicas que podem ser resolvidas de forma complementar. John Dewey (1859-1952) Já para Dewey, a educação deveria formar um novo homem sintonizado com um mundo em constantes transformações. Somente uma nova escola, que valorizasse a experiência, criasse as condições para o desenvolvimento de um ser autônomo e fosse um ambiente de vivência democrática, poderia educar indivíduos capazes de influir positivamente na sociedade, tornandoa mais cooperativa e participativa. Assim, a escola, vista como um laboratório, 5

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

contribuiria para as reformas sociais, para a renovação dos costumes, DENTRO DOS LIMITES da sociedade capitalista. Mas, sendo um liberal, tais mudanças, defendidas pelo criador da Nova Escola, não deveriam eliminar os privilégios da sociedade burguesa, uma vez que foram conquistados democraticamente. Anísio Teixeira (1900-1971) No Brasil, esses princípios foram trazidos por educadores que sofreram a influência de Dewey, em especial Anísio Teixeira, constituindo, aqui, um ideário próprio à realidade nacional, carente de espaços públicos de educação para todos. A idéia da educação como ponto de partida, como direito de todos e de cada um, foi o que inspirou o lançamento do MANIFESTO DOS PIONEIROS DA EDUCAÇÃO, em 1932, em defesa de uma educação pública, gratuita, laica, com igualdade para ambos os sexos, obrigatória e dever do Estado. Não foi fácil para Anísio lutar pela escola democrática, com formação comum para todos, numa sociedade onde estudar era privilégio, e os governos autoritários se sucediam. Burrhus Frederic Skinner (1904-1990) Skinner, psicólogo americano, dizia que o seu interesse era em compreender o comportamento humano e não manipulá-lo. A teoria behaviorista tem o objetivo de descobrir as leis que regem o comportamento humano. À época de Skinner houve uma mudança de atitude por parte da burguesia frente a uma escolarização para as massas. Isso de deu em virtude das pesquisas de Skinner sobre o CONTROLE do processo ensino-aprendizagem baseado nos mecanismos de estímulo-respostareforço, que por serem observáveis, podem ser controlados. Esse aumento da escolarização, www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

também possibilitou, uma gama de experimentos sobre as técnicas de ensino-aprendizagem. Theodore Schultz (1902-1998) Prêmio Nobel de Economia em 1979 pela defesa da TCH Teoria do Capital Humano relaciona educação e desenvolvimento econômico. A TCH estará preocupada com a formação de indivíduos dotados de habilidades necessárias para o aumento da produtividade e dos lucros do capital. Ela reforça alguns princípios liberais, como o individualismo e o direito à propriedade. Reforça também o espírito de competição entre as pessoas, passando a idéia de que os vitoriosos na vida foram aqueles que se esforçaram e, portanto, merecem seu local privilegiado no mundo. Ivan Illich (1926-2002) Propõe a desinstitucionalização da escola por acreditar que ela oprime o indivíduo, tornando “suspeita” qualquer tipo de realização independente. Para ele o homem estaria sendo “pervertido” pela manipulação institucional e a solução seria desinstitucionalizar a escola para eliminar a manipulação. Antonio Gramsci (1891-1937) Da mesma forma que a escola servia para transmitir a ideologia burguesa e manter a dominação capitalista, ela poderia também servir para difundir a ideologia da classe trabalhadora e ser um espaço de luta contra a exploração capitalista. Nesse sentido, se a escola constrói a ideologia, também pode elaborar a contraideologia. Essa mesma escola, ao assegurar a educação para a classe trabalhadora, proporciona-lhe as condições para a formação de intelectuais orgânicos, compromissados com a causa revolucionária que podem formular e divulgar os ideais transformadores num movimento contrahegemônico – o que pode desmantelar a sociedade burguesa. 6

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

Paulo Reglus Neves Freire (1921-1997) A educação libertadora ou emancipatória deve ser:  DIALÓGICA: professor ao mesmo tempo em que ensina, aprende com a riqueza cultural que o aluno traz do ambiente onde vive.  PROBLEMATIZADORA: os temas escolhidos para estudo devem estar de acordo com a realidade social vivida pelo aluno.  CRÍTICA: no sentido de ser formadora de cidadania, dando consciência da responsabilidade social e política do educando.  Voltada para a RELAÇÃO REFLEXÃO E AÇÃO: práxis (prática-teoria-prática): o aluno vem para a escola com sua experiência de vida (a prática), recebe na escola o saber elaborado ou erudito (a teoria) e ao voltar para sua realidade tem uma nova prática, agora enriquecida pela teoria. Novos paradigmas educacionais 1. Os 4 pilares da Educação (UNESCO): Aprender a ser; aprender a conhecer; aprender a aprender; aprender a conviver. 2. Pedagogia de Projetos. 3. Práticas interdisciplinares. 4. Prática da pesquisa. 5. Pedagogia da autonomia. COMPREENDENDO O QUE MUDOU

NA ESCOLA CONTEÚDO

ERA

E DEVE SER

um fim em si mesmo

um meio para desenvolver competências.

fragmentado, dividido por

interdisciplinar, contextualizado, privilegia a construção de conceitos e a criação do sentido.

CONHECIMENTO disciplinas, de caráter

enciclopédico, memorizador e cumulativo fracionado, estático, organizado por disciplinas

em rede, dinâmico, organizado por áreas de conhecimento e temas geradores.

SALA DE AULA

espaço de transmissão e recepção do saber

local de reflexão e de situações de aprendizagem.

TODA ATIVIDADE

padronizada, rotineira

centrada em projetos e resolução de problemas.

PAPEL DO PROFESSOR

transmissor do conhecimento

facilitador da aprendizagem, mediador do conhecimento.

AVALIAÇÃO

classificatória e excludente formativa, busca avaliar as competências adquiridas.

CURRÍCULO

21

www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

EXERCÍCIOS – BATERIA 01 1. (Cefet-RJ/Pedagogo) - As Tendências Pedagógicas originam-se de movimentos sociais e filosóficos num dado momento histórico, que acabem por propiciar a união das práticas didático-pedagógicas com os desejos e aspirações da sociedade, de forma a favorecer o conhecimento. Acerca das Tendências Pedagógicas, está correto afirmar que, EXCETO: a ( ) - Os autores em geral, concordam e classificam as Tendências Pedagógicas em dois grupos: Pedagogia Liberal e Pedagogia Progressista. b ( ) - Na Tendência Progressista Crítico-Social dos Conteúdos cabe ao professor o papel de mediador entre o saber e o aluno. c ( ) - Na Tendência Liberal Tecnicista a aprendizagem se manifesta pela resolução de problemas. d ( ) - A pedagogia Liberal Tradicional na escola, prepara o aluno intelectualmente e moralmente para assumir um lugar na sociedade. 2. (Funiversa/Pedagogo/2012) – As tendências pedagógicas classificam-se em liberais e progressistas. A respeito desse tema, é correto afirmar que: a( )- a tendência tecnicista, instituída oficialmente, no Brasil com as Leis nº 5.540/68 e 5.692/71, tem como princípio a formação cidadã. b ( ) - a tendência libertadora que tem Paulo Freire como seu maior expoente é a principal representante das tendências liberais. c ( ) - as tendências liberais defendem a liberdade, a valorização das experiências dos alunos e a escola como uma instituição social que defende a autogestão... d ( ) - a tendência libertária, que é uma das tendências progressistas, localiza a escola no contexto social e propõe a autogestão. e ( ) - A tendência tradicional por muito tempo foi classificada erroneamente como uma tendência liberal, por isso era tão criticada.

7

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

3. (Funiversa/Pedagogo/2012) – As teorias pedagógicas estão intimamente relacionadas às concepções de homem e sociedade, portanto, modificam-se conforme o contexto histórico em que se apresentam. A respeito do pensamento pedagógico brasileiro, assinale a alternativa correta. a ( ) - Na tendência tradicional, os conteúdos são privilegiados, o professor é detentor do conhecimento e as relações pedagógicas são horizontais. b ( ) - Na tendência libertadora, os conteúdos são trabalhados de forma sistematizada, o professor mantém uma relação próxima ao aluno, que, por ser analfabeto, é um ser passivo. c ( ) - Na tendência escolanovista, há uma centralização nos conteúdos, e as relações entre professor e aluno são marcadas pelo diálogo e pelo afeto. d ( ) - A tendência libertária é marcada pela biopsicologização dos alunos, que são considerados em suas particularidades e origem social. e ( ) - A tendência crítico social dos conteúdos percebe o aluno como sujeito ativo em seu processo de conhecimento e trabalha os conteúdos relacionando-os ao contexto sociopolítico. 4. (Resende-RJ/OE/2010) -“O modo como os professores realizam o seu trabalho, selecionam os conteúdos das disciplinas, organizam os tempos escolares, orientam as atividades dos alunos e definem instrumentos de avaliação indica as intenções educativas e as concepções de aprendizagem que os orientam.” Sobre a referência as tendências pedagógicas e a prática educativa, relacione as colunas abaixo: 1. Tradicional; 2. Renovada não diretiva; 3. Tecnicista; 4. Crítico-social. a ( ) - O papel do professor é implementar ações, aplicar materiais instrucionais, controlar. b ( ) - Defende a escola como socializadora dos conhecimentos e saberes universais; a ação www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

educativa pressupõe uma articulação entre o ato político e o ato pedagógico; c( )Ensino humanístico de cultura geral; ensino tradicional de caráter verbalista, autoritário e inibidor da participação do aluno. d ( ) - Concepção dialética da história (movimento e transformação); e ( ) - O papel do aluno é dar respostas programadas, reagir a estímulos externos: f( )O professor é um mero facilitador da aprendizagem; aprendizagem significa modificação das próprias percepções; valoriza as experiências dos alunos. A sequência está correta em: a ( ) - 3, 4, 1, 4, 3, 2 b ( ) - 4, 3, 2, 2, 1, 1; c ( ) - 3, 3, 1, 2, 2, 4; d ( ) - 1, 2, 3, 4, 1, 2 e ( ) - 2, 4, 1, 3, 3, 2; 5. (Consulplan/Pedagogo/2008) – Numere a 2ª coluna de acordo com a 1ª. 1. Pedagogia Tradicional (tendência liberal); 2. Pedagogia Libertadora; 5. Pedagogia Renovada; 3. Pedagogia Libertária; 6. Pedagogia Tecnicista. 4. Pedagogia Histórico-crítica; a ( ) - Contrapõe à escola que reproduz o sistema e as desigualdades sociais. Parte integrante do todo social. Prepara o aluno para participação ativa na sociedade. b ( ) - O papel da escola é para o preparo intelectual. Relação professor-aluno: autoridade e disciplina. c ( ) - Educação problematizadora, conscientizadora. Crítica à “educação bancária”. Ensino-aprendizagem: pedagogia do oprimido. d ( ) - Procura a independência teóricametodológica. Transforma o aluno no sentido libertário e autogestionário, como forma de resistência ao Estado. e ( ) - Determinada pela crescente industrialização. Produz indivíduos competentes para o mercado de trabalho. 8

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

É a chamada Pedagogia Nova, conhecida como movimento do Escolanovismo ou Escola Nova. Adequa necessidades individuais ao meio, propicia experiências. A sequência está correta em a ( ) - 5, 1, 2, 4, 6, 3 d ( ) - 1, 3, 5, 2, 4, 6 b ( ) - 4, 1, 2, 3, 6, 5 e ( ) - 2, 4, 6, 1, 3, 5 c ( ) - 6, 5, 4, 3, 2, 1 f( )-

6. (Biorio/Pedagogo/2012) - Um pedagogo que tem como pressuposto, em sua prática pedagógica, a concepção de que o aluno é o centro do processo e que cabe ao professor se esforçar para despertar-lhe a atenção e a curiosidade, sem lhe cercear a espontaneidade. Nesse caso, estamos diante de um pedagogo que prioriza a concepção: a ( ) - crítico-social; d ( ) - tecnicista; b ( ) - construtivista; e ( ) - escolanovista. c ( ) - tradicional; 7. (Biorio/Pedagogo/2012) - Avalie se uma concepção de educação voltada para um projeto de sociedade que não seja excludente, alienadora, reacionária ou conservadora, deve conter os seguintes projetos: I - de educação que, embora não vá conseguir transformar por si só o abismo social promovido pelo avanço neoliberal, deve formar consciências. II- de educação coletiva, democrática e comprometida com o acesso das classes populares ao conhecimento sistematizado. III- de políticas educacionais ditando a nova ordem global: a do mercado e de indivíduos livre para competir. IV- mediado pela ação pedagógica no sentido de lutar por políticas educacionais pela via dos planos democráticos da instituição. V- de educação que compreenda a natureza do trabalho individualizado na escola e que perceba a necessidade de pensar a educação neste processo de conservação das tradições sociais. Estão corretos: www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

a( )b( )c( )-

I, II e III; II, III e IV; I, III e V;

d ( ) - I, II e IV; e ( ) - II, III e V.

8. (Biorio/Pedagogo/2012) - Se, na Pedagogia Tradicional, a visão de homem era marcada pela de homem ideal, desvinculado de sua realidade concreta, tábula rasa na qual eram impressas as informações e os conteúdos universalmente consagrados, na perspectiva da Pedagogia Tecnicista, o homem é entendido como: a ( ) - sujeito e não objeto do processo; b ( ) - possível de mudança, como a si mesmo; c ( ) - aquele que sai do eu centrado em si para o seu eu social; d ( ) - uma consequência das influências existentes no meio ambiente; e ( ) - aquele cuja vocação é ser sujeito e não objeto. 9. (Cefet-RJ/Pedagogo) - Segundo Luckesi, na tendência tradicional, a pedagogia liberal se caracteriza a ( ) - Por acentuar o ensino humanístico, de cultura geral. b ( ) - Por adequar as necessidades individuais ao meio social. c ( ) - Pela ideia de “aprender fazendo”. d ( ) - Pelo ensino solidário, cooperativo. e ( ) - Pela ideia de auto-aprendizagem. 10. (Cefet-RJ/Pedagogo) - “A Pedagogia Renovada agrupa correntes que advogam a renovação escolar.” (José C. Libâneo) Entre as características desse movimento destacam-se o(a) a ( ) - valorização da criança dotada de liberdade, iniciativa e interesses próprios. b ( ) - ação de agentes externos na formação do aluno. c ( ) - primado do objeto de conhecimento. d ( ) - transmissão do saber constituído. e ( ) - predomínio da palavra do professor.

9

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

11. O papel da escola na tendência liberal Tecnista é a ( ) - modeladora do comportamento humano. b ( ) - organizadora do processo de aquisição de habilidades. c ( ) - organizadora do processo de conhecimentos específicos. d ( ) - organizadora dos conhecimentos úteis e necessários na integração dos indivíduos na máquina do sistema. e ( ) - todas as opções anteriores estão corretas. 12. Leia atentamente as afirmativas propostas. I. Filosofia e Educação são dois fenômenos que estão presentes em todas as sociedades. II. Quando se reflete sobre a educação, ela se processa dentro de uma cultura cristalizada e perenizada. III. Filosofia e educação estão vinculadas no tempo no espaço. IV. A educação pode prescindir de pressupostos, de conceitos que fundamentam e orientam os seus caminhos. V. A filosofia se encarrega de interpretar teoricamente as aspirações, desejos e anseios de um grupo humano. Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s) a ( ) - I, II c ( ) - II, IV, V b ( ) - II, III d ( ) - I, III, IV e ( ) - I, III, V 13. “A filosofia contribui com a educação na medida em que indaga a respeito do homem que se quer formar, quais os valores emergentes que se contrapõem a outros, já decadentes, e, quais, os pressupostos do conhecimento subjacentes aos métodos e procedimentos utilizados.” (Maria Lúcia Aranha) Pode-se afirmar que três aspectos foram destacados no texto acima a ( ) - Antropológico, Axiológico, Epistemológico. b ( ) - Antropológico, Filosófico, Sociológico. c ( ) - Epistemológico, Psicológico, Axiológico. d ( ) - Filosófico, Psicológico, Sociológico. e ( ) - Sociológico, Axiológico, Filosófico. www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

BATERIA 02 1. (IFPI/2012) - De acordo com Libâneo (1984), a classificação e descrição das tendências pedagógicas poderão funcionar como instrumento de análise para o professor avaliar sua prática em sala de aula. Utilizando como critério a posição que esse profissional adota em relação aos condicionantes sociopolíticos da escola, as tendências pedagógicas podem ser classificadas em: a ( ) - Liberais e Metodológicas. b ( ) - Progressista e Racionalistas. c ( ) - Liberais e Progressistas. d ( ) - Progressivista e Escolanovista. e ( ) - Liberais e Tecnicistas. 2. (IFPI/2012) - Segundo Libâneo (1986), a Pedagogia Progressista no Brasil manifesta-se em três tendências: a ( ) - Libertária, Libertadora e Tecnicista. b ( ) - Libertária, Libertadora e Renovada. c ( ) - Libertária, Tradicional e Crítico-social dos Conteúdos. d ( ) - Libertária, Escolanovista e Crítico-social dos Conteúdos. e ( ) - Libertária, Libertadora e Critico-social dos Conteúdos. 3. (Click/2012) - Destacou-se por seu trabalho na área da educação popular, voltada tanto para a escolarização como para a formação da consciência política. Autor de “Pedagogia do Oprimido”, um método de alfabetização, se diferenciou do "vanguardismo" dos intelectuais de esquerda tradicionais e sempre defendeu o diálogo com as pessoas simples, não só como método, mas como um modo de ser realmente democrático. Estamos falando de: a ( ) - Paulo Freire; b ( ) - Maria Montessouri; c ( ) - Paulo Coelho; d ( ) - Jean Jacques Rousseau.

10

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

4. (Click/2012) - Sobre as Tendências Pedagógicas é correto afirmar, exceto: a ( ) - As tendências pedagógicas são divididas em liberais e progressistas. b ( ) - A pedagogia liberal acredita que a escola tem a função de preparar os indivíduos para desempenhar papéis sociais, baseadas nas aptidões individuais. c ( ) - As tendências pedagógicas progressistas analisam de forma crítica a realidade social, cuja educação possibilita a compreensão da realidade histórico-social, explicando o papel do sujeito como um ser que constrói sua realidade. Ela assume um caráter pedagógico e político ao mesmo tempo. d ( ) - A tendência Pedagógica Libertadora faz parte do ideário da Tendência Pedagógica Liberal. 5. (Click/2012) - Tem como objetivo a transmissão dos padrões, normas e modelos dominantes. Os conteúdos escolares são separados da realidade social e da capacidade cognitiva dos alunos, sendo impostos como verdade absoluta em que apenas o professor tem razão. Sua metodologia é baseada na memorização, o que contribui para uma aprendizagem mecânica, passiva e repetitiva. Estamos falando da tendência: a ( ) - Tecnicista; b ( ) - Renovadora; c ( ) - Tradicional; d ( ) - Renovada não-diretiva. 6. (Click/2012) - Assinale a opção abaixo que não faz parte da divisão da tendência pedagógica progressista: a ( ) - Crítico-social dos conteúdos; c( )Renovada; b ( ) - Libertaria; d ( ) Libertadora; 7. (Fundelta/2012) - Nesta tendência pedagógica, predomina a autoridade do professor que exige atitude receptiva dos alunos e impede qualquer comunicação entre eles no decorrer da aula. Os www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

conteúdos de ensino são os conhecimentos e valores sociais acumulados pelas gerações adultas e repassados ao aluno como verdades. Os métodos baseiam-se na exposição verbal da matéria e/ou demonstração. A atuação da escola consiste na preparação intelectual e moral dos alunos para assumir sua posição na sociedade. O enunciado se refere à corrente pedagógica: a ( ) - Pedagogia libertária. b ( ) - Tendência liberal tradicional. c ( ) - Tendência liberal renovada progressivista. d ( ) - Tendência liberal tecnicista. 8. (Fundelta/2012) - Os conteúdos são elaborados em função da experiência que o educando vivencia frente aos desafios e problemáticas de seu cotidiano, pois o conhecimento resulta da ação a partir de suas necessidades. A escola deve proporcionar meios que permitiam ao aluno educar-se, em um processo ativo de construção e reconstrução do objeto, havendo uma interação entre a estrutura cognitiva do indivíduo e estrutura do ambiente. O texto se refere à tendência pedagógica: a ( ) - Tendência liberal tradicional. b ( ) - Tendência liberal renovada não-diretiva. c ( ) - Tendência liberal Tecnicista d ( ) - Tendência liberal renovada progressivista. 9. (Fundelta/2012) - Num sistema social harmônico, orgânico e funcional, a escola funciona como modeladora do comportamento humano, através de técnicas específicas. Os conteúdos de ensino são as informações, princípios científicos, leis etc., estabelecidos e ordenados numa sequência lógica e psicológica por especialistas. Os métodos de ensino consistem nos procedimentos e técnicas necessárias ao arranjo e controle das condições ambientais que assegurem a transmissão/recepção de informações. O enunciado se refere à tendência pedagógica: a ( ) - Tendência liberal tradicional. 11

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

Tendência liberal renovada não-diretiva. c ( ) - Tendência liberal Tecnicista. d ( ) - Tendência liberal renovada progressivista. b( )-

10. (UFMA/2012) - No Brasil, o movimento da escola nova só começou no século XX, na década de 20, com diversas reformas esparsas do ensino público. Suas ideias expressaram-se de maneira clara em: a ( ) - Manifesto dos educadores antiautoritários. b ( ) - Didática Magna. c ( ) - Ratio Studiorum. d( )Manifesto dos Pioneiros da Escola Nova. e ( ) - Manifesto dos Educadores Críticoreprodutivistas. 11. (UFMA/2012) - A alma é como uma tábula rasa, uma tábua onde não há inscrições, uma cera na qual não há qualquer impressão. Com base no exposto, a quem se atribui a defesa da sensação e da reflexão como as únicas fontes possíveis de nossas ideias: a ( ) - Rousseau. c ( ) - Marx. b ( ) - Locke. d ( ) - Dewey. e ( ) - Paulo Freire. 12. (Funcab/2012) - A Didática da Escola Nova ou Didática ativa é entendida como “direção da aprendizagem”. A Didática ativa dá grande importância aos métodos e às técnicas, como o trabalho em grupo, atividades cooperativas, o estudo individual, as pesquisas, os projetos, as experimentações etc., bem como aos métodos de reflexão e método científico de descobrir conhecimentos. Na Didática ativa, o centro da atividade escolar: a ( ) - não é o aluno, nem o professor, é a técnica. b ( ) - não é o aluno, nem o professor, é a matéria. c ( ) - não é o aluno, nem a matéria, é o professor que detém o conhecimento. www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

não é o professor, nem a matéria, é o aluno ativo e investigador. e ( ) - não é o professor, nem a matéria, é o planejamento. d( )-

13. (IFBA/2012) - Relacione as tendências pedagógicas com suas respectivas temáticas. (1) Pedagogia Tecnicista (2) Pedagogia Tradicional (3) Pedagogia Libertadora (4) Pedagogia Nova ou Renovada (5) Pedagogia Crítico-Social dos Conteúdos ( ) A educação escolar assume o propósito de levar o aluno a aprender e a construir conhecimento, considerando as fases do seu desenvolvimento. Os conteúdos escolares passam a adequar-se aos interesses, aos ritmos e às fases de raciocínio do aluno. Sua proposta metodológica tem como característica os experimentos e as pesquisas. O professor deixa de ser um mero expositor e assume o papel de elaborar situações desafiadoras da aprendizagem, que é construída através de planejamentos e testes. O professor passa a respeitar e a atender às necessidades individuais dos alunos. ( ) O conhecimento era centralizado nas mãos do professor e transmitido de forma global para todos os alunos. Já estes eram meros receptores, ou seja, eles apenas escutavam e memorizavam, não havendo participação em sala de aula. Os alunos eram intimidados pela autoridade máxima do professor e quando a infringiam eram punidos, inclusive por meio de castigos físicos. Criança: capacidade de assimilação igual a do adulto, porém menos desenvolvida; programas de ensino são baseados na “progressão lógica”. ( ) A escola tem a tarefa de garantir a apropriação crítica do conhecimento científico e universal, tornando-se uma arma de luta importante. A classe trabalhadora deve apropriar-se do saber. Adota o método dialético, esse que é visto como o responsável pelo confronto entre as experiências pessoais e o conteúdo transmitido na escola. O educando participa com suas 12

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

experiências e o professor, com sua visão da realidade. ( ) Enfatiza a profissionalização e modela o indivíduo para integrá-lo ao modelo social vigente. O professor administra os procedimentos didáticos, enquanto o aluno recebe as informações. ( ) O papel da educação é conscientizar para transformar a realidade e os conteúdos são extraídos da prática social e cotidiana dos alunos. Os conteúdos pré-selecionados são vistos como uma invasão cultural. A metodologia é caracterizada pela problematização da experiência social em grupos de discussão. A relação do professor com o aluno é tida como horizontal, em que ambos passam a fazer parte do ato de educar. A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a a( )- 1 5 4 3 2 d( )-43152 b( )- 3 2 5 4 1 e( )-51234 c( )- 4 2 5 1 3 14. (IMA/2012) - Algumas concepções pedagógicas norteiam o trabalho realizado nas instituições de ensino. Dentre elas destacamos a concepção da Pedagogia Tradicional que muito contribuiu para o surgimento de outras concepções. Assinale a alternativa INCORRETA, que caracteriza a Pedagogia Tradicional. a ( ) - É uma proposta centrada no professor, que lhe cabe ensinar o conteúdo através de aulas expositivas e com exercícios de memorização. b ( ) - Evidencia o professor como o defensor do saber e o principal agente de transformação da aprendizagem. c ( ) - Enfoca um processo tradicional, onde o professor ensina e o aluno aprende. d ( ) - Visa levar professores e alunos a atingir um nível de consciência da realidade em que vivem na busca da transformação social. 15. (Advise/2012) - O "Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova", datado de 1932, foi escrito durante o governo de Getúlio Vargas e www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

consolidava a visão de um segmento da elite intelectual que, embora com diferentes posições ideológicas, vislumbrava a possibilidade de interferir na organização da sociedade brasileira do ponto de vista da educação”. Aponte a alternativa em que aparece um intelectual que não participou desse grandioso movimento. a ( ) - Fernando de Azevedo; b ( ) - Paulo Freire; d ( ) - Afrânio Peixoto; c ( ) - Anísio Teixeira; e ( ) - Lourenço Filho. 16. (Advise/2012) - Na tendência Liberal Tecnicista a escola: a ( ) - fazia preparação intelectual e moral dos alunos para assumir seu papel na sociedade; b ( ) - se adequava às necessidades individuais ao meio social; c ( ) - se ligava na formação de atitudes dos alunos; d ( ) - era modeladora do comportamento humano através de técnicas específicas; e ( ) - se ligava na transformação da personalidade num sentido libertário e autogestionário. 17. (Degase/Pedagogo/2012) - No decorrer dos anos, várias tendências pedagógicas influenciaram a educação brasileira. Uma dessas tendências defende que a escola tem como função social democratizar o acesso ao saber historicamente elaborado, problematizar a cultura hegemônica e contribuir para a transformação social. Essa abordagem é considerada: a ( ) - crítico-social d ( ) - libertadora b ( ) - tecnicista e ( ) - renovada c ( ) - tradicional 18. (CEPS/2012) - A vinculação entre educação e democracia compôs o ideário da renovação educacional da primeira metade do século XX. Em seu princípio fundante, esse ideário considerava que a educação apropriada aos fins democráticos deveria dirigir as experiências educativas para a cooperação entre os indivíduos e para a 13

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

igualdade na aquisição de valores sociais relevantes à construção da sociedade democrática. Essa perspectiva referenciou uma concepção pedagógica conhecida como a ( ) - Educação libertadora. b ( ) - Educação nova. c ( ) - Educação tradicional. d ( ) - Educação tecnicista. e ( ) - Pedagogia crítico-social dos conteúdos. 19. (UEPB/2012) - A discussão acerca da educação escolar na perspectiva da pedagogia histórico-crítica identifica que o saber sistematizado é objeto do trabalho escolar. Essa perspectiva implica em propostas pedagógicas que contemplam, EXCETO: a ( ) - o provimento dos meios necessários para que os alunos não apenas assimilem o saber objetivo enquanto resultado, mas apreendam o processo de sua produção. b( )- a sistematização de condições qualitativas que garantam a posse de um saber objetivo, instrumental e cultural aos indivíduos, com base na meritocracia, tendo em vista as exigências atuais fundadas na competitividade e na adaptabilidade. c( )- a identificação das formas mais desenvolvidas em que se expressa o saber produzido historicamente. d ( ) - o reconhecimento das condições da produção do saber, compreendendo as suas principais manifestações, bem como as tendências atuais de transformação. 20. (UEPB/2012) - No âmbito do aporte teórico da pedagogia progressista, identifique a alternativa cuja formulação não está de acordo com a concepção progressista de métodos de ensino. a ( ) - O método de ensino na educação escolar é uma ação pela qual professores e estudantes trabalham na conquista do conhecimento. b ( ) - O método de ensino está referenciado à atividade de sujeitos do processo e não somente à lógica dos conteúdos, que são o seu objeto. www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

O método de ensino deve considerar sobremaneira o critério lógico, segundo o qual o trabalho do professor conhecedor da matéria é satisfatório para que se realize o processo de ensino-aprendizagem. d ( ) - O método de ensino tem como ponto de partida e de chegada, no processo de ensino, a prática social. e ( ) - O método de ensino apreende como técnica ou forma de trabalho didático o estabelecimento do diálogo. c( )-

21. (Concursul/2012) - A Pedagogia Libertadora tem a intenção de levar professores e alunos a atingir um nível de consciência da realidade em que vivem na busca da transformação social. É correto que: a ( ) - A aprendizagem é receptiva e mecânica, sem se considerar as características próprias de cada idade. b ( ) - Seu método de ensinar está pautado na vivência grupal na forma de auto-gestão. c ( ) - Educação centralizada no aluno e o professor é quem garantirá um relacionamento de respeito atuando como um facilitador da aprendizagem. d ( ) - Sua proposta para atividade escolar pauta-se em discussões de temas sociais e políticos e em ações sobre a realidade social imediata. e ( ) - Sua proposta é modeladora do comportamento humano através de técnicas específicas. BATERIA 03 1. (CESPE/08) - Assinale a opção correta quanto à relação professor/aluno na tendência liberal tradicional. a( )O aluno é o centro do processo educativo e o professor é o especialista em relações humanas para garantir um clima de respeito. b( )A relação horizontal e o diálogo são os métodos básicos da negociação.

14

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

Predominam a autoridade do professor, a atitude receptiva do aluno e a imposição da disciplina. d( )O professor é o orientador, o sentido da não-diretividade é um princípio e o aluno é livre. c( )-

2. (CESPE/08) - Uma escola pública do DF organizou o seu trabalho da EJA, inspirado no educador brasileiro Paulo Freire, a partir de temas geradores escolhidos em função da vida da comunidade local e utilizando o diálogo como principal método. De acordo com essa situação, a tendência pedagógica que caracteriza essas ações éa a ( ) - liberal renovada não-diretiva. b ( ) - progressista libertadora. c ( ) - liberal renovada progressivista. d ( ) - progressista libertária. 3. (CESPE/08) - A Lei n.º 5.692/1971 regulou o antigo 2.º grau até a publicação da atual LDB. Nela, o ensino profissionalizante tornou-se obrigatório para todos aqueles que cursavam o 2.º grau. A tendência pedagógica que embasou a elaboração da Lei n.º 5.692/1971 foi a a( )liberal tecnicista. b( )liberal tradicional. c( )progressista libertária. d( )progressista crítico-social dos conteúdos. 4. (CESPE/08) - Assinale a opção correta acerca da função da escola na tendência liberal renovada progressivista. a( )A escola deve priorizar a formação de atitudes, por meio do trabalho, com os aspectos psicológicos acima dos pedagógicos ou sociais. b( )A transformação das relações de opressão do homem com a natureza e do homem com outros homens é a tarefa principal do processo educativo. c( )A busca da autogestão individual e coletiva é o papel fundamental da escola, estabelecendo, assim, um sentido político para o trabalho pedagógico. www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

Cabe à escola organizar-se de forma a retratar a vida, proporcionando experiências que satisfaçam às necessidades dos alunos e às exigências sociais. d( )-

5. (CESPE/08) - A tendência progressista histórico crítica dos conteúdos difunde a idéia de que a escola deve garantir a aquisição de conteúdos e a socialização para propiciar aos alunos uma participação organizada e ativa na democratização da sociedade. Como principal representante dessa tendência tem-se a ( ) - Paulo Freire. c ( ) - Maria Montessori. b ( ) - Dermeval Saviani. d ( ) - Carl Rogers. 6. (CESPE/08) - Uma escola realizou uma reformulação curricular queprevia o trabalho a partir de salas ambientes nas quais os professores seriam auxiliares, e os alunos buscariam soluções para problemas propostos previamente. Nessa situação hipotética, prevalece a concepção pedagógica a( )renovada não-diretiva. b( )renovada progressivista. c( )progressista libertadora. d( )progressista libertária. 7. (CESPE/08) - De acordo com a concepção progressista crítico-social, a( )os conteúdos devem ser colocados à disposição dos alunos, servindo para a promoção da autogestão, sem ser objeto de cobranças de avaliações. b( )os conteúdos a serem trabalhados devem ser aqueles que possam ser observáveis e mensuráveis, eliminando-se a subjetividade. c( )não é suficiente que os conteúdos sejam bem ensinados, sendo necessário que tenham uma ligação com seus significados humano e social. d( )a organização curricular deve privilegiar a aprendizagem dos meios para que os alunos 15

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

busquem por si mesmos os conhecimentos relevantes. 8. (CESPE/08) - Assinale a opção correta acerca da função do processo educativo na concepção liberal renovada não-diretiva. a( )No currículo, não deve haver conteúdos tradicionais estruturados externamente, devendo o professor trabalhar com conteúdos que emerjam do próprio grupo. b( )A organização do currículo deve ser embasada na crença de que a assimilação da criança é idêntica à do adulto, apesar de menos desenvolvida. c( )No currículo, deve-se enfatizar o desenvolvimento das relações e da comunicação, tornando a transmissão de conteúdos secundária. d( )O processo de aquisição do saber é mais importante que o saber propriamente dito, ou seja, o mais importante é aprender a aprender. 9. (CESPE/08) - Um currículo construído mediante condicionamentos obtidos por meio de reforços baseia-se na concepção pedagógica a( )progressista libertadora. b( )progressista libertária. c( )liberal tradicional. d( )liberal tecnicista. 10. (CESPE/08) - Acerca das concepções pedagógicas, julgue os seguintes itens. a( )A repetição de exercícios sistemáticos e a recapitulação dos conteúdos estudados são pressupostos de aprendizagem da concepção liberal tradicional. b( )Carl Rogers é o inspirador da concepção liberal renovada progressivista, por meio da ênfase nos processos de desenvolvimento das relações e da comunicação. c( )Para a concepção liberal tecnicista, o papel da escola é propiciar a interação entre as estruturas cognitivas do indivíduo e as do ambiente. www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

d( )-

A tendência crítico-social dos conteúdos não concebe uma oposição entre cultura erudita e cultura popular, mas uma relação de continuidade entre elas. e( )O trabalho com uma situação-problema e com temas geradores é a marca da concepção progressista libertária.

b( )-

11. (CESPE/05) - A educação é ação exercida pelas gerações adultas sobre as gerações que não se encontram ainda preparadas para a vida; tem por objeto suscitar e desenvolver, na criança, certo número de estados físicos, intelectuais e morais, reclamados pela sociedade política, no seu conjunto, e pelo meio especial a que a criança, particularmente, se destine. (Durkheim E. Educação e Sociologia, 11.ª ed. SP: Melhoramentos, 1978, p. 41, com adaptações). Considerando o texto acima e a relação educação/sociedade, julgue os itens que se seguem. a( )A educação é equivalente à socialização, mas só alcançará seus objetivos se for realizada de acordo com os interesses que a sociedade define como condições necessárias a sua manutenção. b( )Para o autor desse texto, uma das tarefas da educação é propiciar aos indivíduos a internalização de normas, regras e convenções sociais estabelecidas pela sociedade. c( )Na perspectiva da educação como fator de transformação social, o papel essencial da escola, ao organizar a proposta pedagógica, é o de transformar a vivência do aluno em conteúdos escolares para garantir uma aprendizagem significativa.

13. (CESPE/08) - Julgue os itens abaixo de acordo com as concepções pedagógicas. a( )A escola que adota uma orientação humanística clássica e trata os conteúdos como verdades absolutas repassadas de uma geração a outra está assentada nos pressupostos da concepção liberal tradicional. b( )A concepção liberal renovada nãodiretiva tem em Maria Montessori uma de suas principais representantes e baseia-se no trabalho de estimulação da resolução de problemas. c( )A Lei n.º 5.692/1971 teve como sustentação os princípios da concepção liberal renovada progressivista em sua vertente de formação profissionalizante. d( )Os processos autogestionários e a vivência grupal para a construção do conhecimento são traços marcantes da concepção progressista libertadora. e( )Freinet desenvolveu um trabalho significativo em relação à concretização da concepção progressista libertária. f( )O confronto entre a experiência do aluno e os saberes historicamente sistematizados caracteriza a concepção investigada especialmente por Dermeval Saviani.

12. (CESPE/08) - Julgue os itens abaixo, considerando as tendências pedagógicas na dimensão da relação professor e aluno. a( )A tendência liberal tecnicista tem como objetivo assegurar a eficácia técnica de transmissão do conteúdo instrucional pelo professor e de fixação pelo aluno. 16

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

A centralidade na autoridade do professor e na atitude receptiva do aluno é característica da tendência liberal tradicional. c( )Na tendência liberal renovada progressivista, o professor deve ser um especialista em relações humanas para assegurar um clima de relacionamento autêntico.

14. (CESPE/08) - De acordo com a perspectiva sociológica da educação, segundo Gramsci, a( )- o processo educativo ocorre pela transmissão de valores e saberes da geração mais velha para aquelas mais jovens. b ( ) - a função da escola está relacionada à busca de transformação da sociedade que é desigual. c ( ) - a escola deve contribuir com o aumento da produtividade, por meio da adaptação dos indivíduos. www.estudioaulas.com.br

Professora Madalena Coatio Conhecimentos Pedagógicos Teoria e Exercícios

a conquista da hegemonia na sociedade por meio da formação do intelectual orgânico é a função da escola. d( )-

15. (CESPE/08) - Julgue os itens que se seguem, relativos às funções socioculturais da escola. a( )Para a tendência liberal tradicional, a função primordial da escola é formar indivíduos competentes para o mercado de trabalho, articulando a educação com o sistema produtivo. b( )Em uma escola fundada na concepção liberal renovada não-diretiva, o resultado do processo educativo é muito semelhante ao de um tratamento terapêutico. c( )Na concepção liberal tecnicista, o papel da escola é preparar intelectualmente o aluno. Sendo assim, o compromisso da escola deve ser com a cultura e não com aspectos sociais. d( )Questionar a realidade das relações do homem com a natureza e com os outros homens, para promover a transformação dessa realidade, é o papel da escola na perspectiva progressista libertadora. e( )Na concepção progressista libertária, a escola deve desenvolver nos alunos a dimensão autogestionária do ser, de forma a influenciar todo o sistema social. f( )A escola, na tendência progressista crítico-social dos conteúdos, busca contribuir para que o aluno supere a experiência sintética do conhecimento, desenvolvendo uma visão sincrética.

GABARITO – BATERIA 01 1C 2D 3E 4 5 6 A B E 11 12 13 E E A GABARITO – BATERIA 02 1 C 8 D 15 2 E 9 C 16 3 A 10 D 17 4 D 11 B 18 5 C 12 D 19 6 C 13 C 20 7 B 14 D 21

7 D

8 D

9 A

B D A B B C D

GABARITO – BATERIA 03 1 C 9 D 2 B 10 C E E C E 3 A 11 C C E 4 D 12 C C E 5 B 13 C E E E C C 6 B 14 E C E C 7 C 15 E C E C C E 8 C 16 E C

16. (CESPE/09) - No que concerne às concepções acerca do processo de ensino-aprendizagem, julgue os itens seguintes. a( )O ensino que desafia os estudantes a partir de situações problema e que considera a realidade em que estes estão inseridos, promovendo a aprendizagem significativa, é característico da concepção inatista. b( )Na concepção tradicional, o ensino é centrado no professor e a aprendizagem está associada ao acúmulo de conhecimentos. 17

É PROIBIDO REPRODUZIR OU COMERCIALIZAR

www.estudioaulas.com.br

10 A

View more...

Comments

Copyright ©2017 KUPDF Inc.